Pravda.ru

Notícias » Brasil


Patriarcado de Moscou e toda a Rússia

25.02.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O cristianismo penetrou na Rússia, segundo a história do bem-aventurado Nestório, desde o primeiro século, devendo ser considerado o Apóstolo André o primeiro pregador dos Evangelhos no país, por ter percorrido toda a região situada ao norte do Mar Negro e atingido o Rio Dnieper onde está construída a tradicional cidade de Kiev.

Já no quarto século, várias dioceses eram conhecidas na Rússia Meridional. A propagação definitiva do cristianismo, porém efetuou-se em todo o país nos meados do IX século, quando os povos radicados nas províncias de Kiev iniciaram relações para diversas finalidades com as autoridades da Constantinopla. e assim, se desenvolveu o intercâmbio entre os russos e os gregos.

Esse movimento contudo só tomou configuração séria e positiva em virtude da conversão da princesa russa Olga, no ano 957, ao visitar a imperial cidade de Constantinopla e receber o batismo na Igreja da Santa Sapiência, Hagia Sofia, da própria mão do Patriarca Ecumênico Pauleavito. Seu filho, porém, o príncipe Jaroslav não quis abraçar o cristianismo. No entanto seu neto Vladimir, filho de Jaroslav, decidiu buscar uma religião melhor. Enviou então delegações às distintas regiões do mundo tendo em vista examinar as religiões que ali se professavam, a fim de decidir qual era a mais apropriada para seu reino. A religião cristã ortodoxa, teve no seu coração e o no coração do povo a melhor receptividade. Foi no ano de 988 que Vladimir se batizou, e junto com ele, homens de estado e grandes multidões do povo.

A Igreja Ortodoxa Russa no seu início era dependente da Santa Sé Apostólica de Constantinopla. Os bispos da cidade de Kiev, capital russa naquele tempo e grande centro religioso, recebiam sua consagração do Patriarca Ecumênico; todos eles eram gregos. O primeiro bispo russo nomeado para a cidade de Kiev, foi Hilário (1051). Quando a capital do país foi transferida para Moscou, em 1328, seu arcebispo usou o título de "Arcebispo de Kiev e Moscou", até que, no ano de 1461, se tornou o chefe supremo da igreja Russa com o título de "Metropolita de Moscou e toda a Rússia".

No ano de 1586, o Imperador Teodoro Ivanovitche, pediu ajuda ao Patriarca Antioquiense Joaquim, que visitava a Rússia buscando angariar donativos, para elevar o arcebispo de Moscou a Patriarcado. O Patriarca Joaquim empenhou-se junto ao Patriarca Ecumênico Jeremias II, para esse fim. Em conclusão, o próprio Patriarca Ecumênico se dirigiu pessoalmente a Moscou e consagrou seu arcebispo Job, com o título de "Patriarca de Moscou e toda a Rússia", no domingo, 26 de janeiro de 1589, porém seria abolido pelo Czar Pedro, o Grande no ano de 1721.

Desde os tempos de Pedro, o Grande até Nicolau II, a Igreja da Rússia foi administrada por um Santo Sínodo sob a estrita supervisão do Estado. Apesar deste manejo tão secular da Igreja, houve no século XIX um forte ressurgimento do conhecimento teológico, da espiritualidade e da vida monástica em toda a Rússia.

A perseguição religiosa na União Soviética tomou formas diferentes em períodos diferentes; virtualmente, todos os teólogos e demais líderes da Igreja Ortodoxa Russa foram exilados durante a década de 20 ou executados na década de 30. Para dar uma idéia cabal da tragédia sofrida por esta Igreja, basta mencionar que, só no ano de 1937, foram detidos 136 mil clérigos dos quais 85 mil assassinados. No período compreendido entre os anos 1917 e 1939, de 80 a 85% dos clérigos da época pré-revolucionária desapareceram . Contudo, as coisas melhorariam um pouco durante o processo da II Guerra Mundial, nos anos posteriores ao governo de Stalin, até que, em 1959, Khrushchev começou a intensificar a perseguição.

Após 1990, a situação desta sofrida Igreja melhorou radicalmente, graças as reformas do presidente Gorbachov. Já no ano de 1997 o patriarca Alexis II declarou que a Igreja contava com 124 dioceses, 148 bispos, 18 mil sacerdotes e 1.737 diáconos.

Sede Patriarcal Endereço: 22, Danilovsky val, Danilov monastery DECR, 115191- Moscow, Russia.

Telefone: (7-095) 2302439 Fax: (7-095) 2302619

Site Oficial: www.mospat.ru

E-mail: commserv@mospat.dol.ru

Arquidiocese Russa na América do Sul

Endereço: Bulnes 1743, Buenos Aires 1425, Argentina.

Tel/Fax: 541-823-65-34

E-mail: mplaton@movi.com.ar

Diocese de São Paulo e todo o Brasil

Endereço: Rua Monte Alegre, 210, Santa Teresa - Rio de Janeiro - RJ

Tel: (21) 2252-1471

Fonte da Informações: www.fosja.com.br

 
4804
Loading. Please wait...

Fotos popular