Pravda.ru

Notícias » Brasil


Que é isso companheiro?!

05.01.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

E dentro desta consolidação do modo paulista de governar e enxergar o Brasil, vale tudo, até crucificar os verdadeiros companheiros. Daí vem o título deste artigo, referindo única e exclusivamente ao sentimento do deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores de Minas Gerais, Virgílio Guimarães. A mágoa de Virgílio se deve ao fato dele não ter sido batizado e ungido eleitoralmente pelo PT de São Paulo, o reino único para onde todo o poder fluí.

Por não pertencer ao PT paulista, do atual presidente da Câmara, João Paulo Cunha, e de seu sucessor natural (sic) Luiz Eduardo Greenhalgh, o deputado mineiro não pode sequer ousar pretender, disputar, por meio democrático do voto, a cadeira da Presidência da Câmara dos Deputados. Mesmo tendo apoio espontâneo de várias correntes partidárias dentro da Câmara, Virgílio Guimarães paga um caro pedágio por querer atravessar as estradas asfaltadas do poder paulista. Este é o verdadeiro stalinismo ideológico de José Genoino, José Dirceu & Cia. Será que o PT se esqueceu de toda sua trajetória política do tempo em que era minoria e convivia com suas diferenças?! Bom, esta resposta Virgilio deve trazer calada dentro do seu coração.

Democraticamente, a idéia de Virgilio Guimarães de entrar na disputa pela presidência da Câmara, vem conquistando, naturalmente, adeptos entre as legendas da base aliada. Um grupo de deputados do PTB, integrantes do Movimento Câmara Forte, quer lançar oficialmente o nome de Guimarães no plenário da Casa como candidato avulso. Outros deputados do PL, que também integram este grupo, fizeram campanha aberta a favor de Virgilio, durante a cerimônia de posse dos suplentes que ocuparam as vagas deixadas por deputados que renunciaram para assumir mandatos nas prefeituras.

O deputado João Leão, do PL baiano, declarou que: "A Casa quer Virgílio. Nosso movimento já conta com 150 assinaturas a favor dele". Outro liberal, do PL alagoano, declarou: “Não estamos preocupados com o Palácio do Planalto. Os poderes são harmônicos. O governo não pode vir no nosso quintal dizer o que nós temos de fazer”. Então é exatamente isso, o governo Lula acha que o Brasil é um quintal político dos interesses paulistas e tudo deve existir a partir dele.

Virgílio Guimarães, o deputado eleito pelo povo mineiro, vendo seus direitos político confiscados, ponderou: “Primeiro, eu quero deixar claro que tenho a convicção de que a candidatura avulsa é essencial na defesa da República. O presidente da Câmara é o terceiro na ordem de sucessão do presidente da República e tem de estar ligado ao conjunto do País. A presidência da Câmara não pode ser tratada como reserva de domínio de partido nenhum, nem de facção partidária. A garantia disso é a possibilidade de candidatura avulsa. Nenhum dirigente tem o direito de confiscar da República esse direito. A candidatura avulsa existe e o partido que mais utiliza disso é o PT. Este instrumento só ganha vida quando é usado. Esse princípio não pode ser questionado. É um instituto vivo, republicano, democrático e petista”. Desde de que o Partido dos Trabalhadores chegou ao poder, vemos que palavras como democracia, espírito republicano e petistas, não são e nunca foram sinônimos, e, na maioria dos casos, como agora, antônimos. Heloísa Helena e Luizianne Lins que o digam...

Bom, a eleição pela Presidência da Câmara só acontecerá no dia 14 de fevereiro. Até lá, poderemos ver e analisar bem como vai se comportar o Partido dos Trabalhadores e como vai tratar aquele que sempre foi um verdadeiro e leal companheiro.

Petrônio Souza Gonçalves jornalista e escritor

belooriente@cidademais.com.br

 
3721
Loading. Please wait...

Fotos popular