Pravda.ru

Notícias » Brasil


PF prendeu 77 pessoas em 6 Estados

05.06.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A Polícia Federal  prendeu  ontem (04)  77 pessoas  na  operação ‘‘Xeque-Mate’’  em seis Estados, segundo Diário do Nordeste.

 Entre os presos estão um ex-deputado, oficiais da Polícia Militar, delegado de polícia, advogados e empresários. O ex-deputado estadual Roberto Razuk (DEM-MS) foi detido em Dourados.

 Já o ex-deputado federal Nilton César Servo (PSB-PR), que também teve prisão decretada, conseguiu escapar ao cerco. Ele é acusado de ser um dos principais exploradores da máfia dos caça-níqueis.

Mas a surpresa da operação,  foi a busca realizada na casa do irmão mais velho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Genival Inácio da Silva, o Vavá, que mora em São Bernardo do Campo (SP).

Questionada sobre os motivos que culminaram na investigação sobre o irmão do presidente, a PF se limitou a confirmar que a busca de quase duas horas feita pelos agentes estaria vinculada à operação. Um familiar de Vavá afirmou ao Jornal Nacional, exibido pela TV Globo, que a busca teria sido motivada por denúncias a respeito da exploração de caça-níqueis. 

Os acusados responderão por tráfico de drogas, contrabando, falsidade ideológica, corrupção ativa e passiva, sonegação fiscal, formação de quadrilha, tráfico de influência, exploração de prestígio e até tortura. Segundo o coordenador da operação, delegado Alexandre Custódio, as prisões foram acompanhadas de apreensões de dezenas de carros de luxo, utilitários, caminhões, além de uma quantia ainda não calculada de ouro, dólares, reais e máquinas caça-níqueis.

Os federais chegaram na casa de Servo por volta das 7 horas da manhã, encontrando no local seu filho, a esposa e três funcionários. Também foram presos o tenente-coronel da PM Marmo Marcelino de Arruda, o coronel Edson da Silva — que seria dono de chácara onde a Polícia Federal apreendeu caça-níqueis no fim do ano passado o major Sérgio Roberto Carvalho — que já cumpriu pena por tráfico de drogas, e o delegado titular da Delegacia Especializada de Ordem Polícia e Social, Fernando Augusto Soares Martins.

A maioria dos presos na operação é de Mato Grosso do Sul. Treze são de São Paulo, um do Mato Grosso, dois do Paraná, um no Distrito Federal e um em Rondônia.

 Com agências

 
2374
Loading. Please wait...

Fotos popular