Pravda.ru

Notícias » Brasil


Nova Executiva Nacional do PT

22.10.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O Portal do PT publicará na próxima segunda-feira a lista dos 81 membros do DN. Confira os nomes dos ocupantes dos cargos da CEN e suas respectivas chapas:

Presidência – Ricardo Berzoini (Construindo um Novo Brasil)

1ª vice – Marco Aurélio Garcia (Construindo um Novo Brasil)

2ª vice – Maria do Rosário (Movimento)

3ª vice – Jilmar Tatto (PT de Luta e de Massas - chapa estadual de SP)

Secretaria-Geral – Raul Pont (Coragem de Mudar)

Finanças – Paulo Ferreira (Construindo um Novo Brasil)

Comunicação – Humberto Costa (Construindo um Novo Brasil)

Organização –Romênio Pereira (Movimento)

Internacional - Valter Pomar (A Esperança é Vermelha)

Assuntos Institucionais – João Batista (Construindo um Novo Brasil); adjunto Neila Batista (Coragem de Mudar)

Formação Política – Marlene Rocha (A Esperança é Vermelha)

Movimentos Populares – Bruno Maranhão (Esperança Militante)

GTE 2006 – Gleber Naime (Construindo um Novo Brasil)

Vogais

Valdemir Garreta (Construindo um Novo Brasil)

Marinete Merss (Construindo um Novo Brasil)

Raquel Marques (Construindo um Novo Brasil)

Martvs das Chagas (O Partido que Muda o Brasil)

Rosângela Rigo (Esperança Militante)

Líder do PT na Câmara - Henrique Fontana

Líder do PT no Senado - Delcídio Amaral

Presidência – Ricardo Berzoini Ricardo José Ribeiro Berzoini é bancário, tem 45 anos e exerce seu segundo mandato como deputado federal por São Paulo (1999-2003 e 2003-2007). Natural de Juiz de Fora (MG), é filiado ao PT desde 1980 e está ligado à base sindical do partido.

Foi presidente da CNB (Confederação Nacional dos Bancários), entre 1992 e 1994; e do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, de 1994 a 2000, ambos ligados à CUT (Central Única dos Trabalhadores).

No governo Lula, Berzoini esteve à frente de dois ministérios entre 2003 e 2005. Primeiro, o da Previdência e Assistência Social; depois, o do Trabalho. Desligou-se do governo em julho deste ano para compor a nova Executiva Nacional do PT, onde exerceu o cargo de secretário-geral. Chegou à presidência do PT eleito pelo voto direto dos filiados no PED 2005.

1ª Vice-Presidência – Marco Aurélio Garcia Natural de Porto Alegre (RS) é formado em Direito e Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Também é pós-graduado na Escola de Altos Estudos e Ciências Sociais de Paris e professor licenciado do Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas.

Foi Professor na Universidade do Chile, na Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Chile) e nas Universidades de Paris-VIII e Paris-X (França). Foi Secretário de Relações Internacionais do Partido dos Trabalhadores por mais de dez anos, além de vereador na cidade de Porto Alegre (1967) e Secretário de Cultura nos municípios de Campinas (1989-1990) e São Paulo (2001-2002).

Coordenou o Programa de Governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições de 1994 e 1998. Desde janeiro de 2003, é assessor especial da Presidência da República para Relações Exteriores.

2ª Vice-Presidência: Maria do Rosário A deputado federal Maria do Rosário Nunes é formada em Pedagogia pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e especializou-se em violência doméstica pelo Laboratório de Estudo da Criança da USP. Atua nos movimentos de defesa dos direitos de crianças e adolescentes. É autora do livro “Conselho Tutelar: Gênese, Dinâmica e Tendências”, publicado em 2002.

Professora da rede pública de ensino, Maria do Rosário militou no PCdoB de 1985 a 1994, ano em que deixou a antiga legenda para filiar-se ao PT. Antes de tornar-se deputada federal pelo Rio Grande do Sul (legislatura 2003-2007), exerceu dois mandatos de vereadora, por Porto Alegre, e um de deputada estadual.

No último PED (Processo de Eleições Diretas), concorreu à presidência nacional do partido pela tendência Movimento PT. Ficou em quinto lugar, com 39.059 votos, ou 13,3%. Maria do Rosário tem 38 anos e é natural de Veranópolis (RS).

3ª Vice-Presidência: Jilmar Tatto Jilmar Tatto disputou a presidência estadual do PT de São Paulo no PED deste ano, ficando na segunda colocação, com 9.988 votos (15,7%). Na nova Comissão Executiva Nacional, ocupará a vaga deixada por Valter Pomar.

Tatto deixou o mandato de deputado estadual paulista, em 2001, para assumir a Secretaria Municipal de Abastecimento de São Paulo, na gestão petista de Marta Suplicy (2001-2004). Posteriormente, foi para a Secretaria de Implementação das Subprefeituras e a Secretaria de Transportes, promovendo mudanças que sofreram grande resistência por parte dos proprietários das Empresas de ônibus. Quando Rui Falcão se licenciou para disputar as eleições de 2004, assumiu a Secretaria de Governo.

Além de um dos coordenadores da campanha de Marta Suplicy à prefeitura, foi presidente do Diretório Municipal da capital (1995-97).

