Pravda.ru

Notícias » Brasil


Jandira Feghali

16.04.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Os parlamentares solicitaram do Ministro uma atitude dura e firme contra o estado de guerra que o tráfico de drogas impôs aos moradores do Rio.

“Segurança não se resolve com marketing ou ações espasmódicas. O combate à violência e ao tráfico tem que ser pautado pela seriedade” declarou Jandira.

Para Jandira “precisamos sim, libertar os moradores das comunidades do jugo dos traficantes, recuperando a soberania plena do território urbano, integrar os três níveis de poder para somar e não desgastar, inundar as comunidades com políticas sociais, integrar projetos educacionais e culturais, investindo pesadamente para a geração de emprego e renda e contando com a presença permanente da polícia. Assim como a Polícia Federal precisa ser o instrumento federal em metrópoles com o grau de conflagração que hoje temos. É preciso ter coragem para estabelecer um “novo Tratado” que traga segurança ao povo carioca, que devolva nossa cidade ao seu povo”.

Comissão da Mulher debate consumo do álcool e tabaco

Atendendo a requerimento da deputada Jandira Feghali a Comissão Especial da Mulher ouviu em audiência pública Dr. José Mauro Braz de Lima (Diretor do Hospital São Francisco de Assis HESFA/UFRJ e coordenador do Núcleo de Ensino e pesquisa Transdisciplinar de Álcool e Drogas) e a Dr.ª Gulnar Azevedo e Silva Mendonça (Coordenadora de Prevenção e Vigilância INCA/MS). Os dados apresentados são alarmantes. De acordo com o Dr. José Mauro o consumo de álcool e drogas é um problema de saúde pública que precisa urgentemente ser enfrentado. Ele afirmou que o efeito do uso de álcool na gravidez resulta na Síndrome Alcoólica Fetal, ressaltando que não é necessária a ingestão excessiva para provocar alterações no cérebro do feto. Dados de pesquisas realizadas na França apontam que o consumo de álcool durante a gravidez é o primeiro responsável pela incidência de deficiências cognitivas.

Quanto à questão do tabaco dados apresentados pela Dr.ª Gulnar demonstram que a mulher fumante tem uma chance 40% menor de engravidar em cada ciclo, além de apresentar maior risco de malformação fetal e afetar a produção de leite. Ressaltou ainda que o câncer de pulmão já é a primeira cauda de morte de mulheres nos EUA e a segunda no Brasil (aqui só perde para o câncer de mama). A Dr.ª Gulnar lembrou que 102 países já assinaram a Convenção Quadro para o Controle de Tabaco, inclusive o Brasil, mas apenas 9 países o ratificaram. Ela fez um apelo aos parlamentares para que agilizem a tramitação da Convenção, que aguarda instalação de uma Comissão Especial, uma vez que o tratado só entrará em vigor após a 40.ª ratificação. O Brasil seria o 10.º país a ratificá-la.

Jandira se prontificou a agendar uma reunião da Comissão Especial da Mulher e a Frente Parlamentar da Saúde com o presidente da Câmara dos Deputados, deputado João Paulo Cunha, para solicitar urgência na tramitação do processo de ratificação da Convenção Quadro. Também sugeriu a produção de um material de divulgação: “Os jovens brasileiros bebem cerveja por considerarem uma bebida leve, mas os dados apresentados dão conta que a dosagem de álcool puro em um copo de cerveja, uma taça de vinho ou uma dose de whisky é exatamente a mesma. O consumo vem crescendo assustadoramente sem que a população seja devidamente informada dos males do consumo. Há 5 anos atrás o consumo de cerveja no Brasil era de 5 bilhões de litros; hoje é de 11 bilhões de litros.”

Setor Elétrico

Em recente audiência com o ministro da Ariculação Política, Aldo Rebelo, Jandira solicitou a intensificação das mediações no sentido de conquistar a decisão política do Governo Federal em favor da construção da Usina de Angra III.

Para Jandira “a energia nuclear é estratégica para o país e joga importante papel na equalização da demanda e oferta para o mercado brasileiro. Dentro desta lógica, a conclusão de Angra III é fundamental para o país”

Presidente olhai por nós

Na edição do dia 10/04, o Jornal do Brasil publicou um artigo de autoria da historiadora Isabel Lustosa da Casa de Rui Barbosa, em que ela comenta o centenário da Avenida Rio Branco e o presente que o Rio merecia ganhar neste ano. Leia a íntegra do artigo no site www.jandira.org.br.

Ouça Jandira Feghali · As quartas-feiras, às 8:00h, no Programa Faixa Livre na Rádio Guanabara AM 1360khz Rio de Janeiro

Jornalista Responsável Gustavo Alves MTb 02873

 
4599
Loading. Please wait...

Fotos popular