Pravda.ru

Notícias » Brasil


Boletim informativa do PSDB

23.10.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Os integrantes da Frente Parlamentar da Saúde, comandada pelo deputado tucano Rafael Guerra (MG), vão vestir amanhã avental de médico, em um ato público de desagravo contra a acusação do presidente Lula, que os chamou de "lobistas dos hospitais". O evento em defesa da manutenção da emenda que vinculou recursos para a Saúde, a chamada "Emenda Serra", ocorrerá no Salão Verde do Congresso.

PROVIDÊNCIAS - Em outra ação contra o desmonte do setor, representantes da Frente se reúnem hoje à tarde com o ministro da Saúde, Humberto Costa, para reiterar sua oposição à intenção do governo de desviar recursos do SUS para o Fundo de Combate à Pobreza. A Frente também pretende se encontrar, nos próximos dias, com o procurador-geral da República, Cláudio Fontelles, para pedir providências contra o atentado do governo à Constituição ao desrespeitar a Emenda Serra. "Vamos lutar até o fim para impedir este absurdo. Mobilizaremos toda a sociedade brasileira em defesa da Saúde", disse o presidente da Frente, Rafael Guerra, que já marcou uma mobilização nacional pela causa para o próximo dia 5 de novembro. Rafael considerou um "destempero verbal" a acusação de Lula de que os integrantes do movimento são "lobistas dos hospitais".

Em cartaz no Diário Tucano: "o estelionato petista"

Iniciamos hoje a publicação da coluna "Eu sei o que vocês prometeram na eleição passada". O título é uma evidente alusão ao filme de terror norte-americano de grande sucesso chamado "Eu sei o que vocês fizeram no verão passado".

A diferença é que nossa coluna não é uma obra de ficção, mas a divulgação de um filme real, dirigido pelo marqueteiro Duda Mendonça e estrelado por Luiz Inácio Lula da Silva: o maior estelionato da história política do Brasil. A coluna será diária; promessas do Partido dos Trabalhadores feitas ao léu não faltam, naturalmente.

PSDB é favorável ao Estatuto do Desarmamento

O deputado Antonio Carlos Pannunzio (PSDB-SP) disse ontem que os tucanos devem votar a favor do Estatuto do Desarmamento, que será apreciado hoje na CCJ. "O Estatuto pode ser positivo na repressão da violência nas cidades brasileiras. Por isso, acredito que a maioria dos deputados vai dizer 'sim' ao documento". No entanto, líderes tucanos querem a retirada do item que prevê a realização de um referendo sobre a proibição da venda de armas.

Narcio Rodrigues denuncia uso político do Orçamento 2004

De olho nas eleições municipais de 2004, o governo Lula já está em campanha. O Planalto evita fazer investimentos em parceria com estados administrados por partidos de oposição e prefere aplicar diretamente os recursos. A conclusão é do deputado Narcio Rodrigues (PSDB-MG), autor de estudo que revela a estratégia dos petistas para sozinhos capitalizarem politicamente os investimentos públicos.

CONTRAMÃO - "Todos os números que levantamos induzem ao uso dos recursos orçamentários com objetivo eleitoral. Além disso, a decisão do governo contraria toda a lógica da descentralização administrativa, caminhando na contramão da história", afirmou Narcio Rodrigues.

Segundo o tucano, 37% dos investimen-tos feitos em 2003 em Minas Gerais resultaram de parcerias com a União. No próximo ano, esse percentual deve cair para 10,8%. Por outro lado, estados administrados pelo PT como o Piauí serão contemplados, em 2004, com quase 50% de recursos federais via parceria. "Os gestores estaduais e municipais sabem melhor que o burocrata federal o que seus cidadãos precisam. A descentralização deveria ser aprofundada, como ocorreu durante o governo FHC, quando foi aplicada com sucesso ao SUS e ao programa de merenda escolar", propôs o deputado.

