Pravda.ru

Notícias » Portugal


POR PROPOSTA DO BE, ALMADA DECLARA BUSH “PERSONA NON GRATA”

22.04.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A Assembleia Municipal de Almada aprovou uma moção apresentada pelo Bloco de Esquerda que declara George W. Bush “persona non grata” no concelho. A moção contou com os votos favoráveis dos deputados do Bloco de Esquerda, PCP e PS.

Moção

"persona non grata"

No rescaldo das bombas sobre o Iraque há quem proclame a "libertação" de um país. Estranha "libertação" esta que não trouxe multidões para a rua a apoiar os soldados como aconteceu com o nosso 25 de Abril.

Estranha "libertação" esta que deixa cidades inteiras destruídas e não só os palácios presidenciais. Universidades calcinadas, hospitais sem meios e a abarrotar de feridos, ruptura geral nos sistemas de abastecimento de água, electricidade e géneros, saques indiscriminados com a cumplicidade e indiferença das forças ocupantes que se apressaram a defender os poços de petróleo e o Ministério responsável por estes recursos.

O povo iraquiano, a quem a ditadura de Saddam Hussein não deixa saudades, mostra não aceitar ser libertado por invasores que põem em causa a sua independência, que ocupam posições estratégicas no seu território e que já ameaçam a Síria como país do "eixo do mal" onde é necessário vir a encontrar as armas de destruição maciça não encontradas no Iraque.

A comunidade internacional não entende porque não foram tomadas medidas para evitar a destruição, por saque, de um património histórico da humanidade, irrecuperável, como o Museu e a Biblioteca de Bagdad, apesar da tragédia ser previsível e poder ter sido evitada.

Como afirma o arqueólogo Cláudio Torres em carta aberta ao Primeiro Ministro português: "O nosso país tornou-se cúmplice desta guerra que, para além dos massacres que tem provocado, está a pôr em causa séculos de história... O poderoso Sr. Bush pode dar-se ao luxo de pisar e desdenhar uma memória histórica que desconhece; porém, nós, os pequenos, para sobreviver temos de preservar os nossos equilíbrios e saberes, a nossa história e sobretudo a nossa identidade".

Esta guerra de ocupação e domínio imperial sobre o Iraque procura impor ao mundo a soberania norte-americana que age impunemente fora de quaisquer leis internacionais.

A administração Bush, cujos falcões se preparam para retirar os proveitos económicos da destruição, através das suas empresas de reconstrução e de saque dos recursos naturais, deve ser considerada "persona non grata" junto dos povos amantes da liberdade e da paz.

A exemplo de posições idênticas já tomadas noutros países, a Assembleia Municipal de Almada, decide declarar "persona non grata" a George Walker Bush pelo atropelo ao direito da humanidade à paz e à liberdade.

Almada, 21 de Abril de 2003

Luís Gomes

O Deputado Municipal do Bloco de Esquerda

 
3025
Loading. Please wait...

Fotos popular