Pravda.ru

Notícias » Brasil


Espírito Santo de olho na China

16.01.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Em novembro do ano passado o Governador Paulo Hartung iniciou um roteiro de visitas a países e regiões que, no contexto dos investimentos nacionais e internacionais, pudessem se revelar parceiros do Espírito Santo no ciclopico processo de afirmação e desenvolvimento que o Estado oferece como uma das mais viáveis e objetivas opções no Brasil para grandes investidores.

Na primeira viagem, ainda em atenção a um convite especial do Presidente Luiz Ignácio Lula da Silva, o Governador Paulo Hartung e a comitiva de empresários capixabas, trataram no Japão com seus tradicionais grupos de investimento, opções voltadas para a implantação de um gasoduto, de uma refinaria, além de apontar na direção de outros projetos na área de infraestrutura, papel, celulose, mármore e granito, setor ferroviário, fruticultura e ampliação das perspectivas de utilização do etanol.

Dentro do mesmo espírito de promoção e reconhecimento direto dos setores mais influentes no Oriente Médio, também o Espírito Santo participou, ao lado da comitiva presidencial, de importantes contatos, abrindo um leque de negócios e viabilizando novos canais de comercialização, aspecto este, encarado como uma atuação direta e objetiva do Governador Paulo Hartung, devidamente respaldado pelas potencialidades da cadeia produtiva estadual , quebrando um velho comportamento do passado, quando o Estado se plantava como mero expectador. Hoje, o Estado é ação, tem projetos, tem potencial e tem a coragem de ir aos mercados mundiais e ao ciclo dos grandes investidores, com uma regalada cesta de bons investimentos e oportunidades sérias.

Dando sustentação ao seu projeto de promoção e captação de parceiros internacionais, o Estado também se afirma em termos externos, como uma unidade que pode apresentar, como acaba de acontecer, projetos liderados por 74 das melhores e mais viáveis empresas do país, representando neste início de ano, investimentos globais da ordem de 6,9 bilhões de reais, responsáveis que serão pela criação de 23 mil novos empregos.

Compreende-se, portanto, a importância que a logística estadual e a sua legislação de incentivos – redução de ICMS, crédito presumido nas operações interestaduais de até 70% do valor dos impostos e redução da base de cálculo nas operações internas também em até 70%. Ao lado dos incentivos, o Estado através do Banco de Desenvolvimento e das demais linhas federais de financiamento que o atinge e beneficiam reúne excepcionais condições de sustentação dos investimentos.

O Estado somente na área de petróleo – já ocupa a posição de segunda reserva do país , com 4 bilhões de barris – deverá receber nos próximos cinco anos investimentos da ordem de 13 bilhões de reais. E, ao lado do petróleo , o Estado possui hoje a terceira maior reserva de gás natural do país, contribuindo, sem dúvida, para um reexame da própria matriz energética nacional.

Sustentado pelo sucesso das ultimas visitas e reuniões com investidores e autoridades internacionais, o Governador Paulo Hartung já programou para este primeiro semestre uma viagem à China, levando uma comitiva preparada para fazer parcerias e bons negócios e, depois à Índia , liderando pela primeira vez na história do Estado um a presença voltada para o amanhã.

Voltando-se para a China, o Governador Paulo Hartung programa uma visita somente com empresários capixabas, visando dar um incremento rápido e eficiente às relações comerciais, inclusive priorizando o setor de construção naval e a tentativa de conseguir firmar parcerias para a implantação de uma fábrica de vagões ferroviários, setores sustentados pela força do complexo portuário estadual e pela sua viabilidade, já que é considerado o maior da américa latina, e reconhecido como um dos mais eficientes do país e, também, pela malha ferroviária de altíssima qualidade que liga o Estado ao planalto central e ao sul do país, no centro de uma área de influência que supera mil quilômetros e que detém 75% da riqueza nacional. Encarando grandes horizontes, o Espírito Santo está voltado para os desafios do futuro. E, no Espírito Santo o futuro já chegou.

J.C.Monjardim Cavalcanti (jcrepres@ebrnet.com.br)

 
4261
Loading. Please wait...

Fotos popular