Pravda.ru

Notícias » Angola


Soldados da UNITA desmobilizam

01.11.2002 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Mais de 150 soldados das extintas forças militares da UNITA, que se encontravam concentrados na área de acolhimento de Mimboto, a 60 quilómetros de Caxito, provincia do Bengo, regressaram às suas zonas de origem.

Esta informação foi prestada sexta-feira pelo vice-governador provincial para a esfera económica e produtiva, Carlos Alberto Kavukila, durante uma visita de trabalho dos membros da Comissão Conjunta para o processo de paz angolano.

O governante referiu que os referidos elementos, já desmobilizados, foram encaminhados aos seus familiares.

Adiantou que os ex-militares foram evacuados para os municípios do Sambizanga, Cacuaco e Viana (província de Luanda), de onde eram originários.

De acordo com o vice-governador, alguns desses compatriotas com profissão têm emprego garantido, enquanto os que não possuem receberão formação profissional.

Frisou que a nível provincial e municipal existem delegações dos Ministerios da Assistência e Reinserção Social, bem como do Emprego e Segurança Social que têm a missão de receber essas pessoas para o seu devido enquadramento.

Carlos Kavukila disse que cada ex-soldados da UNITA, no dia da sua partida, recebe, além dos seus subsídios, um kit com material de trabalho.

Os membros da Comissão Conjunta (CC), órgão supervisor da implementação do Protocolo de Lusaka, trabalharam durante quatro horas na área de acolhimento de Mimboto, onde avaliaram a situação humanitária e constataram a existência de alguns problemas.

Os principais problemas prendem-se com falta seriedade dos desmobilizados na identificação das áreas onde pretendem fixar residência.

A CC, segundo o seu presidente, Ibrahin Gambari, que chefiou a delegação, vai urgentemente analisar essas questões na sua reunião marcada para a próxima semana, com vista a encontrar soluções adequadas para as mesmas.

Fonte: ANGOP

 
1972
Loading. Please wait...

Fotos popular