Secretaria-Geral – Raul Pont Segundo colocado na disputa pela presidência nacional do PT, Raul Pont será o novo secretário-geral do partido.

Bacharel em História e pós-graduado em Ciências Políticas pela Unicamp (Universidade de Campinas), o professor Raul Pont já foi deputado federal pelo RS (1991-92), prefeito de Porto Alegre (1997-2000), vice-prefeito da mesma cidade e deputado estadual duas vezes (1993-1996 e na atual legislatura).

Represente da tendência Democracia Socialista, Pont iniciou a militância política nos movimentos estudantis durante o regime militar nos anos 70, quando participou da fundação do Instituto de Políticas Econômicas e Sociais. Foi um dos fundadores do PT no RS e no Brasil.

É autor dos livros “Da Crítica ao Populismo à Construção do PT”, “Breve História do PT – Das origens ao 1º Congresso: 1979/91” e “Democracia, Participação, Cidadania – Uma visão de esquerda”.

Secretaria de Finanças e Planejamento - Paulo Ferreira O gaúcho Paulo Ferreira, 46 anos, deixa a SRI (Secretaria de Relações Internacionais) do partido para assumir a Secretaria de Finanças e Planejamento.

Ferreira iniciou a militância partidária em Porto Alegre, assumindo, em 2003, as relações com as prefeituras petistas de todo o país. Em novembro de 2004, já na SRI, deu novo impulso ao Foro de São Paulo e aumentou a participação petista nos trabalhos do Fórum Social Mundial de 2005, em Porto Alegre.

Licenciado em história pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Ferreira também presidiu o Diretório Estadual do RS, onde também ocupou, por duas vezes, a Secretaria-Geral.

Comunicação: Humberto Costa Filiado ao PT desde a criação do partido, Costa é médico psiquiatra e clínico-geral, além de ter formação em Jornalismo. Em 2003, foi convocado pelo presidente Lula para assumir o Ministério da Saúde, onde ficou até 8 de 2005. Na seqüência, foi eleito Secretaria Nacional de Comunicação do PT, cargo em que se manteve agora.

Costa também foi secretário de Saúde do Recife (PE), na gestão do prefeito João Paulo, onde ficou de 2001 a 2003; deputado estadual, em 1990; e federal em 1994. No Congresso, participação ativa em projetos como o atendimento de soropositivos pelo SUS, a regulamentação dos planos de saúde, o programa de proteção às testemunhas e o de auditoria na Previdência Social.

Nascido em Campinas, São Paulo, em 1957, Humberto Costa foi morar com a família em Recife aos sete anos de idade e construiu toda a sua vida profissional e política em Pernambuco. Tem pós-graduação em Medicina Geral Comunitária na Universidade Federal de Pernambuco, presidiu a Associação Pernambucana de Médicos Residentes e foi primeiro-secretário do Sindicato dos Médicos do Estado.

Secretária de Relações Internacionais – Valter Pomar Valter Pomar, de 39 anos, deixa a 3ª vice-presidência do PT, que ocupava desde 1997, para assumir o posto de secretário de Relações Internacionais. Pomar disputou a presidência nacional do partido no último PED (Processo de Eleições Diretas) e chegou em terceiro lugar, com 42.911 votos (14,6%).

Professor de Historia, Pomar iniciou sua militância política no final dos anos 1970, no movimento secundarista. Filiado ao PT desde os anos 1980, militou em núcleos de base, foi dirigente municipal e estadual, desempenhando tarefas organizativas, de formação e comunicação. Também foi secretário de Cultura, Esportes e Turismo na cidade de Campinas (SP), durante a gestão petista entre 2001 e 2004.

Em 1993, Pomar esteve entre os que pensaram o movimento "Hora da Verdade", que depois resultou na tendência Articulação de Esquerda (AE), na qual milita.

Doutorando em história econômica pela Universidade de São Paulo, foi um dos coordenadores do programa de "formação política geral" do Instituto Cajamar.

Formação Política – Marlene da Rocha Marlene da Rocha, 45 anos, é socióloga e está no partido desde sua fundação. Tem origem política no movimento da Igreja no Paraná, seu Estado natal, e ocupou funções diversas dentro do Diretório Nacional do PT

Foi nomeada, em 2003, secretária Extraordinária para o Acompanhamento do Fome Zero, com a tarefa de mobilizar prefeitos, vereadores, diretórios municipais e estaduais e garantir que as prefeituras petistas implementem as políticas do Programa Fome Zero em todos os municípios.

Marlene organizou, em 2004, o livro “Segurança Alimentar: um desafio para acabar com a fome no Brasil”, editado pela Fundação Perseu Abramo.

Organização - Romênio Pereira Romênio Pereira tem 45 anos, é mineiro e iniciou sua militância em 1981 em Patos de Minas, sua cidade natal.

Sua atuação inicialmente estava voltada para o movimento estudantil e sindical. Ocupou diversos cargos no Diretório Regional de Minas Gerais. Na direção anterior, ocupava a segunda vice-presidência nacional do PT. Romênio é liga à tendência Movimento PT.

PT

 
10776
Loading. Please wait...

Fotos popular