Pravda.ru

Notícias » Brasil


"PT = PSDB"

03.11.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

No Brasil, não existe nenhuma diferença entre os diversos partidos: cada um se comporta de acordo com a situação, e não com as suas idéias e propostas particulares.

O caso do Partido dos Trabalhadores mostra cabalmente este fato curioso: tudo o que o governo de Fernando Henrique Cardoso fazia, e era criticado pelo PT quando oposição, agora é feito por este partido. Isto já foi notado pelos chamados "radicais" petistas, que pelo menos são coerentes. Vejamos caso por caso onde está a identidade entre os dois governos:

1- O PT era radicalmente contrário à reforma da previdência dos servidores públicos, assim como foi contra a reforma da previdência dos trabalhadores da iniciativa privada, e este partido foi um dos principais empecilhos à aprovação da proposta de reforma proposta por FHC. Agora que é governo, uma das primeiras ações do PT é aprovar uma reforma que corta ainda mais direitos dos servidores públicos que a proposta do governo anterior.

2- O PT defendia também tenazmente o direito dos servidores públicos, ao criticar o arrocho salarial que estes sofreram, ao terem seus salários reajustados muito abaixo da inflação. Quando assume, uma das primeiras ações do ministério do planejamento petista é eliminar o aumento proposto pelo governo anterior, de 2,5%, e conceder 1%.

3- O PT também se opunha ao governo do PSDB quando este se recusava a reajustar a tabela do imposto de renda. Isso é um aumento disfarçado da carga tributária e permite ao governo arrecadar mais, pois graças à inflação, pessoas que antes eram isentas agora passam a pagar, apesar de não terem tido nenhum ganho real no seu poder aquisitivo. Agora, o PT também é contra este reajuste, dizendo que o governo não pode abrir mão de arrecadação neste momento.

4- O PT era contra o aumento da carga tributária, afirmando com razão que ela aumenta os custos da economia, inibe o consumo, entrava o crescimento e diminui a oferta de emprego. A proposta de reforma tributária do PT, que está no congresso e deve ficar pronta em breve, irá aumentar a carga tributária em cerca de 5% do PIB, passando dos já espantosos 38% para insuportáveis 42 - 45%.

5- O PT tinha uma atitude muito crítica em relação à Área de Livre Comércio das Américas (ALCA), proposta pelos Estados Unidos, e aconselhava o presidente anterior (que não era exatamente entusiasta em relação a este acordo) a ter muita cautela e pressionar os EUA a abrir mais seu mercado. O presidente Lula, em reunião com o presidente norte-americano em Washington, em junho, adiantou o cronograma da ALCA de 2007 para 2005, sem nenhuma garantia de abertura nem concessão alguma por parte dos EUA. Neste caso, o governo de Lula não é igual ao de FHC, mas nitidamente pior.

6- O que era mais veementemente criticado no governo de FHC pelo PT eram os constantes acordos com o Fundo Monetário Internacional, pois tais empréstimos aumentam a dívida externa e retiram do governo autonomia na condução de sua política econômica. Porém, o PT não perdeu uma única oportunidade de sacar os recursos do FMI, e o ministro da fazenda já avisou que pode negociar um outro acordo, quando este acabar.

Claro, diante de todas essas dificuldades e problemas, o governo anterior dizia que eram temporários, apenas ajustes que logo permitiriam a retomada do crescimento e a melhora das condições de vida da população. O PT diz exatamente o mesmo, nos deixando com uma curiosa sensação de "dèja vu", de filme reprisado à exaustão, embora este governo esteja apenas começando. Gostaria que alguém mostrasse em que exatamente o PT se distingue dos governos anteriores. Não basta dizer que "este é um governo dos trabalhadores", ou que "pela primeira vez temos um presidente operário, vindo das classes baixas", porque isso não significa nada. Que mostrem fatos atestando uma verdadeira mudança. Alguém ainda acredita que o governo do PT vai mudar alguma coisa?

Carlo MOIANA Pravda.Ru MG Brasil

 
4038
Loading. Please wait...

Fotos popular