Pravda.ru

Notícias » Portugal


Épico russo aborda o absurdo da guerra

06.06.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

"Combateram pela Pátria", baseado num romance do Nobel Mikhail Sholokhov e realizado em 1975 por Sergei Bondarchuk, será exibido dia 7 de Junho no auditório da Fundação Mário Soares (Rua São Bento, 160, Lisboa). O filme vai buscar na literatura russa do pós-guerra o material para uma abordagem épica de um conflito que marcou a história do país.

A história é centrada nas imediações de Estaliningrado, em Julho de 1942, onde as exaustas tropas da ex-União Soviética fazem um derradeiro e patriótico esforço para não se deixarem derrotar. As batalhas relacionadas à luta contra o cerco alemão a Estaliningrado e a vitória do exército soviético são conhecidas como o momento de viragem na 2ª Guerra - quando o poderio alemão, já dono da Europa Ocidental, começa a sofrer os seus primeiros mas decisivos reveses. Mas as perdas para os soviéticos foram enormes - e o preço a pagar pela vitória foi considerável. Na Grande Guerra Patriótica, como é chamada pelos russos, o que se sobressai é o absurdo da própria guerra.

"Combateram pela Pátria" fez parte da selecção oficial do Festival de Cannes em 1975. Bondarchuk, falecido em 1994, foi o primeiro cineasta soviético a filmar do lado de fora da cortina de ferro e viria a ser um dos nomes mais conhecidos do cinema do Leste europeu. Reconhecido pela grandiosidade de seus épicos e pela espectacularidade das cenas de batalhas, teve a sua fama no Ocidente consolidada após a sua versão cinematográfica da obra de Tolstoi, "Guerra e Paz", que recebeu o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1968. O gosto pelas grandes produções baseadas em prestigiados autores literários está presente em "Destino de um Homem" e "Don Tranquilo", ambos adaptações de Sholokhov, e "Boris Godunov", inspirado pela peça de Alexander Púshkin. A temática da 2ª Guerra Mundial é retomada em "Waterloo".

A exibição de "Combateram pela Pátria" faz parte do ciclo "A II Grande Guerra em filmes", realizado pela Fundação Mário Soares, que exibirá no total nove produções russas ao longo dos meses de Junho e Julho - sempre às terças-feiras e com entrada gratuita. Os filmes têm legenda em português.

Roni Emerson Nunes

 
2247
Loading. Please wait...

Fotos popular