Pravda.ru

Notícias » Brasil


REGATA ROTA DO AÇO

10.03.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O Espírito Santo tem se afirmado no cenário dos esportes náuticos e nas competições esportivas de praia como um dos mais importantes pólos, em termos de regatas, campeonatos de pesca oceânica, regatas internas, competições nacionais e internacionais de beach soccer, vôlei de praia e triatlon, num roteiro de larga repercussão turística e de inegável padrão de desempenho esportivo e técnico.

Tivemos oportunidade de focalizar neste espaço, em fevereiro, a realização da Regata Vitória-Ilha da Trindade, competição que reuniu representações de vários Estados e, sobretudo, competidores internacionais no volume de participações que atingiu nada menos do que 26 iates, competição esta vencida pela tripulação do Iate SORSA, sob o comando do velejador Eduardo Penido, que bateu o recorde da prova, realizando o circuito das 1.200 milhas náuticas em apenas quatro dias. A Duração média da regata, ida e volta, é feita em oito dias , cobrindo um dos mais lindos cenários da costa brasileira. Hoje esta competição integra o calendário náutico oficial brasileiro, sob a supervisão regional da Federação Capixaba de Iatismo, presidida pelo desportista Fernando Jacques Teubner Júnior e, nacional, pela Federação Brasileira de Vela e Motor e a Associação Brasileira de Veleiros de Oceano.

Da mesma forma está sendo realizada, com partida de Vitória, píer de Camburi, com a participação de 39 iates, sendo sete deles representando o Espírito Santo, a Regata de Vela Oceânica Rota do Aço, que vai até São Francisco do Sul, em Santa Catarina e aparece como ponto alto da inauguração da Usina de Transformação de Aço Vega do Sul, com a presença do Presidente Luiz Ignácio Lula da Silva.

A competição – de Vitória (Espírito Santo) a São Francisco do Sul (Santa Catarina) – representa uma prova de 634 milhas náuticas e está dividida em quatro classes de participantes: IMS / ORC / RGS / Bico de Proa e Multicasco.

A importância da competição reside no fato de que ela inaugura, também a rota das bobinas de aço produzidas pela Companhia Siderúrgica de Tubarão (CST) e que serão levadas para a usina de Aço da Vega do Sul.

Os grandes grupos siderúrgicos associados, sob representação da CST, Arcelor, Vega do Sul e Norsul, esta responsável pelo futuro sistema de transporte marítimo das bobinas emprestam total apoio à regata, inclusive patrocinando larga parcela das despesas dos competidores.

Esta competição tem como característica a participação de barcos com medida igual ou superior a 30 pés e será disputada em três etapas. Saindo no dia 6 de março último, a primeira etapa da regata cumprirá 260 milhas náuticas entre Vitória e Rio de Janeiro; a segunda etapa cobrirá o percurso de 365 milhas náuticas até o Capri Iate Clube, em São Francisco do Sul , em Santa Catarina a daí até o porto do centro da cidade, representando 09 milhas náuticas, quando é esperado o encerramento da competição, no dia 14 de março próximo.

A primeira edição desta grande regata representa um marco no calendário esportivo capixaba e nacional, principalmente registrado o fato de que ela integra o programa oficial de inauguração da Usina de Aço Vega do Sul.

O evento, portanto, em termos de competição náutica , pode ser considerado, ao lado da já famosa Regata Eldorado-Brasilis (percurso entre Vitória, - Trilha da Trindade-Vitória) como os grandes avalistas da importância do Espírito Santo no contexto das competições náuticas, por certo, despertando interesse de grandes esportistas e comandantes dos circuitos internacionais de vela e motor.

J.C.Monjardim Cavalcanti (jcrepres@ebrnet.com.br)

 
3739
Loading. Please wait...

Fotos popular