Pravda.ru

Notícias » Portugal


NETCABO, UM ASSALTO AO CONSUMIDOR

17.12.2002 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Quando decidimos aderir ao serviço da Netcabo, encantado com a publicidade (enganosa) sobre um serviço-maravilha, o mais económico possível e sobretudo com um velocidade que ridicularizava a velhinha Telepac, não fazíamos ideia no que nos íamos meter.

Para começar, o suposto técnico enviado para fazer as ligações por cabo, avariou-nos o computador ao tentar perceber como é que as opções daquele complicado CD se escolhiam, de forma a poder utilizar a velocíssima Netcabo. “Os senhores depois arranjam quem lhes conserte isso” – disseram-nos.

Ao receber as primeiras contas, feitas cuidadosamente para confundir o utente, ficámos surpreendidos ao verificar que o “serviço grátis” anunciado na televisão, era de facto um serviço a preço altíssimo sem que se perceba de onde vêm essas contas. Soube também que o serviço que escolhera tinha sido substituído por outra modalidade de pagamento.

Para esclarecer e corrigir o problema, telefonámos incontáveis vezes para o serviço de atendimento a clientes da Netcabo, onde os garotos gozões, de rebuçado na boca nos disseram: “Desculpe, mas não é o que o meu colega escreveu na ficha”. Mostrando que desconhecem seja o que fôr que não sejam futuros clientes – Péssimo atendimento.

A publicidade enganosa não fica por aqui, a velocidade é lenta ou mesmo parada nas horas de maior tráfego, e as constantes falhas de conexão por cabo, bloqueiam os computadores, mesmo que o utente esteja a trabalhar, horas de trabalho podem perder-se todos os dias se não se criar o hábito de salvar o documento de 10 em 10 minutos, tornando-nos escravos da Netcabo. Todo o serviço é feito por funcionários com um ar de gozo, como quem engana o consumidor e escapa, utilizando uma linguagem técnica para que o utente não entenda o que se diz e lhe aumente o sentimento de frustração face a este péssimo serviço, que nos faz saudades da velhinha Telepac.

De facto, ao julgar que éramos um caso isolado, enganámo-nos redondamente. Fala-se da Netcabo nos autocarros, na rua, à espera das consultas médicas. Decidimos então entrevistar centenas de pessoas para averiguar se estavam satisfeitos com a Netcabo. Para nosso espanto, nem uma só pessoa nos 376 entrevistados se mostrou satisfeita, predominando o sentimento de revolta contra um serviço que está a tornar-se rapidamente no mais desleal assalto ao bolso dos consumidores nos últimos anos.

Comentem este artigo na secção CARTAS AO EDITOR (pravdaru@hotmail.com)

Miguel BRÁZ LISBOA PORTUGAL

 
2631
Loading. Please wait...

Fotos popular