Pravda.ru

Notícias » Brasil


Emprego tem maior crescimento desde 1992

18.05.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

No programa, Lula falou sobre dois programas de capacitação profissional e trabalho voltado para os jovens: o Primeiro Emprego, que está sendo reformulado, e o Soldado Cidadão, em que o governo vai capacitar 30 mil jovens durante o serviço militar. Veja abaixo a entrevista do presidente.

Presidente, o emprego continua sendo uma grande necessidade. O governo mudou as regras do programa Primeiro Emprego. E agora também está lançando o Soldado Cidadão. Qual é o objetivo desse programa?

Lula - Eu tenho demonstrado nesses 16 meses de governo uma preocupação com os problemas que a juventude brasileira vive hoje, seja o problema do desemprego, seja o problema da educação e seja o problema da desagregação da estrutura familiar em função da situação econômica difícil que as famílias estão passando. Nós estamos gerando empregos, porque a economia começou a crescer: só pra você ter uma idéia, de janeiro a março deste ano, segundo o Ministério do Trabalho, nós tivemos um crescimento de 347 mil novos empregos gerados, com carteira profissional assinada. Dois terços destes empregos estão sendo gerados no interior, e o mais importante é que esses 347 mil empregos gerados de janeiro a março deste ano é o maior número de empregos gerados desde 1992.

Presidente, só para esclarecer o ouvinte: este é o melhor resultado trimestral desde a criação do CAGED, em 92, que é este cadastro que mede a diferença entre o número de trabalhadores contratados e os demitidos. O que esse saldo positivo de emprego significa na prática na economia brasileira?

Lula - Isso significa que a economia está crescendo, significa que vamos gerar uma parte dos empregos que nós precisamos, mas é pouco diante da quantidade de jovens que precisam trabalhar. É por isso que nós estamos mandando para o Congresso Nacional mudanças na legislação do Primeiro Emprego para facilitar com que um empresário contrate um jovem para trabalhar, mas ao mesmo garantindo que ele continue a estudar.

E estamos fazendo um programa que eu acho que é um programa excepcional: nós decidimos no governo que as Forças Armadas brasileiras vão recrutar, dos jovens que se alistaram, 30 mil jovens a mais, e vão dar uma formação profissional para esses jovens em convênio com o SESC, SESI, SENAI, para que esse jovem, além de servir às Forças Armadas brasileiras, além de aprender um pouco de civismo, ele vai aprender uma profissão, pra que quando ele deixar as Forças Armadas ele possa, com a sua carteira profissional, com o seu diploma que ele vai receber, ele possa arrumar um emprego e viver condignamente sustentando a sua família.

Eu sei que esse é um problema importante porque, no seio da família brasileira, quando um casal tem um filho de 18 anos, 19 anos, desempregado, termina sendo uma tormenta para o pai ou para a mãe porque ficam angustiados, querendo que o filho trabalhe. E nós então vamos, através das Forças Armadas brasileira, criar esta grande oportunidade e vamos escolher sobretudo jovens das grandes regiões metropolitanas, das grandes cidades brasileiras, porque é exatamente nas grandes cidades que tem o maior número de desemprego e é exatamente nas grandes cidades que os jovens ficam mais vulneráveis aos marginais, ficam muito mais vulneráveis aos traficantes de droga e nós queremos dar uma oportunidade para estes jovens, sobretudo dar uma oportunidade para a família brasileira, pra que os pais possam dormir tranqüilos, porque o seu filho está não apenas trabalhando, mas também está servindo às Forças Armadas e também está aprendendo uma profissão.

Vai ser uma experiência excepcional e, dependendo do sucesso deste ano, que vai começar em agosto, nós, o ano que vem, certamente vamos ter muito mais jovens aprendendo esta profissão e servindo às Forças Armadas brasileiras. Eu estou certo que esse programa será um programa bem-recebido pela família brasileira, será bem-recebido pelos pais que têm filhos e que moram nas grandes periferias das grandes cidades, porque nós estamos dando uma oportunidade para que seu filho não possa andar do lado errado, para que seu filho não possa ser prejudicado pela violência, para que seu filho não seja vítima do narcotráfico, mas para que seu filho seja um cidadão, consciente politicamente, formado profissionalmente e que possa ajudar no sustento da família.

Além da formação militar, então, esses jovens vão ter uma especialização, vão aprender uma profissão.

Lula - Eu acho importante que ... Minha mãe dizia sempre: é preciso formar o homem, dar pra ele noção de responsabilidade, noção de hierarquia, noção de civismo, aprender a gostar do seu país, aprender a gostar da sua cidade, do seu estado, do seu povo, da sua família. Esse Soldado Cidadão tem esse objetivo, é efetivamente dar ao jovem brasileiro uma grande oportunidade. E, se Deus quiser, nós vamos fazer muito mais porque nós precisamos gerar empregos e formar bem a nossa juventude porque a nossa juventude será o Brasil de amanhã.

Agora o senhor está embarcando para uma longa viagem para a China.

Lula - Eu espero que o nosso próximo programa seja feito diretamente de Pequim ou de Xangai...

Com boas notícias...

Lula - Com boas notícias para o Brasil, porque eu acho que esta viagem será a grande viagem do governo brasileiro para fazer grandes negócios, não apenas para aumentar a nossa relação comercial com a China, mas para que empresas brasileiras e empresas chinesas possam fazer parcerias e termos investimentos aqui e lá. Esta viagem é tão importante que já tem inscritos 412 empresários pra fazer esta viagem. Demonstra a certeza que tem o governo brasileiro e os empresários brasileiros de que esta parceria estratégica que vamos fazer com a China, ela pode ser muito importante para a economia brasileira.

Partido dos Trabalhadores

 
6104
Loading. Please wait...

Fotos popular