Pravda.ru

Notícias » Brasil


SOBERANIA

07.01.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Uma comissão externa formada pelos senadores Hélio Costa (PMDB-MG) e Marcelo Crivella (PL-RJ) e pelo deputado João Magno (PT-MG) iniciou ontem uma visita de cinco dias aos Estados Unidos, para acelerar as negociações sobre a repatriação de 922 brasileiros presos por imigração ilegal, naquele país.

Ao contrário do que o Vermelho noticiou nas últimas semanas, o deputado federal Inácio Arruda (PCdoB-CE) não participa da comissão. O líder da bancada comunista foi convidado pelo presidente da Câmara Federal, deputado João Paulo Cunha (PT-SP) mas, por já ter compromissos agendados anteriormente, foi impedido de integrar a atividade.

Segundo informações do Departamento Americano de Segurança Interna, dos 922 presos 349 já estão em condições de voltar imediatamente para o Brasil. Eles já foram ouvidos pelo juiz e cumpriram todo o processo legal para a repatriação. Outros 533 brasileiros também poderão retornar, desde que sejam autorizados pela Justiça americana. Os 40 imigrantes restantes ainda não tiveram suas audiências marcadas.

O governo americano tem interesse na volta dos brasileiros e prometeu fretar um vôo charter para a viagem de retorno ao Brasil. Cada preso brasileiro custa aos cofres americanos cerca de US$ 80 por dia ou US$ 2,4 mil por mês.

Além de tentar acelerar o processo de repatriação, os parlamentares brasileiros visitarão os presídios do estado do Texas, para apurar denúncias de maus-tratos e torturas contra brasileiros.

Há casos de imigrantes ilegais brasileiros presos há mais de quatro anos nos EUA, a maioria de Minas Gerais, Paraná, São Paulo e de alguns estados do Nordeste. Além dos EUA, há 800 brasileiros presos por imigração ilegal, no Reino Unido, e outros 200, em Portugal.

Diário Vermelho

 
1831
Loading. Please wait...

Fotos popular