Pravda.ru

Notícias » Brasil


Espírito Santo no ano da virada

02.01.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Quando em outubro de 2003 nós preparamos um artigo para o Sistema Pravda-Ru, apresentando as perspectivas de desenvolvimento do Estado e oferecendo numa listagem-convocação as potencialidades de investimento sustentadas por uma série de fatores geográficos, logísticos, industriais e administrativos, tínhamos conosco a certeza de que o processo estava praticamente consolidado.

Aquela listagem, então focando cerca de 45 itens que bem situavam a economia estadual no Brasil, na América Latina e no Mundo, hoje, revelados os números e projeções de investimentos e a geração de empregos para o período 2006/2010, já se pode afirmar que estão fixados em torno de 50 milhões de reais na cadeia produtiva, bem equilibrada em todo o interior e já revelando um conjunto de usinas de pelotização e portas altamente especializados que vão gerar cerca de 90 mil empregos no mesmo período, transformando 2006 no maior e melhor ano de toda a história política e administrativa do Estado, segundo declaração do Governador Paulo Hartung, fechando o balanço anual de sua administração.

Para homenagear, rever e ampliar aquela primeira listagem efetivamente divulgada em outubro de 2003, com tanta repercussão, fazemos, com o coração em festa, esta nova publicação, retrato atual do “maior pequeno Estado do Mundo”.

O ESPÍRITO SANTO NO BRASIL

Maior produtor de mármore e granito; Segundo produtor de chocolate; Segundo maior produtor de aço bruto; Sexto em competição e produtividade; Segundo produtor de cacau; Primeiro exportador de celulose branqueada de fibra curta; Segundo produtor de café; Primeiro produtor de café conilon; Sexto pólo industrial moveleiro; Sétimo aeroporto em rentabilidade; Segunda reserva de monazita; Segundo produtor de cimento; Primeiro produtor e exportador de gengibre; Segundo produtor de zircônio; Maior celeiro de orquídeas; Segundo produtor de titânio, Primeiro produtor de calcita; Maior variedade de beija-flores; Maior mix de transporte rodoviário de passageiros; Quarto mercado potencial de consumo: Maior renda per capta entre as capitais; Terceira capital em qualidade de vida; Segundo produtor de ovos de galinha; Maior produção de gás, por poço; Primeiro Terminal de Exportação de celulose; Mais moderna usina siderúrgica; Maiores empresas exportadoras de café; Primeiro produtor de mamão papaya e Formosa; Oitava economia do país; Há 20 anos o PIB do Estado supera o nacional; detêm 40% das descobertas de petróleo e gás; Expectativa média de vida supera a nacional; Primeiro produtor de coco verde; Segundo produtor e exportador de pimenta do reino; Quarto melhor padrão de ensino público (Unesco); Responde por 51% da carga geral exportada; Quarto produtor de alimentos orgânicos; Terceira melhor capital para carreira de sucesso; Maior produtor de Atum; Maior lagoa em volume de água; Primeiro Centro de Reabilitação de Aves de rapina; Melhor índice de freqüência escolar; Terceiro produtor de andaluzita (gema de maior beleza mundial); Segunda maior área verde entre as capitais; Sexto pólo em turismo de eventos; Maior produtor de maracujá; Segundo maior produtor de frangos: Primeiro em índice de casamentos; Segundo maior produtor de sucos de frutas; Terceira indústria mais produtiva; Sétimo mercado editorial; Maior produtor de bens de capital (Rochas Ornamentais); Melhor pólo estratégico de negócios; Melhor culinária de frutos do mar; Melhor capital para crianças até seis anos e Segunda Maior Bacia Petrolífera.

O ESPÍRITO SANTO NA AMÉRICA LATINA Maior exportador de mármore e granito; Maior viveiro de espécies de mudas, Maior indústria de móveis laminados; Maior imagem esculpida em madeira; Primeiro Mosteiro ZEN (Morro da Vargem).

O ESPÍRITO SANTO NO MUNDO Maior complexo de pelotização; Maior exportador de placas de aço; Maior exportador de minério de ferro; Maior pesqueiro de marlins; Maior empresa exportadora de café em grão; segunda maior mineradora transoceânica (minério de ferro); Terceiro melhor clima; Maior biodiversidade vegetal; Maior reserva genética de jacarandá; Maior jazida de granito; Maior jazida de salgema; Maior produtividade de borracha por hectare; Maior site de produção de celulose; melhor fabricante de arcos de violino; Maior diversidade de tipos de petróleo; Maior alto forno siderúrgico do hemisfério sul; Maior complexo portuário do Hemisfério Sul.

Esta listagem-convocação. Portanto, é um convite aos investidores internacionais e nacionais para que venham conhecer de perto a viabilidade de um Estado que pode ser considerado o único parceiro da economia paulista, em termos proporcionais.

J.C.Monjardim Cavalcanti é jornalista e ex-Secretário de Comunicação do Estado. jcrepres@ebrnet.com.br

 
4845
Loading. Please wait...

Fotos popular