Pravda.ru

Notícias » Brasil


Brasil: Prisão de Olivério Medina

27.08.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Padre Olivério foi preso na quinta-feira dia 25 de Agosto no Brasil por ordem do Supremo Tribunal Federal, através do ministro Gilmar Mendes, aguardando a sua extradição para Colômbia, onde é acusado de homicídio, terrorismo e vínculos com a guerrilha das FARC, Fuerzas Armadas Revolucionárias de Colômbia.

O coordenador da Interpol no Brasil, Alberto Lasserre, declarou ontem à imprensa que Olivério Medina é assessor da imprensa das FARC, sendo conhecido também por Francisco Cadena, Camilo Lopes e El Cura e que vai ser transferido de São Paulo à Brasilia, onde esperará a extradição.

Álvaro Uribe, o Presidente da Colômbia, aproveitou a notícia para falar do terrorismo no seu país, dizendo que a situação ficou mais aliviada com a captura.

Porém há aqui o maior caso de quebra e desrespeito pelos direitos humanos na América Latina nos últimos anos e cabe ao Brasil do Presidente Lula afirmar-se como um estado de direito, ou vergar perante pressões fascistas e externas e afirmar de vez que aquela coisa de esquerda foi uma mentira desde o dia um, que o Brasil não tem espinha e que afinal quem manda é o Tio Sam e o resto é um joguinho.

Primeiro, como é que Olivério Medina pode ser preso no Brasil sem ter cometido qualquer crime nesse país, sendo casado com uma brasileira e pai duma criança brasileira? Se Ronald Biggs vivia dezenas de anos no Brasil a fazer troça da Inglaterra, depois de ter cometido um crime de roubo agravado com assassínio, por quê agora é que Olivério Medina é preso por ser simplesmente simpatizante com a causa social das FARC?

Uma coisa é cometer actos de violência, andar com a arma na mão e matar. Outra coisa é ser representante duma causa social e justa, que é o caso das FARC, que trava uma luta armada pela sua sobrevivência contra as forças fascistas e reaccionárias do governo da Colômbia, que tem tido historicamente ligações com o narco-tráfico, como todo o mundo sabe.

FARC trava uma luta armada porque é atacada. Nas áreas controladas pelas FARC é que há justiça social na Colômbia, há a preocupação pela mobilidade social, pela educação de pobres, prestação de cuidados de saúde. São essas questões que Olivério Medina sempre defendeu, foi esse lado da questão das FARC que ele comunica com nosso jornal há dois anos. Ele está preso no Brasil apenas pelos seus ideais políticos.

Na altura da sua prisão pelas autoridades brasileiras, Olivério e eu estávamos programando uma segunda entrevista com as FARC para falarmos precisamente desse lado social, dos programas humanitárias das FARC, dos planos políticos e não militares das FARC e posso afirmar, usando esse artigo como documento vinculativo, que Olivério nunca nenhuma vez nas suas comunicações com PRAVDA.Ru falou ou elogiou a violência, mas sim o lado político, social e a necessidade pela paz.

Se ser simpatizante das FARC e seus programas sociais e seus planos para criar uma sociedade mais justa na Colômbia é crime no Brasil, então venham prender a mim também na próxima vez que eu for aí, que eu também simpatizo com a luta não violenta contra forças fascistas e oligarquias que mantêm o povo em baixo enquanto enriquecem cada vez mais. Um amigo tem de ficar ao lado do seu amigo.

Hoje em dia é fácil falar do terrorismo mas vejamos que o maior acto de terrorismo internacional foi cometido há pouco pelo regime assassino de Bush e nada lhe aconteceu. É fácil bater na pessoa menor e mais indefesa, mas não é justo. A ver se as autoridades brasileiras optarem por uma acção justa ou se vergarem perante os que fazem o primeiro passo para dominar Brasil e seus recursos.

Sendo pai de família brasileira, Olivério pertence com sua família em casa, no Brasil, onde reside legalmente sem nunca ter feito nada contra o estado ou contra qualquer brasileiro. As autoridades brasileiras estão hoje na mira do mundo inteiro.

Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru

 
4023
Loading. Please wait...

Fotos popular