Pravda.ru

Notícias » Brasil


Boletim Eletrônico 29 (29 de setembro a 03 de outubro de 2003)

07.10.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Transgênicos I - Nossa deputada segue firme na luta contra a liberaçã dos transgênicos. Essa semana, Luciana assinou uma nota pública, junto com cerca de 40 deputados do PT, que pede "Não à medida provisória dos transgênicos".

Confira a nota na íntegra.

NOTA PÚBLICA - NÃO À MEDIDA PROVISÓRIA DOS TRANSGÊNICOS

Considerando que:

1 - a Medida Provisória 131, de 25 de setembro de 2003, foi editada dentro de uma lógica completamente contrária ao princípio da precaução, mundialmente aceito como um princípio fundamental na preservação ambiental, constante no Art. 225 da Constituição Federal, e na melhoria da qualidade de vida da população;

2 - a Medida Provisória 113, de 2003, (transformada na lei nº 10.688, de 2003), então editada para solucionar uma "situação dada", claramente proibiu o plantio de sementes geneticamente modificadas para as safras seguintes não havendo razões para alegar que o setor agrícola não tenha se preparado (não possuindo, portanto, sementes para plantar soja convencional neste ano);

3 - a exemplo da safra de 2002/2003, quando não houve qualquer tipo de controle, os órgãos federais responsáveis terão muitas dificuldades para fiscalizar, controlar e rotular a soja transgênica, representando ameaça de contaminação da produção brasileira da próxima safra;

4 - há um mercado ávido, a exemplo da China e dos países europeus, po= grãos e produtores derivados de plantios orgânicos ou convencionais, e a liberação do plantio de soja transgênica representará uma perda comparativa significativa diante de outros produtores, favorecendo os plantadores de soja transgênica principalmente dos EUA;

5 - a edição da MP 131 avaliza a lógica do "fato consumado" e o plantio ilegal, reforçando a posição daqueles que defendem os interesses da empresa multinacional (Monsanto) que controla as sementes geneticamente modificadas contra os interesses dos agricultores;

6 - o Partido dos Trabalhadores, como o principal partido da base aliada do Executivo Federal, elaborou uma nota pública em 1999 afirmando que "as dimensões éticas que envolvem, particularmente, os produtos transgênicos e a importância da matéria para o delineamento do futuro do país, recomendam a posição de absoluto desacordo e confronto da bancada para com a condução suspeita e irresponsável do governo FHC relativa à liberação desses produtos no Brasil, a 'toque de caixa' e sem o conhecimento científico dos riscos impostos à população e ao meio ambiente" (item 2 da nota);

7 - completamente diferente do espírito da MP 131, o programa de governo do candidato Lula, intitulado "Meio ambiente e qualidade de vida", foi bastante claro ao estabelecer o compromisso de: a) "assegurar a realização de uma avaliação ambiental estratégica, além dos estudos de impacto ambiental, aferindo os impactos do eventual ingresso do Brasil no grupo de nações que praticam cultivos com sementes transgênicas, bem como a intensificação da pesquisa científica, em especial quanto a avaliações exaustivas sobre impactos toxicológicos e socioeconômicos" e, b) "estabelecer ações integradas de controle, fiscalização e repressão a plantios clandestinos e ilegais no país" (pág. 28).

8 - no mesmo espírito do documento sobre meio ambiente, os documentos sobre segurança alimentar e de política agrária e agrícola reafirmam o compromisso do Governo Lula de "manter a moratória provisória na produção, comercialização e consumo dos produtos transgênicos, sem desprezar os investimentos públicos na pesquisa, até a definição do perfil do mercado desses produtos, e o conhecimento científico sobre os seus reais impactos na saúde humana e no meio ambiente" (documento "Vida digna no campo", p. 22).

Nós, parlamentares e entidades da sociedade civil, nos posicionamos contrários à MP 131 e à conseqüente liberação do plantio de soja transgênica. Exigimos a sua imediata revogação, restabelecendo como lógica governamental o princípio da precaução e o início imediato do debate com o conjunto da sociedade através da propositura de projeto de lei de biossegurança que deverá regulamentar esta matéria.

Brasília/DF, 1º de outubro de 2003.

