Pravda.ru

Notícias » Brasil


Lula: Hoje é o reencontro do Brasil consigo mesmo

01.01.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Enquanto o novo Presidente Lula da Silva discursava na sua tomada de posse hoje em Brasília, o povo brasileiro sentiu alívio em saber que terminaram as décadas de governo ineficiente e corrupto que caracterizou as administrações de direita e centro-direita desde a restauração da democracia no Brasil há 20 anos. Finalmente, o palácio presidencial em Brasília tem um ocupante que tem a defesa dos interesses do povo brasileiro como o seu primeiro objectivo.

Lula tem trabalhado muito desde a sua eleição para formar uma equipe governamental que representa um largo espectro político, evitando a tentação de colocar somente os membros do Partido dos Trabalhadores nos ministérios.

No seu discurso de 45 minutos, Presidente Lula disse que “Hoje é o dia do reencontro do Brasil consigo mesmo", o que significa que durante a sua presidência, o povo brasileiro irá analisar os seus pontos fortes e fracos e irá trabalhar para conseguir melhores indicadores sociais até 2010, senão até 2006, quando terminará o primeiro mandato.

“A esperança finalmente venceu o medo. O povo decidiu que estava na hora de trilhar novos caminhos", declarou, acrescentando que o antigo modelo de governo, que viu a taxa de desemprego chegar a 20% em algumas regiões e uns 20% da população do país a viverem abaixo da linha de pobreza, com menos do que 1 USD/dia, ficou exausto.

Presidente Lula afirmou que a erradicação da fome, uma mais justa distribuição da terra e a democratização do país são os seus primeiros objetivos sociais a curto prazo, enquanto reclama que a criação de emprego é a sua “obsessão”. Disse ainda que o seu governo irá combater a corrupção implacavelmente, acabando com a cultura de impunidade que protege a classe política. A sua política externa será centrada, em primeiro lugar, na promoção de um MERCOSUL mais forte.

Presidente Lula fala num projeto nacional: “O Brasil é um país imenso. Não podemos deixar seguir à deriva, ao sabor dos ventos, carente de um projeto. Teremos de cultivar a paciência e a perseverança." É aqui o cerne da questão. Resta saber quanta ajuda o projeto do Presidente Lula irá receber dos EUA e a comunidade financeira internacional, a quem o Brasil deve uns 235 bilhões de USD e tem de satisfazer um plano de pagamento que vai em 1 bilhão de USD por semana em 2003.

Os olhos do lobby de energia que determina a política externa de Washington estão focados, por agora, em Venezuela, e a sua companhia nacional de petróleo, que detém um monopólio sobre a exploração e produção de petróleo no país. Quando será que esta atenção se foca na Petrobras?

Márcia MIRANDA PRAVDA.Ru BRASIL

 
2714
Loading. Please wait...

Fotos popular