Pravda.ru

Notícias » Brasil


O caso Olivério Medina

17.10.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

No dia 14 de outubro, ocorreu no auditório da Apeoesp, sindicato dos professores do Estado de São Paulo, um representativo ato político pela Libertação de Olivério Medina, membro da Comissão Internacional das FARC no Brasil, preso político do governo Lula.

Na mesa do ato no Auditório da Apeoesp, João Zafalão (pelo PSTU e direção da Apeoesp), Paulo Barsotti (Espaço Marx), Wiliam Ferreira (representando a LBI e membro da Oposição Bancária/SP) intervindo e, Ruy Polly (pela dir. nac. do PSOL)

O ato foi organizado pelo Comitê pela Libertação de Olivério de São Paulo, composto pela Liga Bolchevique Internacionalista, Espaço Marx, pelo mandato do Vereador Albertão do PSOL de Guarulhos, Coletivo Contra a Tortura, PSTU, PCML e PCB. Além destas organizações, estiveram presentes o Jornal Palavra Latina, o Comitê estadual contra a ALCA, Movimento Sem Teto Comunas Urbanas, Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos (CEBRASPO), Sindicato dos Condutores de Americana/SP, a Oposição Alternativa da Apeoesp e a Oposição Bancária de São Paulo.

No ato, os membros do Comitê que visitaram recentemente Olivério na prisão informaram de que sua transferência da Polícia Federal de São Paulo para a sede da PF em Brasília piorou suas condições de detenção e dificultou a visitação ao companheiro preso há exatos 50 dias. Este fato, aliado a que o STF acatou o pedido de extradição feito pelo governo fascistóide da Colômbia, incorrendo em várias transgressões notórias contra a própria legislação burguesa brasileira (a petição para sua detenção por parte do governo Colombiano partiu de uma fiscalia, uma espécie de promotoria, quando deveria partir de um juiz), o fato de Olivério ter mulher e filha brasileiras, etc., apontam que o governo Lula está determinado a extraditá-lo como prova de obediência canina as ordens do imperialismo ianque. A prisão de Olivério e o isolamento das FARC fazem parte da política ianque para, apoiando-se em seus títeres como Uribe e Lula, eliminar toda e qualquer resistência dos povos latino americanos à recolonização do continente.

Em sua intervenção, o porta-voz da LBI, Wiliam Ferreira, destacou que o principal governante do imperialismo mundial, Bush, que foi presenteado pelo governo lacaio brasileiro com a prisão do ativista das FARC, estará no Brasil no dia 06 de novembro participando de um churrasco na residência presidencial a convite do lambe-botas Lula. Wiliam apresentou a proposta de somar a campanha que já está sendo feita no conjunto do movimento de massas, sindicatos, DCE´s, dos abaixo-assinados, moções aprovadas em assembléias de trabalhadores, etc. a necessidade de colar a luta pela libertação de Olivério a da expulsão do imperialismo da América Latina, aproveitando politicamente a oportunidade da passagem do carniceiro pelo Brasil, para realizar um grande e combativo ato nacional em Brasília de repúdio a Bush e ao principal executor de sua política no país, o governo Lula.

São Paulo, 14 de outubro de 2005

 
3038
Loading. Please wait...

Fotos popular