Pravda.ru

Notícias » Brasil


Babá faz balanço da Marcha

20.08.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

No dia 17 de março mais de 20 mil manifestantes estiveram em Brasília para protestar contra a Corrupção, as reformas neoliberais e a política econômica do Governo Lula.

Esta vitoriosa manifestação unitária contou com a participação do P-SOL e de várias entidades nacionais, como a Conlutas e importante Sindicatos como o Andes-SN, e entidades estudantis e populares, além de diversos partidos políticos, como PSTU, PCB, PPS e PDT.

As milhares de pessoas, que se reuniram em torno do Palácio do Planalto, entoaram a bandeira de "Fora Todos os Corruptos" e cantavam palavras de ordem, como: "Lula, que papelão, rouba do povo para pagar o mensalão"!. Sem dúvida alguma, esta manifestação foi um importante marco na luta daqueles que não se acovardaram, demonstrando a insatisfação de milhares de trabalhadores e jovens com este "mar de lama" que está afundando o governo, o congresso, o PT e todo o sistema vigente.

Este ato superou em muito as expectativas, sendo maior em número de participantes, comparado ao ato governista organizado pela CUT, UNE e MST - que mesmo com o apoio político e financeiro do governo, contaram com pouco mais de 6000 pessoas. A clara opção do Governo Lula e da cúpula petista de adesão inquestionável ao neoliberalismo, transformou as velhas lideranças da esquerda e dos movimentos sociais em agentes de um governo que tem cometido o maior estelionato da história de nosso país.

Ao longo do trajeto da passeata do dia 17, os manifestantes carregavam malas e cuecas cheias de dinheiro e cartazes chamando Lula e o PT de traidores e pediam cadeia para todos os corruptos. A manifestação foi encerrada com a fala da senadora Heloísa Helena, do P-SOL, que defendeu a realização de um plebiscito e a antecipação das eleições. "O povo é que vai tirar o Lula e esse congresso apodrecido do poder", reiterou a senadora.

Por isso, parabenizamos todos os lutadores, as entidades e os partidos de esquerda que estiveram presentes nesta mobilização. Sem dúvida o ato do dia 17 foi um grande fato que dividiu águas, demostrando que, hoje, os que estão dispostos a organizar a luta contra o governo e a corrupção, crescem a cada dia e não aceitam as mentiras da cúpula palaciana. Hoje, mais do que nunca, existe disposição de luta de milhares de trabalhadores e de jovens que não aceitam se curvar diante da roubalheira instalada no país.

É preciso fortalecer a unidade da oposição de esquerda em torno da luta contra a corrupção. Esta é a única maneira de impedir qualquer tipo de "acordão" que estão tentando arquitetar o PT, PMDB, PFL e PSDB, para salvar esta democracia dos ricos. Devemos exigir a punição de todos os corruptos e corruptores, que se apurem toda a roubalheira, desde a compra de votos dos Deputados, o conhecido "mensalão", até os espúrios esquemas de caixa dois, arquitetados por Delúbio, Marcos Valério e companhia.

Mas é preciso ainda, que a população brasileira tome em suas mãos os destinos deste Congresso e deste governo. O povo é quem tem que decidir. Por isso, junto com impulsionar a mobilização para exigir a apuração e a punição de TODOS os corruptos e a revogação de todas as reformas neoliberais, defendemos a realização de um plebiscito revogatório, onde o povo decida, pois este Congresso envolvido no mensalão não tem moral nem legitimidade para decidir nada, muito menos para realizar para realizar o impeachment. Desde de nossa trincheira vamos defender no Plebiscito, o fim do mandato de todos os políticos e a convocatória imediata de novas eleições. Mas para isso é necessário darmos continuidade às mobilizações, a exemplo do dia 17 de agosto, a partir de calendários de lutas, organizados de forma unitária em todos os estados.

Deputado Babá

 
3820
Loading. Please wait...

Fotos popular