Pravda.ru

Notícias » Brasil


PSDB: Herança do FHC

06.11.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A bancada do PSDB na Câmara dos Deputados decidiu reagir contra as reiteradas denúncias do governo do PT sobre a suposta "herança maldita" deixada pela administração Fernando Henrique Cardoso.

Em reunião da liderança do partido no último dia 28, o vice-líder João Almeida (BA) propôs ao partido estratégia para demonstrar à opinião pública que, se há alguma "herança maldita", ela se deve ao próprio PT ou, mais propriamente, ao chamado "Efeito Lula", ocorrido durante a campanha eleitoral de 2002.

"EFEITO LULA" - "Quando o mercado financeiro - que hoje o governo do PT admira e segue à risca - percebeu que Lula iria ganhar as eleições e poderia aplicar as propostas tradicionais do PT, instaurou-se o pavor que levou à deterioração da economia, com estouro do dólar e da inflação. Foi o chamado Efeito Lula, explica Almeida. Antes desse enlouquecimento do mercado com as perspectivas de Lula assumir a presidência da República, lembra o deputado, a economia brasileira ia bem, com dólar estabilizado, inflação baixa e economia aquecida.

Além de desmascarar a enganação do PT em relação à "herança maldita", o PSDB vai se empenhar em mostrar à população a verdadeira herança deixada pela administração Fernando Henrique Cardoso: "a herança bendita", traduzida em estatísticas que revelam o grande avanço do Brasil nos últimos oito anos e que o Diário Tucano passa a divulgar diariamente a partir de hoje numa coluna específica.

Marketing sustenta bravatas do PT

O governo Lula se encontra em forte tendência de queda, em comparação a levan-tamentos anteriores. A conclusão é do deputado Walter Feldman (PSDB-SP), que analisou a recente pesquisa do Datafolha. De acordo com o instituto, a aprovação de Lula sofreu nova queda e passou de 45% a 42%. "A melhor área do governo é o marketing, que faz milagres e sustenta o discurso bravateiro do PT", afirmou Feldman. Para ele, o número de pessoas que condenam as medidas de combate ao desemprego (54%) e a queda na aprovação do governo entre aqueles com renda superior a 10 salários mínimos e entre os nordestinos são exemplos da "descrença que começa a despontar".

Partido lançará revista sobre encontro com PPS

O PSDB vai publicar a íntegra das sete palestras ocorridas no I Colóquio entre Socialistas e Social-Democratas, que reuniu representantes do PSDB e do PPS no Rio de Janeiro, na sexta-feira passada. O site do partido (www.psdb.org.br) inaugura a divulgação das conferências, a partir da próxima quinta-feira, provavelmente com a fala do sociólogo Sérgio Fausto. As palestras também serão reunidas numa revista que será publicada pelo Instituto Teotônio Vilela.

Casara alerta para escassez de água

A água potável será transformada em artigo de luxo no planeta Terra. O alerta é do deputado Hamilton Casara (PSDB-RO). Ontem ele explicou que o problema do abastecimento ocorrerá devido ao crescimento das cidades, que degradam a qualidade das bacias hídricas. "Há décadas organizações internacionais alertam que se não forem tomadas medidas urgentes, a próxima escassez não será a do petróleo, mas sim a da água. Não temos tempo a perder, principalmente no RJ e SP", advertiu. Ariosto: biodiesel será aliado contra marginalidade

O deputado Ariosto Holanda (PSDB-CE) defendeu a utilização do biodiesel - combustível alternativo produzido a partir de óleos vegetais ou gorduras animais - como forma de inclusão social de milhares de famílias pobres. "O biodiesel vai criar empregos, além de garantir uma maior distribuição de renda nas regiões pobres do Norte, Nordeste e Centro-Oeste", disse. Amanhã, o tucano apresentará projeto de lei que prevê a abertura de uma linha de financiamento diferenciado junto aos bancos de desenvolvimento para beneficiar pequenas e médias empresas na produção do biodiesel. A proposta foi elaborada pelo Conselho de Altos Estudos e Avaliação Tecnólogica da Câmara, do qual é integrante. "A intenção desse conselho suprapartidário é evitar que o governo federal cometa o mesmo erro do Pró-Alcóol, no fim da década de 70, que beneficiou apenas os grandes usineiros", advertiu.

BENEFÍCIOS - De acordo com Ariosto, a utilização do biodiesel reduzirá também a dependência energética do país e os gastos com a importação do petróleo. Atualmente, o Brasil importa 6 bilhões de litros de óleo diesel do petróleo, representando uma evasão de divisas de U$ 1,3 bilhão. "Se um milhão e duzentas mil famílias cultivassem a mamona, planta resistente à seca, poderíamos transformá-la em biodiesel. Essa produção teria a mesma quantidade de combustível que o Brasil importa", explicou.

Para informar ainda mais os parlamentares sobre o assunto, a Câmara montou na entrada do Anexo II a exposição "Biodiesel e a Inclusão Social". Os estandes poderão ser visitados até sexta-feira.

Fogo Amigo

"Generalizar é perigoso e preocupante, porque as generalizações são subjetivas. Se ele quer ser objetivo, que diga os nomes. São poucos os ex-presidentes vivos, somos só quatro. Não posso acreditar que ele se referia a Floriano Peixoto ou a Deodoro da Fonseca" - Itamar Franco, embaixador do Brasil na Itália, em resposta ao presidente Lula. Na semana passada, o atual chefe de Itamar chamou seus antecessores de "covardes" por não terem tido coragem de fazer as mudanças que o país precisa.

"O que eu vejo, infelizmente, é um grande número de ministros criando confusão para o governo com declarações ou atitudes que acabam por neutralizar iniciativas positivas que quase sempre custaram um grande esforço"

- Deputado Paulo Bernardo (PT-PR)

Herança Bendita

Os resultados do Censo 2000 do IBGE apontaram uma queda histórica na mortalidade infantil no país ao longo da década de 90. Durante o governo Fernando Henrique Cardoso, a taxa caiu de 39,6 óbitos por mil nascidos vivos, em 1994, para 29,6 no ano 2000.

PSDB

 
6030
Loading. Please wait...

Fotos popular