Pravda.ru

Notícias » Brasil


Rosoboronexport no Rio

28.04.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

"Para a Rússia a Exposição Internacional das Tecnologias Aeroespaciais e de Defesa para a América Latina "LAAD-2005" é um evento significativo não só à escala latino-amwericana, mas também à escala mundial", declarou na cerimónia de apresentação da "Rosoboronexport" o chefe da delegação russa, Aleksandr Fomin, vice-dirigente do Serviço Federal para a Cooperação Técnico-Militar da Rússia (SFCTMR).

Em conferência de imprensa promovida no "Riocentro" onde foi montada a exposição "LAAD-2005", foi apresentada a informação sobre as actividades da "Rosoboronexport". "Os nossos produtores tem têm todas as possibilidades para desenvolver o marketing e a promoção dos produtos na exposição brasileira. Simultaneamente, os clientes e convidados têm a possibilidade de ver o poderio da indústria de guerra e do complexo militar-industrial da Rússia", assinalou Aleksandr Fomin.

O stand russo exibe muitas amostras do material de guerra diverso, começando pela aeronáutica, a Defesa Antiaérea e o Exército e terminando em armas de fogo. Na qualidade da empresa líder de Estado, a "Rosoboronexport" responde pela cooperação técnico-militar, a emissão das licenças para a exportação e importação de produtos militares, referiu o vice-chefe do Serviço Federal para a Cooperação Técnico-Militar da Rússia, tendo confirmado que a Rússia está disposta a propor aos potenciais compradores tanto o armamento e o material de guerra, como as respectivas tecnologias.

No acto de apresentação foi assinalado que a Federação Russa e o Brasil têm vastas perspectivas de cooperação na área da indústria de guerra.

O vice-director-geral da "Rosoboronexport", Vladimir Pakhomov, frisou que participando na exposição "LAAD" durante as últimas cinco edições, a Rússia tem apresentado projectos diversos para a promoção de armamentos e material bélico no Brasil. "Como resultado concreto destes esforços podemos citar aqui o fornecimento ao Brasil dos sistemas de mísseis antiaéreos "Igla", destinados a abater os alvos em atitudes baixas - disse. - Estes sistemas antiaéreos portáteis têm a fama mundial e este facto não escapou à atenção dos nossos colegas brasileiros".

Vão-se ampliando e diversificando os contactos russo-brasileiros na áera de aeronáutica, ratificou o vice-director-geral da "Rosoboronexport". "A Rússia tem grandes possibilidades de propor à Força Aérea do Brasil versões modernas de aviões. Temos também pontos de convergência em material blindado e armas ligeiras. Disponibilizamo-nos para desenvolver o trabalho sobre os projectos convidando a parte brasileira a participar para aprender a nossa tecnologia. Continuam os contactos na cooperação espacial e já temos nesta área certos resultados positivos e boas perspectivas", disse Vladimir Pakhomov.

Na mesma ocasião informou os colegas brasileiros de que a empresa de Nijni Taguil (Urais) produz tanques T-90C tidos por melhores no mundo inteiro, bem como outros produtos para fins militares, o material técnico para fins civis, tractores, escavadores, parte de rodagem de trens que a Rússia pode propor ao Brasil. "A nossa ideia acompanhar a venda dos helicópteros e aviões à América Latina com o fornecimento de peças sobressalentes, serviços de reparação, manutenção técnica e modernização", adiantou o chefe da delegação russa, Aleksandr Fomin. Finalizou a sua informação dizendo que na semana passada teve lugar no México um acto de apresentação do centro de manutenção técnica dos helicópteros, criado com base nas empresas "Velogruz" e "SPARK". Continua em vias de negociação a mesma temática com os parceiros colombianos e venezolanos - disse em conclusão Aleksandr Fomin.

Andrei Kurguzov RIA "Novosti"

 
3771
Loading. Please wait...

Fotos popular