Pravda.ru

Notícias » Brasil


Nota da Secretaria de Finanças do PT

08.07.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

1) Banco BMG:

- Em 17/02/03, o PT solicitou empréstimo de R$ 2,4 milhões ao BMG. Foram avalistas o presidente do PT, José Genoino, o então secretário de Finanças e Planejamento, Delúbio Soares, e, como já foi informado pelo PT, o sr. Marcos Valério.

- No dia do último aditamento do contrato (21/02/05), o sr. Marcos Valério deixou de ser o avalista do contrato. Continuam avalistas, portanto, o presidente do PT e o secretário licenciado de Finanças e Planejamento.

- O último aditivo de Confissão de Dívida, no valor de R$ 2.901.168,00 vencerá dia 22/08/05. Nesta data, o PT deverá efetuar o pagamento do empréstimo junto ao BMG e também o pagamento do empréstimo do sr. Marcos Valério, no valor de R$ 351.508,20, acrescido de juros e correção monetária.

2) Banco Rural

- Em 14/05/03, o PT solicitou empréstimo de R$ 3 milhões junto ao Banco Rural. Foi avalista o então secretário de Finanças e Planejamento, Delúbio Soares. Como o banco exigiu mais um avalista, o sr. Marcos Valério concordou em nos dar essa garantia.

- Já na primeira renovação, o sr. Marcos Valério deixou de ser o avalista do contrato. No lugar dele, passou a assinar como avalista o presidente do PT, José Genoino. Os atuais avalistas, portanto, são o presidente e o secretário licenciado de Finanças e Planejamento do PT.

- Até a presente data, não houve amortização da dívida junto ao banco.

- A dívida está sendo rolada com renovação trimestral do contrato.

- O valor do crédito no dia 13/06 era R$ 6.040.000,00.

Banco do Brasil

O PT não solicitou empréstimo ao Banco do Brasil. O partido fez um leasing no valor de R$ 20 milhões para a aquisição de computadores e softwares. Os próprios computadores são a garantia do contrato de leasing. O PT também possui, com este banco, um crédito rotativo de R$ 3,5 milhões. Secretaria Nacional de Finanças e Planejamento

 
2190
Loading. Please wait...

Fotos popular