Pravda.ru

Notícias » Portugal


Novo bispo do Porto é um homem aberto à realidade do mundo

26.03.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Novo bispo do Porto é um homem aberto à realidade do mundo

Os fieis encheram por completo ontem (25) a Sé Catedral do Porto, as naves laterais, os claustros e o pátio fronteiro, para assistir à entrada solene do novo bispo da diocese, D. Manuel Clemente.

De acordo com a Lusa, o templo ficou preenchido quase por completo pelos inúmeros convidados, pelo que muitos fiéis tiveram de esperar à porta, enquanto outros assistiram à cerimónia nos claustros e naves laterais, através de um circuito interno de televisão.

A apresentação pública contou com a presença de todo o episcopado português, nomeadamente o presidente da Conferência Episcopal e arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, e o cardeal patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, bem como centenas de padres, cónegos, diáconos e seminaristas, e autoridades civis, militares e académicas.

 "O novo bispo do Porto é um homem aberto à realidade do mundo. Tem um olhar muito transcendente e ao mesmo tempo espiritual. Espero dele uma acção decidida para o incremento pastoral e cultural da Igreja", diz frei Geraldo, antigo professor da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Para o investigador e autor de uma vastíssima obra académica, o alto dignitário da Igreja do Porto é um homem de "grande dimensão cultural".

A entrada solene foi precedida de um curto cortejo no pátio da Sé, a que se seguiu uma cerimónia eucarística, que incluiu a leitura da Carta Apostólica do Papa Bento XVI que nomeou D. Manuel Clemente bispo do Porto. Manuel José Macário do Nascimento Clemente nasceu em Torres Vedras a 16 de Julho de 1948. Após concluir o curso secundário, frequentou a Faculdade de Letras de Lisboa onde se formou em História. Ordenado presbítero em 29 de Junho de 1979, foi coadjutor das paróquias de Torres Vedras e Runa, formador e reitor do Seminário dos Olivais e, desde 1997, membro do Cabido da Sé de Lisboa. Nomeado bispo auxiliar de Lisboa e titular Pinhel em 6 de Novembro de 1999, foi ordenado na Igreja de Santa Maria de Belém (Jerónimos) no dia 22 de Janeiro de 2000. Nesse mesmo ano desempenhou o cargo de coordenador da Comissão Preparatória da Assembleia Jubilar do Presbitério para o Ano 2000.

 Tem-se empenhado, por outro lado, no Congresso Internacional para a Nova Evangelização, cuja sessão lisboeta se realizou em Novembro de 2005, como presidente da Comissão Central de preparação do ICNE. Na Conferência Episcopal Portuguesa tem sido promotor da Pastoral da Cultura desde 11 de Abril de 2002 e é membro da Comissão Episcopal de Comunicações Sociais desde 20 de Junho de 2002. Actualmente é presidente da nova Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais.

Licenciado em História e doutorado em Teologia Histórica, lecciona História da Igreja na Universidade Católica Portuguesa desde 1975 e é o actual director do Centro de Estudos de História Religiosa da mesma Universidade. É autor de obras como “A Igreja no Tempo”, “História Breve da Igreja Católica” e de vários trabalhos sobre o catolicismo em Portugal a partir do Liberalismo.

 Fonte Primeiro de Janeiro

 
3209
Loading. Please wait...

Fotos popular