Pravda.ru

Notícias » Portugal


Apresentação de projeto cultural brasileiro

23.01.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

PARADOXO FILMES LTDA APRESENTA

PROJETO BRASIL DAS ARTES E DA FOLIA

O projeto consiste numa viagem antropológica através das numerosas e diversas manifestações artísticas de origem popular no Brasil que - em âmbito mundial - constituem a mais rica e original vertente da expressão estética não vinculada à norma culta.

A denominação “arte popular brasileira”, usada neste projeto significando arte brasileira de origem popular, na sua maior parte rural e não urbana, abrange também a chamada “ arte primitiva”, de natureza preponderantemente etnológica, e a arte “naïf” que, por sua temática e colorido, reflete aspectos interessantíssimos da vida social e da natureza do País.

Neste projeto, a linguagem específica do documentário audiovisual será utilizada para acompanhar de perto as manifestações vivas e espontâneas da arte popular e primitiva brasileira, abordando: esculturas em barro, madeira e outros materiais; pinturas; cerâmica utilitária e imagística; música, danças, teatro, cantorias; e expressões de religiosidade popular, sob espécie de imaginária ou de práticas votivas e ex-votivas.

A documentação dessas manifestações será enriquecida com as imagens e depoimentos dos artistas que as produzem e, sempre que possível e interessante, de algum especialista local, capaz de acrescentar informação de contexto - o que será decidido em campo.

O que se pretende é ter um olhar e um ouvido atentos para o que representa para o artista popular a sua arte, o que será feito através de uma incursão pelo universo individual e contextual de cada artista - sua comunidade, o seu local de trabalho, sua moradia, sua família – mostrando sua obra pronta ou “in progress”, enquanto ele fala e dá seu próprio depoimento sobre o que faz, porque o faz e como o faz.

Também nas manifestações de natureza coletiva - teatro, danças, procissões, cantorias – a imagem documental será enriquecida pela imagem isolada e a voz de algum ou alguns participantes, acrescentando um toque psicossocial ao contexto antropológico.

Isto posto, a apresentação desta valiosa documentação artística servirá de fomento para a preservação, divulgação e engrandecimento dos alicerces da cultura nacional, demonstrando respeito à produção artística popular e principalmente, ao país.

Com seu espaço geográfico de proporções continentais, o Brasil abriga uma enorme variedade de manifestações culturais. Estas não só refletem o intenso processo de miscigenação e aculturação decorrente do encontro de culturas européias, africanas, asiáticas e nativas, mas também a eclosão de talentos individuais que conferem à arte brasileira de origem popular, padrões de expressão estética equivalentes aos que marcaram, por exemplo, a produção dos numerosos artistas anônimos e igualmente populares que povoaram com suas obras os templos e palácios da Europa medieval.

A execução do projeto é favorecida A par da excepcional qualidade estética, essa produção artístico-cultural carrega em si tal sentido documental da realidade que a envolve que se pode dizer que nenhum retrato do Brasil estará completo sem os traços que lhe conferem seus artistas populares.

Por isso a iniciativa de realizar o projeto que consiste no documentário do calendário das festas católicas brasileiras. Não é difícil rastrear nas obras de arte popular brasileira influências das culturas formadoras que se entrecruzaram ao longo da História e da geografia do País, trazidas não nos livros das elites, mas na boca, memória e hábitos mutantes do povo.

Portugueses, em todo o território; franceses, especialmente no Maranhão; holandeses em Pernambuco; negros e índios – injetaram seus mitos ancestrais, suas crendices, seus medos, suas fantasias, no caldeirão em que ainda hoje é cozinhada a cultura popular brasileira. A tensão entre “terra” e “céu”, inibindo o erotismo explícito (comum nas culturas arcaicas, como símbolos de fertilidade) alimenta, no entanto, as vertentes do humor e da alegria de viver que se manifestam profusamente nas representações de cenas da vida cotidiana da estatuária popular brasileira, e nas danças, teatro e outras manifestações folclóricas e para-litúrgicas.

Documentar essa riqueza cultural com a lente ligeira do “clipping” turístico é desperdiçar o seu potencial de sedução e encantamento sobre todos os tipos de público, todos ávidos de poder experimentar autênticas expressões de arte de grupos humanos tão diferentes e ao mesmo tempo tão igualmente envolvidos com o mistério da inspiração e da beleza.

Além do interesse comum das instituições governamentais e privadas em elevar o gabarito cultural nacional, este projeto se fia na necessidade de se conhecer o Brasil através de seus artistas e suas respectivas produções. A transmissão deste conhecimento é o principal motivo da existência deste projeto. Suzana Petit envia esta mensagem aos nossos leitores:

"Por conta das leis de apoio à Cultura no nosso país, ele foi aprovado em partes. No total são 12 meses de documentaçào das expressões religiosas, mas a primeira parte se refere apenas àquela da região de Paraty, no Estado do Rio de Janeiro. Executada esta parte, entraremos com o pedido para as demais, uma após a outra. Uma idéia seria uma parceria entre empresas de Portugal que mantivessem interesse na relação cultural entre os dois países. A primeira parte não é muito dispendiosa, em termos da nossa moeda, o Real. No nosso país temos icentivos fiscais para os investidores, através da Lei Rouanet.

"O nosso interesse também é mostrar na Copa da Cultura Brasil-Deustchland2006 (na Copa do Mundo), quando haverá um intercâmbio de cultura promovido pelo Governo Federal. O projeto está endossado pela UNESCO aqui do Brasil, o que nos gabarita para prospectar potenciais patrocinadores".

Suzana Petit suzanapetit@hotmail.com

 
6026
Loading. Please wait...

Fotos popular