Assinam esta Nota:

SENADORES

ANA JÚLIA CAREPA - PT/MA, FÁTIMA CLEIDE - PT/RO, GERALDO MESQUITA - PSBAC, HELOISA HELENA - PT/AL, IDELI SALVATI - PT/SC, JOÃO ALBERTO CAPIBERIBE - PSB/AP, ROBERTO SATURNINO - PT/RJ, SERYS SLHESSARENKO - PT/MT, SIBÁ MACHADO - PT/AC

DEPUTADOS FEDERAIS ADÃO PRETTO - PT /RS, ANN PONTES - PMDB/PA, ANSELMO - PT/RO, ANTONIO CARLOS BISCAIA - PT /RJ, ARY VANAZZI - PT /RS, ASSIS MIGUEL COUTO - PT/PR, CARLOS SANTANA - PT/RJ, CESAR MEDEIROS - PT/MG, CHICO ALENCAR - PT/RJ, DELEY - PV/RJ, DR. ROSINHA - PT /PR, DRA. CLAIR - PT /PR, EDSON DUARTE - PV/BA, FÁTIMA BEZERRA - PT/RN, FERNANDO GABEIRA - PT/RJ, GIVALDO CARIMBÃO - PS/AL, GUILHERME MENEZES - PT/BA, HAMILTON CASARA - PSDB/RO, HENRIQUE AFONSO - PT/AC, IARA BERNARDI - PT /SP, IVAN VALENTE - PT/SP, JANETE CAPIBERIBO - PSB/AP, JOÃO ALFREDO - PT /CE, JOÃO BATISTA ARAÚJO - BABÁ - PT/PA, JOÃO GRANDÃO - PT/MS, JOSÉ SARNEI FILHO - PV/MA, JOVINO CÂNDIDO - PV/SP, LEONARDO MATTOS - PV/MG, LUCIANA GENRO - PT/RS, LUCI CHOINACKI - PT /SC, LUCIANO ZICO - PT/SP, LUIZA ERONDINA - PSB/SP, LUIZ ALBERTO - PT /BA, MANINHA - PT/DF, MARCELO ORTIS - PV/SP, MAURO PASSOS - PT /SC, ORLANDO DESCONSI - PT/RS, ORLANDO FANTAZZINI - PT /SP, PAULO RUBEM SANTIAGO - PT/PE, ROBERTO GOUVEIA PT /SP, RONALDO VASCONCELOS - PTB/MG, SELMA SCHONS - PT /PR, SIMPLÍCIO MAC1RIO - PT/PI, TARCISIO ZIMMERMANN - PT /RS, VIGNATTI - PT /SC, WALTER PINHEIRO - PT /BA, WASNY DE ROURE - PT/DF

Transgênicos II - A iniciativa dos parlamentares atende à reivindicação dos movimentos sociais e organizações não-governamentais que entregaram um documento pedindo aos deputados que votem conta a MP 131 e contra a liberação dos transgênicos na agricultura brasileira. Solicitam, ainda, a realização de um plebiscito nacional sobre os transgênicos na alimentação humana. Assinam a nota MST, Contag, CPT, MAB, MPA, Fetraf, Sinpaf, Idec, CU Nacional, Inesc, ASPTA, ANMTR, Rede Eco-Vida, PJR, FEAB, Campanha por um Brasil Libre de Transgênico, ASA e PB.

Plano de Carreira - Na quinta-feira (02), Luciana participou da audiência pública sobre o Plano de Carreira dos servidores das universidades e escolas técnicas, uma iniciativa da deputada Alice Portugal. A criação do plano é fruto do acordo da greve em 2001 que não foi cumprido por FHC. Trata-se de uma herança deixada para o governo Lula que tem que ser honrada com os trabalhadores. Participaram da audiência representantes da Fasubra, Sinasepe, Andifes e do Ministério da Educação.

Durante a audiência, os trabalhadores apresentaram a proposta da universidade que queremos: pública, gratuita, com compromisso social; autônoma, onde haja livre produção de conhecimento; democrática, co= controle social; com qualidade socialmente referenciada, isto é, onde o conhecimento esteja a serviço de uma sociedade mais justa. Os trabalhadores reiteraram que assim como a construção desta universidade exige projeto a construção deste servidor sujeito exige carreira. A proposta apresenta idéia de criação de um cargo único de técnico administrativo em Educação.

O representante do Ministério da Educação que acompanhou a audiênci= anunciou a reabertura da mesa de negociações. "Estamos atentos, nos somando na pressão dos servidores para que o plano seja efetivado o mais breve possível", afirmou Luciana.

Luciana Genro

 
7703
Loading. Please wait...

Fotos popular