Pravda.ru

Notícias » Brasil


Um Banho de Petróleo

07.10.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Tem sido até difícil acompanhar o crescente volume de descobertas e informes oficiais sobre as novas jazidas de petróleo no Estado, dentro de uma viabilidade econômica que nos coloca bem próximos da primeira plataforma da produção nacional, ao lado da posição de liderança do Rio de Janeiro.

Estas notícias refletem um esforço realizado na busca de uma produção que assegure ao país sustentar, sem importações, seu próprio crescimento, o que já se advinha poderá acontecer até 2008/10, inclusive com uma profunda alteração na própria matriz energética brasileira.

Temos comentado, inclusive em termos internacionais, na imprensa, as imensas possibilidades do Espírito Santo dentro do contexto de uma planilha de investimentos que se assenta, sem competição, no leque de nossas inegáveis vantagens locacionais, sustentadas pelos complexos portuário, ferroviário, aeroviário, rodoviário, siderúrgico, agro-industrial, petroquímico e turístico, conjunto que coloca o Estado como a grande e mais viável fronteira da prosperidade nacional.

Desponta na última semana a confirmação oficial de que o Espírito Santo, em função da mais recente rodada de licitação realizada pela Agência Nacional de Petróleo, tem uma nova bacia petrolífera, próximo ao Campo de Golfinho, estimada em 15% do atual volume de reservas do país.

Cresce dentro da notícia a importância da descoberta pelo fato de representar um surgimento de mais de 1,8 milhões de barris BOE (óleo e gás) de excelente qualidade, já que consegue ser classificado em 40º API, uma excepcional referência econômica.

Ao lado desta nova configuração de reservas, a Petrobrás também acaba de anunciar a descoberta de uma nova jazida de petróleo em terra, no norte do Estado, em São Mateus, com potencial de 50 milhões de barris, com características especiais para a produção de lubrificantes.

Em função destes registros nasce também a perspectiva de que é possível antecipar, sob o comando da Petrobrás, a implantação de uma refinaria no Estado, com investimentos estimados em US$ 2 bilhões de dólares. Paralelamente também se mostram interessados pela refinaria vários grupos internacionais, sem a participação acionária da Petrobrás e que estão sendo avaliados.

A Petrobrás espera poder anunciar a descoberta até 2008 de mais 5 bilhões de BOE, para que fique dentro da relação reserva-produção programada para 2010, quando deverá estar extraindo 2,3 milhões de BOE por dia. Este fato se baseia na grande viabilidade exploratória das bacias do Espírito Santo e de Santos, em São Paulo.

Margeando estas perspectivas concretas de viabilidade o projeto do gasoduto Cacimbas-Vitória será iniciado ainda este ano e, na etapa seguinte, que deve ser iniciada em fevereiro/março do próximo ano, será construído o trecho Cabiúnas (Rio de Janeiro) a Vitória, segmento fundamental para viabilizar o esperado gasoduto Nordeste/Sudeste (Gasene).

Portanto, vale registrar que os investimentos básicos anunciados pela Petrobrás para o Estado, que são da ordem de R$ 18 bilhões para o período 2004/2010, poderão ser ampliados em função das novas descobertas e da afirmação de viabilidade que a empresa concede à produção e reserva do Estado.

É relevante destacar que no mesmo período, para o setor petrolífero do país, serão destinados R$ 53 bilhões, ficando o Espírito Santo com 35% do total dos investimentos programados pela empresa, o que o coloca na invejável posição de melhor parceiro da Petrobrás e do próprio desenvolvimento nacional.

O Espírito Santo merece este banho de petróleo. J.C.Monjardim Cavalcanti é jornalista

 
3737
Loading. Please wait...

Fotos popular