Pravda.ru

Notícias » Brasil


Genro desmaiou na ceremônia de lançamento do corredor bioceânico

17.12.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Genro desmaiou na ceremônia de lançamento do corredor bioceânico


Os presidentes da Bolívia, Evo Morales, do Chile, Michelle Bachelet, e do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, firmaram neste domingo um acordo sobre o lançamento do corredor bioceânico que unirá o Atlântico e o Pacífico, com o qual pretendem consolidar uma integração sul-americana e o desenvolvimento de seus povos, informa BBC Brasil.

Os presidentes firmaram um memorando de entendimento e emitiram a "Declaração da Paz", na qual fixam os propósitos da consolidação da imensa estrada bioceânica que deve estar pronta no final do primeiro semestre de 2008.

"Não é apenas um abraço de irmandade e solidariedade, é avançar na verdadeira integração dos países da região", afirmou a presidente chilena, ao expressar seu desejo de que o empreendimento consiga uma vida melhor para todos os países da América do Sul.

Segundo o documento, o Chile se comprometeu a um investimento de 36 milhões de dólares para obras de ampliação e melhoria da estrada que une o porto de Iquique com a Bolívia e outros 56 milhões para melhorar e pavimentar outros pequenos trechos em seu território.

 Durante a ceremônia o ministro da Justiça, Tarso Genro, desmaiou. Ele estava sentado na primeira fila ao lado de outras autoridades brasileiras quando teve uma queda de pressão e caiu no chão.

O ministro foi atendido no local pelo médico da presidência, Cléber Araújo, que inicialmente aplicou massagem cardíaca e depois colocou uma máscara de oxigênio no nariz do ministro.
"Ele teve uma queda de pressão, isso é comum aqui nas alturas. Mas já se recuperou, está sentado, conversando e logo deve ir para o hotel", afirmou o médico cerca de meia hora depois de atender o ministro.

Ele disse que o Tarso Genro não precisaria ir ao hospital e que nesta segunda-feira participaria normalmente das atividades previstas na visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a La Paz. Mas cerca de uma hora depois, o ministro foi levado a um hospital de La Paz, de acordo com a Presidência, apenas para verificar que de fato não teve nada mais grave.

La Paz fica a 3.600 metros acima do nível do mar, e a falta de oxigênio geralmente provoca tontura e dor de cabeça nos visitantes, especialmente nos primeiros dias. A comitiva presidencial havia chegado à cidade pouco mais de duas horas antes.

No momento da queda, o presidente boliviano Evo Morales discursava e a primeira pessoa a correr em direção ao ministro foi a presidente chilena Michelle Bachelet, que é médica. Quando o médico da Presidência começou a atender o ministro, ela retornou ao seu lugar.
O presidente Morales interrompeu seu discurso enquanto Genro era atendido, mas quando o ministro foi levado de maca para uma sala ao lado retomou sem explicar o que havia acontecido.
A segurança do palácio tentou evitar que a imprensa filmasse o ministro sendo atendido.

 
3047
Loading. Please wait...

Fotos popular