Caso Benedita: Lula deve explicações à nação

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), disse ontem que o presidente Lula deve explicações à nação no caso envolvendo a ministra Benedita da Silva.Para o senador, não se trata mais de devolver ou não o dinheiro da viagem religiosa à Argentina,mas do fato do presidente ter fortalecido todas as versões dadas pela ministra. "Nós estamos destacando o comportamento leniente do presidente", afirmou.

Na Venezuela, Alvaro defende integração

O vice-líder do PSDB no Senado Alvaro Dias (PSDB-PR) representou o Brasil no 32º Congresso da Federação das Indústrias da Venezuela, realizado em Caracas no último fim de semana. O senador propôs a união da América Latina para fazer frente aos países desenvolvidos."O que nós queremos é uma competição justa do comércio bilateral. As nações poderosas têm de suspender as barreiras protecionistas", defendeu.

Veja os parlamentares que Lula acusa serem "lobistas de hospitais"

Teve efeito contrário a acusação de Lula à Frente Parlamentar da Saúde, chamando seus integrantes de "lobistas da saúde" por terem se oposto à tentativa do governo de desrespeitar a emenda que garante recursos mínimos à área, a "Emenda Serra". Depois que Lula fez a acusação, no último dia 15, sete novos parlamentares se filiaram à Frente, elevando seu número para 229 - o maior entre todas as frentes parlamentares existentes no Congresso. Os novos filiados são Leonardo Mattos (PV-MG), Vanderlei Assis (Prona-SP), Leodegar Tirchoski (PP-SC), Júlio Delgado (PPS-M), Maria Helena (PPS-RO), Neiva Moreira (PDT-AM) e Ronaldo Vasconcellos (PTB-MG).

Dos 229 integrantes da Frente Parlamentar da Saúde denegrida por Lula, 19 são senadores e 210 deputados. Deste total, 135 parlamentares pertencem a partidos da base de apoio do governo (33 do PT, 36 do PMDB, 21 do PTB, do 12 PSB, 23 do PP e do 10 PPS). Também integram o movimento 23 parlamentares do PFL e 40 do PSDB, partido com mais integrantes na Frente.

Abaixo publicamos a lista dos parlamentares do grupo suprapartidário chamados por Lula de "lobistas de hospitais". Vale registrar que nenhum deles participou do lobby que fez o governo revogar a lei de propaganda de cigarros para beneficiar o Grande Prêmio de Fórmula 1 realizado este ano em São Paulo, em uma ação que, segundo o líder do PSDB, Jutahy Junior, atendeu aos interesses da indústria automobilística e tabagista.

Nenhum dos integrantes da Frente acusados por Lula, ressalta Jutahy, participou também do lobby em favor da revogação às restrições existentes no governo Fernando Henrique Cardoso à importação de pneus usados. A medida permitiu que o Brasil importasse nada menos que 800 mil pneus usados apenas nos primeiros três meses deste ano. Os dois lobbies bem sucedidos, que não mereceram a preocupação de Lula, causaram danos à saúde e ao meio-ambiente.

Eu sei o que vocês prometeram na eleição passada.

"Reafirmo o que tenho dito desde o início da campanha: vamos criar dez milhões de empregos, o que o Brasil necessita para incluir no mercado de trabalho uma legião de desempregados."

Declaração do então candidato Luiz Inácio Lula da Silva, publicada em O Globo, no dia 31 de agosto de 2002.

Passados nove meses de governo, a promessa não só não foi cumprida, como o número de desempregados no Brasil aumentou em 65O mil desde a posse de Lula.

Fogo Amigo

"O governo está atropelando as coisas e impondo um ritmo de decisão ao qual não estamos acostumados" o Deputado Luciano Zica (PT-SP), ouvidor-geral da Câmara, sobre o hábito do presidente Lula de não consultar a própria bancada na tomada de decisões importantes.

"O governo deu prioridade aos bancos sobre os trabalhadores na hora de pagar os créditos de falência. Isso é concordar com o FMI" Deputado Orlando Desconsi (PT-RS). PSDB

 
7725
Loading. Please wait...

Fotos popular