Pravda.ru

Notícias » Brasil


Lula disse que ministro Edson Santos era marcado por felicidade e tristeza

20.02.2008 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Lula disse que ministro Edson Santos era marcado por felicidade e tristeza

Nesta quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em tom emocionado, disse que a posse do novo ministro Edson Santos (Igualdade Racial) era marcada por felicidade e tristeza. Santos substitui Matilde Ribeiro que pediu demissão no dia 1º após confirmar irregularidades no uso do cartão corporativo do governo. Com elogios à ex-ministra, Lula disse que ela é inocente e continuará sendo sua "companheira Matilde", segundo a Folha Online.

"Matilde sai do governo sem ter cometido nenhum crime. Teve apenas falhas administrativas. Em uma conversa muito franca com ela, eu disse que não compensava ficar em um cargo para ser massacrada, como ela estava sendo. Minha companheira Matilde, que continua sendo a minha companheira de Santo André", afirmou Lula durante a cerimônia de posse de Santos, no Palácio do Planalto.

Na cerimônia, o presidente assinou a edição de uma MP (medida provisória) que transforma a Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial em ministério. "[Este é um momento de] felicidade de um lado e tristeza do outro. Felicidade pelo o que entra [Edson Santos] e tristeza pelo o que sai [Matilde]", disse Lula.

Citando Matilde várias vezes, o presidente apelou para o novo ministro atender um pleito seu: construir uma ponte em um quilombo no Vale do Ribeira (SP).

Segundo Lula, a ex-ministra viajou muito e Santos deveria fazer o mesmo. "Não se preocupe com as críticas de que vai viajar muito. Você vai ver que tem muito mais negros e marginalizados do que você conheceu na sua vida. E tem que visitar porque nós queremos legalizar quantos quilombos forem necessários", afirmou o presidente. "A gente tem que evitar cometer erros para fazer as coisas de forma mais aprimorada."

Lula sugeriu que Santos ouça mais do que fale. Ele recomendou ainda que o novo ministro se esquive das brigas que envolvem os movimentos negros no país. "Geralmente quando a gente chega ao governo, a gente aprende mais a ouvir do que falar. Essa sabedoria pode te ajudar a achar o denominador comum", disse o presidente.

Bem-humorado, o presidente brincou com o time de Santos, que é vascaíno. "Isso é uma pena, mas sempre é tempo de mudar", disse Lula, que é corintiano.

 
2441
Loading. Please wait...

Fotos popular