Pravda.ru

Notícias » Angola


COMEMORADO DIA DA MULHER ANGOLANA EM MOSCOVO

03.03.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Uma palestra sobre doenças sexualmente transmissíveis e um recital de poesia marcaram, ontem, Domingo, o início da “Semana Março-Mulher “, que decorre em Moscovo de 2 a 8 deste mês, por iniciativa da Embaixada de Angola na Rússia, em parceria com a Comissão dinamizadora local da Organização da Mulher Angolana (OMA).

Ao proceder a abertura do programa da Semana, o embaixador de Angola na Rússia, Roberto Leal Monteiro “Ngongo”, rendeu homenagem a todas as mulheres angolanas que de forma directa ou indirecta contribuíram para a conquista da Paz.

Acrescentou que nos nossos dias, a mulher procura alcançar sólidas posições na vida política, económica, social e cultural, tendo plena consciência de que a sua participação é necessária para promover o desenvolvimento do País e aumentar o bem estar da população.

«Para atingir esses objectivos torna-se inadiável a elevação do nível cultural e científico da mulher, algo que o Governo angolano compreende e estimula», realçou o Embaixador Ngongo.

Todavia - fazendo referência ao programa do Governo para 2003, o diplomata sublinhou que «a evolução rápida do processo de Paz impôs ao executivo a necessidade de atender, a curto prazo, à inúmeras situações sociais que resultaram da guerra e que antes não podiam ser atendidas pelo menos de modo abrangente e sustentável de que resultou a deterioração do índice de desenvolvimento humano nacional».

Sintetizou que os objectivos programáticos do Governo, na vertente social, incidirão em domínios como a assistência de emergência, a inserção social dos deslocados, desmobilizados e deficientes de guerra, a extensão da rede dos serviços de saúde, o combate e prevenção das grandes endemias como o HIV-Sida, e a melhoria da qualidade do ensino.

Roberto Leal Monteiro concluiu que a agenda social do Governo é bastante prática e revela a disposição de reverter o quadro humanitário nada aprazível que a guerra provocou.

Por sua vez a médica angolana Maria João Diogo Matias, que está a especializar-se em dermatovenereologia, em Moscovo, recordou no decurso da palestra sobre doenças sexualmente transmissíveis, que dentre essas patologias, o HIV é a que regista maior taxa de mortalidade e alertou para o perigo de outras como as hepatites B e C e o VPH – Vírus papiloma do homem

A Embaixatriz Palmira Monteiro, moderadora do debate referiu que a saúde é fundamental para o gigantesco esforço de Reconstrução Nacional de Angola decorrendo daí a grande importância e interesse do tema da palestra.

Poemas de Deolinda Rodrigues, Maria Eugenia Neto, Kanguimbo Ananás, Anny Pereira, Maria Amélia Dalomba, Ana Branco, Maria Alexandra Dáskalos e Amélia Veiga foram os mais declamados por cerca de duas dezenas de estudantes e diplomatas angolanos durante o recital de poesia que se seguiu a palestra.

Além do recital designado “Poesia no feminino”, a cerimónia comemorativa do Dia da Mulher Angolana, em Moscovo, envolveu igualmente uma passagem de modelos com trajes nacionais e a actuação do grupo infanto-juvenil “Estrelas do Futuro” e a turma de música rap “Duas Semanas”, ambos constituídos por estudantes e filhos de diplomatas angolanos.

Ao longo da actividade, assistida pela Comunidade Angolana e Cabo-Verdiana, a organização distribuiu flores à todas as mulheres presentes.

O programa da Semana Março-Mulher prevê a realização hoje (Segunda-feira) de visitas das esposas dos diplomatas angolanos e das responsáveis da OMA à duas escolas secundárias onde estudam filhos de cidadãos angolanos.

Estão ainda programadas excursões à locais de interesse histórico-cultural da Rússia e partidas de futebol de salão e andebol entre equipas femininas de Angola, Guiné Equatorial, Cabo Verde e Guiné Bissau.

Embaixada de Angola, Moscovo

 
3994
Loading. Please wait...

Fotos popular