Pravda.ru

Notícias » Portugal


FALSIFICAÇÃO CIENTÍFICA NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

09.03.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O movimento “Mulheres em Acção” irá organizar, nas instalações da Assembleia da República, amanhã, dia 10 de Março, uma sessão sobre o aborto. Nada contra. A Assembleia da República é um espaço de pluralismo político e deve estar aberta às acções da sociedade civil. Mas é lamentável que o Parlamento sirva para a organização de sessões de desinformação científica, como é manifestamente o caso, já que a sessão se debruça sobre o pertença relação entre o aborto e o cancro da mama. Esta mentira já tem história e deu direito a um pedido público de desculpa da prefeitura australiana de Stonnington, por ter apoiado a divulgação de uma comprovada mentira, através do financiamento de um livro assinado por Babette Francis, a presidente de uma associação fundamentalista australiana, o Endeavour Forum.

Babette Francis, que será também a principal oradora convidada pelas "Mulheres em Acção" na sessão de amanhã, tem sido a responsável pela divulgação deste disparate científico e é a principal dirigente de um grupo fundamentalista australiano, o Endeavour Forum. Na página oficial deste movimento (http://www.endeavourforum.org.au) podem ler-se coisas tão extraordinárias como esta, para justificar a sua existência: «Havia a necessidade de defender os direitos do legítimo papel da mulher tradicional na família e os direitos dos chefes de família masculinos a arranjarem empregos». E ainda: «Podemos ver como as acções para a igualdade de oportunidades chegaram tão longe que já há tantas mulheres em empregos inapropriados como nas forças policiais e nas forças armadas». Assim se percebe de que tipo de movimento estamos a falar.

A mesma Babette Francis e o seu Endeavour Fórum têm defendido a tese da relação entre o aborto e o cancro da mama. Apesar desta relação ser liminarmente desmentida por todos os estudos científicos credíveis, como se pode ler no site do National Cancer Institute (http://cis.nci.nih.gov/fact/3_75.htm), o organismo governamental norte-americano de investigação e luta contra o cancro. Lamentamos que, depois da distribuição de propaganda ofensiva em escolas, os movimentos contra a descriminalização do aborto usem instalações estatais para divulgar falsificações científicas, desprestigiando assim todo o Parlamento.

Bloco de Esquerda

 
2370
Loading. Please wait...

Fotos popular