Pravda.ru

Notícias » Guiné-Bissau


ONU manifestou "preocupação" face à situação socio-económica da Guiné Bissau

11.07.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
ONU manifestou "preocupação" face à situação socio-económica da Guiné Bissau

O ONU manifestou terça-feira "preocupação" face à situação socio-económica da Guiné Bissau, admitindo que as perspectivas para o resto de 2007 se mantêm "terríveis".

O mesmo órgão revelou o seu "alarme" face à crescente presença de traficantes de drogas no país.
Num comunicado de imprensa lido após "consultas" sobre a situação na Guiné-Bissau, em que o Conselho de

Segurança ouviu um relatório do representante do secretário-geral no país, Shola Omoregie, os 15 países membros do Conselho de Segurança "expressaram a sua preocupação face ao tenso clima social e à continua deterioração da situação socio-economica e financeira na Guiné Bissau".

"Os membros do Conselho de Segurança expressaram também preocupação face ao aumento alarmante de crime organizado, tráfico de drogas e proliferação de armas ligeiras na Guiné-Bissau e apelam à comunidade internacional para continuar a fornecer a ajuda necessária para se fortalecerem as instituições de segurança e tornar operacional o Plano Estratégico de Reforma do Sector de Segurança," diz o comunicado.

Durante a sessão de consultas, os membros do Conselho de Segurança foram informados que a situação económica e financeira da Guiné-Bissau se continua a deteriorar, tendo registado um declínio de 1,8 por cento o ano passado.
"As perspectivas para o resto de 2007 mantem-se terríveis," diz o relatorio estudado pelos membros do Conselho de Segurança, que revela que entre Janeiro e Abril deste ano os rendimentos do país foram 15 por cento abaixo dos níveis de 2006 e "projecta-se um declínio ainda maior".

O documento a que os membros do Conselho de Segurança tiveram acesso descreve como "totalmente inadequados" os "recursos humanos e materiais" das forças de segurança para fazerem face ao crescente problema do tráfico de drogas a partir do pais.

Os membros do Conselho de Segurança saudaram no entanto a formação de um novo governo na Guiné- Bissau e expressaram a esperança que o pacto de estabilidade "construa os aspectos fundamentais de processo de reconciliação genuína e abrangente, fortalecendo assim a estabilidade política, parlamentar e governamental".

O Conselho de Segurança "encoraja" ainda o governo a aplicar os seus compromissos de "assegurar a disciplina e transparência na administração fiscal e a seguir um diálogo permanente e construtivo com todos os sectores da sociedade para que se crie um clima político que conduza a eleições legislativas livres, justas e transparentes no proximo ano".

O Conselho de Segurança revela que tenciona continuar "a seguir de perto" a situação na Guiné-Bissau".

Fonte Notícias Lusófonas

 
3024
Loading. Please wait...

Fotos popular