Pravda.ru

Notícias » Brasil


Rendeu-se o quinto e último suspeito de espancar a empregada doméstica

26.06.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Rendeu-se o quinto e último suspeito de espancar a empregada doméstica

Rendeu-se o quinto e último suspeito de espancar a empregada doméstica Sirlei Dias de Carvalho Pinto, 32 anos, na madrugada de sábado (23) Ele  se apresentou à delegacia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, por volta das 23h10 desta segunda-feira (25), comunica G-1.

Segundo o delegado Carlos Augusto Nogueira Pinto, titular da 16º DP (Barra da Tijuca), Rodrigo chegou acompanhado dos advogados e ficou o tempo todo de cabeça baixa. Ele deve prestar depoimento na manhã desta terça-feira (26).

À tarde, o delegado disse que a polícia já tinha pistas de onde o jovem estaria escondido. Rodrigo e o outros suspeitos, o estudante de Direito Rubens Arruda Bruno, 19, o estudante de Administração Felippe de Macedo Nery Neto, 20, o técnico de informática Leonardo Andrade, de 19, e o estudante de Gastronomia Júlio Junqueira, de 21, deverão responder por roubo e tentativa de assalto.

 Com muitas dores no corpo, na cabeça e ainda sentindo tonteiras, a empregada doméstica Sirlei Dias de Carvalho Pinto, 32 anos, agredida por cinco jovens na madrugada de sábado (23), voltou a ser hospitalizada na tarde desta segunda-feira (25) na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Ela recebe a ajuda do patrão, o empresário José Maria Mota, que também contratou um advogado para processar os acusados por danos morais, físicos e financeiros. Os rapazes vão responder por tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) e podem pegar até 15 anos de prisão. Um deles ainda está foragido.

“Foi uma violência gratuita, sem justificativa. Essas pessoas não podem ficar impunes”, disse Mota, que foi procurado por Sirlei logo depois que ela foi espancada em um ponto de ônibus na Avenida Lúcio Costa, na Barra. Os acusados ainda teriam roubado um celular e R$ 47 da vítima.

“Liguei para a minha ex-mulher que levou a Sirlei ao hospital para fazer exames. Ela foi medicada, mas agora voltou a sentir muitas dores e resolvemos levá-la novamente ao hospital”, explicou ele, dizendo que ela trabalha há mais de um ano em sua casa.


 
2199
Loading. Please wait...

Fotos popular