Pravda.ru

Notícias » Brasil


A Voz da Oposição

19.12.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Em reunião realizada ontem em Brasília, ficou decidido que Canoas (RS) será a primeira cidade a ser visitada pelos integrantes da comissão criada para prestar assistência aos candidatos do partido em todo o país. No próximo dia 22, às 20 h, o prefeito tucano Marcos Ronchetti será lançado à reeleição. O presidente do PSDB, José Serra, e o coordenador da comissão, senador Leonel Pavan (SC), participarão do ato.

ELEIÇÕES - Durante os meses de janeiro e fevereiro, a comissão enviará aos diretórios regionais do PSDB questionário para coletar informações sobre o quadro político regional e eventuais dificuldades enfrentadas nos estados. Em março, eles serão chamados para reunião em Brasília com os integrantes da comissão, a fim de acertar os detalhes sobre as estratégias para as eleições do próximo ano.

Além dessas ações de articulação política, Serra destacou ontem a importância da unificação do discurso do PSDB e a da preparação dos candidatos. Dentro dessa proposta, o partido vai elaborar manuais para os tucanos que disputarão os cargos de vereador e prefeito.

Haverá ainda um programa de governo comum destinados às prefeituras e a unificação do projeto gráfico do PSDB. A próxima reunião da Executiva Nacional está marcada para 20 de janeiro, em Brasília.

O adeus ao tucano José Richa, fundador do PSDB

O PSDB está de luto. Morreu ontem de madrugada, em São Paulo, o ex-presidente tucano e um dos fundadores do partido, José Richa. Internado desde o mês passado no Hospital do Coração de São Paulo, o ex-senador faleceu às 0h10 da última quarta-feira, vítima de complicações pulmonares. Por iniciativa do PSDB, o plenário do Senado prestou homenagem ao fundador da legenda.

DIRETAS JÁ-"Richa foi o principal animador do PSDB, exercendo um papel fundamental para agregar o grupo que fundou o partido há 15 anos. Ele fará uma falta enorme no cenário político brasileiro", declarou o presidente do PSDB, José Serra. Pai do vice-prefeito de Curitiba e presidente do PSDB no Paraná, Beto Richa, o tucano ocupou por duas vezes os cargos de deputado federal e senador. Também foi prefeito de Londrina e o primeiro governador do Paraná eleito em 1982 por meio de eleição direta depois do regime militar.

José Richa teve ainda intensa participação no movimento das Diretas Já, que deu início ao processo de redemocratização do país.

Fluminense de Fidélis, o ex-presidente do PSDB tinha 69 anos e era formado em Odontologia pela Universidade Federal do Paraná. Líder estudantil, Richa foi ainda presidente da União Paranaense dos Estudantes (UPE) no biênio 1957/58.

Oposição evitou supremacia do pensamento único, diz Virgílio

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), disse que a oposição conseguiu evitar que o governo impusesse a figura do pensamento único. "Alteramos projetos substanciais e até compomos a perspectiva de uma possível verdadeira reforma tributária diante de um governo que só queria prorrogar a DRU e a CPMF", declarou.

CAPOTAMENTO - "O governo chegou com cara de onipotente, porque venceu a eleição de maneira brilhante e achava que podia tudo. Nós acabamos mostrando que, com a oposição existente, o governo podia muito, mas não podia tudo. Fomos provando para eles que aqui no Senado nada passa sem nosso aval, sem nossa anuência, porque a correlação de forças não é assim tão desfavorável às oposições. Temos peso para dizer ao governo que aqui tem de haver consensos", afirmou Virgílio.

O líder classificou como"criminosas" as medidas políticas tomadas pelo governo do PT nesse primeiro ano de Planalto, que ele chamou de "arrocho tributário". "São medidas criminosas em relação a 2005 e 2006. Essa ganância, esse arrocho tributário, fará capotar a economia nesses dois anos", concluiu.

Maioridade penal

O deputado Leo Alcântara (PSDB-CE) disse ontem estar preocupado com uma eventual redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. "A fixação da idade em 18 anos vem se revelando como uma adequada solução de política criminal. O que falta é a efetiva implementação das medidas sócio-educativas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente."

FHC supera Lula em aprovação popular

O primeiro ano de mandato do ex-presidente FHC foi melhor avaliado que o do governo Lula. Em dezembro de 1995, FHC obteve 43% de aprovação. Agora a pesquisa do Ibope divulgada ontem pela CNI revelou que Lula tem a aprovação de 41% da população. E mais: a avaliação ótima e boa do governo Lula caiu de 45% em setembro para 41% em dezembro. Em março, o índice de aprovação era de 62%. A pesquisa já aponta também o "efeito Berzoini": a maior queda de aprovação foi entre pessoas com mais de 50 anos - de oito pontos percentuais.

Pannunzio pede informações sobre viagens do presidente

O deputado Antonio Carlos Pannunzio (PSDB-SP) pediu ontem informações ao ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, sobre a última viagem do presidente Lula ao Oriente Médio e ao norte da África. O tucano quer mais detalhes sobre a delegação que acompanhou o presidente durante a missão oficial. "Os jornais noticiaram que Lula levou vários amigos e fez declarações pomposas. Em nome da transparência, da impessoalidade e, sobretudo, do direito à informação que tem a sociedade brasileira, quero informações sobre a finalidade, quais os integrantes da comitiva e os resultados, se é que obtivemos algum", pontuou.

Fogo Amigo

"Frente às contradições e à perplexidade com que as políticas governamentais foram adotadas, contrariando toda a trajetória do PT, essa medida de força traumática mostra o receio de enfrentar o verdadeiro debate político. Ela é ultra-autoritária e as seqüelas que esse tipo de atitude deixa no partido só poderão ser medidas com o tempo. Mas terão um preço alto, certamente"

- Deputado Ivan Valente (PT-SP), ao comentar a expulsão dos chamados "radicais" do partido.

PSDB

 
6086
Loading. Please wait...

Fotos popular