Pravda.ru

Notícias » Angola


Incendio em Lar de Estudantes, Moscovo

28.10.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A Embaixada da República de Angola na Federação da Rússia informa que, no âmbito das diligências que vem fazendo junto das autoridades russas para o apuramento da verdade em relação às causas do incêndio ocorrido no dia 24/11/2003, no Lar Estudantil Nº 6 da Universidade da Amizade entre os Povos (ex-Patrice Lumumba), de que resultou a morte de 3 estudantes angolanos e ferimentos graves a outros 12, recebeu, recentemente, um informe da Procuradoria de Moscovo que dá a conhecer que o prazo de instrução prévia do referido caso foi prorrogado até 24 de Novembro deste ano.

A Procuradoria de Moscovo revela que o trabalho de investigação prossegue, tendo sido acusados de violação das normas de segurança anti-incêndio os Srs. D.P. Bilibin e G.A. Iermolaev, então Reitor, em exercício e Chefe, em exercício, da Direcção Administrativa da Universidade, respectivamente, e o Inspector Estatal de Prevenção de Incêndios da zona sudoeste de Moscovo, Sr. P.V. Lonin.

A Procuradoria de Moscovo anuncia que, após o término do estudo das declarações das testemunhas, tomará em consideração a conclusão da peritagem, a fim de identificar os culpados, o grau de culpabilidade e classificar as suas acções do ponto de vista legal.

De acordo com a Procuradoria de Moscovo, os acusados e as vítimas deverão aguardar o pronunciamento sobre o envio do caso à consideração do Tribunal.

A Embaixada da República de Angola na Federação da Rússia reitera que continuará a acompanhar o caso até que sejam esclarecidas as causas do incêndio e a efectivação da indemnização aos familiares das vítimas mortais e dos feridos angolanos.

Embaixada da República de Angola Moscovo, aos 28 de Outubro de 2004

 
1762
Loading. Please wait...

Fotos popular