Pravda.ru

Notícias » Angola


Angola: Diamantes e Direitos

11.05.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

As riquezas de Angola são afinal para quem? O grupo de políticos que as vigia? Ou o grupo “internacional”, liderado pelos Estados Unidos da América, que gosta de fomentar cinismo e hipocrisia em Angola e contra o angolano?

Há muito angolano que está convencido que já chegou ao estado máximo de civilização. Tem dinheiro, tem poder, tem arrogância. No entanto, não tem nada se não partilhar o que roubou ou o que lhe foi atribuído por forças estrangeiras ao povo angolano, que é herdeiro das riquezas deste país.

O Instituto para Estudos de Segurança, baseado na Pretória, África do Sul, afirma do seu último relatório ("War, Peace and Diamonds in Angola: Popular Perceptions of the Diamond Industry in the Lundas") que os residentes das Lundas ainda se sentem excluídos pelos jogadores estrangeiros que dominam a riqueza mineral da Angola, com a cumplicidade de jogadores internos, que tudo têm a ganhar enquanto enchem os bolsos e vendem pelas águas abaixo os interesses e o futuro deste país.

Basta!

Se a paz veio há dois anos para o benefício do país e do seu povo, naturalmente veio em benefício do povo angolano em geral e não apenas de alguns que souberam tirar proveito da situação, ficando simultaneamente cínicos e arrogantes.

Não foi esse o preceito de Agostinho Neto quando fundou o Estado Angolano e não foram esses os princípios fundaram a República Popular de Angola.

O relatório acima referido reclama que desde há dois anos, quase nada mudou: “A gestão da indústria de diamantes em Angola retém muitas das características que adquiriu durante o período em que os campos de diamantes eram um prémio e uma arma na guerra civil”.

Falando na guerra civil, ninguém pense que não possa voltar a qualquer momento se o governo angolano não tiver o cuidado de dizer ao seu amo norte-americano de zelar por um equilíbrio em termos de poderes entre as etnias e um equilíbrio em termos de haveres entre os cidadãos do país.

Se a maioria dos residentes nas Lundas pertence ao grupo dos Lunda-Chokwe, como explicar que os recursos desta região sejam controlados por angolanos de outras zonas ou por estrangeiros?

Se os locais são garimpeiros, então o governo é traficante.

Maria NETO PRAVDA.Ru LOBITO ANGOLA

 
2352
Loading. Please wait...

Fotos popular