Pravda.ru

Notícias » Brasil


Jutahy critica interferência política no Inca

22.01.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Ele condenou a interferência do Planalto na escolha dos pacientes que estão na fila de espera para o transplante de medula óssea. A irregularidade foi denunciada pelo ex-diretor do Centro de Transplante de Medula Óssea do Inca, Daniel Tabak, que pediu afastamento do cargo.

DANOSO - "O caso é um retrocesso inadmissível e extremamente danoso. Dizem até que houve pedido do próprio Palácio do Planalto para mudar a fila de transplantes. Deveriam ser mantidos critérios rígidos e democráticos, como os estabelecidos durante a gestão do ex-ministro José Serra. O tucano tornou o país referência mundial em qualidade no setor", constatou o parlamentar. Ontem, os tucanos Eduardo Paes (RJ) e Rafael Guerra (MG) pediram à Mesa da Câmara que seja criada uma comissão externa para investigar as circunstâncias que provocaram a demissão do médico Daniel Tabak (leia nota ao lado). "Não podemos desmoralizar uma grande conquista da sociedade brasileira, adquirida com a participação de todo setor da saúde", explicou o líder. O líder tucano considerou o governo Lula uma "surpresa negativa", caracterizada pelo "fisiologismo, clientelismo e partidarização". "Temo que sejam jogados fora os princípios republicanos da ética e cidadania consolidados durante o governo FHC", alertou Jutahy Junior.

Senado vai convocar ministro da Saúde para explicar crise

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado vai convocar o ministro da Saúde, Humberto Costa, para dar explicações sobre o aparelhamento do Inca e a interferência política que o instituto estaria sofrendo para furar a fila de espera na realização de exames para transplantes. CPI - Segundo a presidente da CAS, senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), a comissão decidiu ouvir o ministro depois de tomar conhecimento do pedido de demissão do diretor do Centro de Transplantes de Medula Óssea do Inca, Daniel Tabak, um dos maiores especialistas do país nessa área. O ministro será ouvido após a convocação extraordinária.

A senadora não descartou a hipótese de pedir a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias que envolvem o Inca desde o início do governo Lula. "Os fatos relatados por Daniel Tabak são gravíssimos já que, segundo ele, o Hospital Português de Pernambuco, credenciado pelo Ministério da Saúde para realizar transplantes de medula, não teria condições para isso. Nós iremos convocar o ministro, os diretores do instituto e o doutor Tabak. Dependendo do resultado, devemos pedir a criação e a instalação de uma CPI para aprofundar as investigações", declarou Lúcia Vânia.

Luiz Carlos Hauly critica convocação extraordinária

O deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) considerou equivocada a convocação extraordinária do Congresso Nacional. "Essa medida leva à tese de que o presidente, do outro lado da rua, e seu partido, o PT, pretendem subjugar ainda mais o nosso Parlamento, manchando a nossa imagem." Segundo o tucano, as votações de proposições poderiam esperar o término do recesso parlamentar. "Não há necessidade desta indevida e desmoralizadora convocação. Lamento profundamente o equívoco do presidente Lula", criticou Hauly.

Pavan propõe medidas para aquecer o turismo

O vice-presidente da Subcomissão de Turismo do Senado Federal, senador Leonel Pavan (PSDB-SC), vai defender a aprovação de projeto de sua autoria para a criação do tíquete-viagem, a exemplo do que existe no setor de alimentação. Esse tíquete seria fornecido pelo empregador, que poderá abater 6% no Imposto de Renda. Na avaliação de Pavan, a medida vai incrementar o turismo. Outra iniciativa apoiada pelo setor é a prorrogação das férias escolares, como ocorrerá neste ano em Balneário Camboriú (SC) pela primeira vez. Em SP, principal estado mercado emissor de turistas, as aulas começam em fevereiro, o que reduz a temporada de verão.

Fogo Amigo

"Não podemos utilizar números para enganar ninguém. Há 10 milhões de brasileiros desempregados, alimentando a fila dos que esperam pelo Fome Zero, programa que está caminhando lentíssimamente para o nosso gosto."

- Deputado Francisco Turra (PP-RS), que cobrou "sinceridade e humildade" do governo na divulgação de números da economia. O parlamentar governista acusou o Planalto de "ofender a inteligên-cia do povo brasileiro" ao fazer "um verdadeiro carnaval" com o pífio desempenho do setor produtivo.

PSDB

 
4504
Loading. Please wait...

Fotos popular