Pravda.ru

Notícias » CPLP


Lourenço promete Angola inclusiva e com laços com todos os países

30.09.2017 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Lourenço promete Angola inclusiva e com laços com todos os países. 27408.jpeg

Lourenço promete Angola inclusiva e com laços com todos os países

Luanda, (Prensa Latina) O presidente João Lourenço prometeu nesta terça-feira (26) construir uma Angola inclusiva e inserida no mundo graças à manutenção e aprofundamento das relações com todos os países.

Durante seu primeiro discurso como chefe de Estado, Lourenço agradeceu o apoio prestado pelo Movimento Popular para a Libertação de Angola, mas ressaltou que a partir de agora governará para todos os angolanos.

Nestes cinco anos manteremos um governo inclusivo que promoverá a participação de todos independentemente da cor da pele, sexo, religião, concepções ideológicas e posição econômica.

Defenderemos neste novo ciclo político - produto de eleições ordenadas, pacíficas e participativas - um projeto de toda a sociedade, de todos nós, expressou o presidente, que se converteu nesta terça-feira no terceiro que a ocupar o cargo máximo do país desde a independência, em 11 de novembro de 1975.

Ao referir-se a seu programa de governo afirmou que se dedicará a aplicá-lo desde o primeiro momento, incluindo a luta contra a corrupção e pela diversificação econômica em busca do desenvolvimento.

Da mesma forma demonstrou determinação de implementar as autarquias (poderes locais) e a municipalização da maioria dos serviços sociais, que - insistiu - será prioritária.

A respeito da cooperação internacional, defendeu o intercâmbio científico técnico e a colaboração multilateral para a solução dos conflitos regionais e no mundo.

Teceu palavras de elogio para Mbanza Congo, recém-declarada patrimônio cultural da humanidade pela Organização de Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Será necessário esforçar-se para inscrever outros locais na lista de patrimônio da Unesco, explicou na presença de cerca de três dezenas de representantes estrangeiros, incluídos quase vinte chefes de Estado, principalmente da África.

Vamos tratar de modernizar as Forças Armadas Angolanas (FAA), e dar passos na abertura de uma indústria militar nacional, expressou.

Angola tem uma posição de respeito no conjunto das nações, devemos aprofundar esses vínculos para a salvaguarda da paz, da justiça e do desenvolvimento da humanidade, afirmou na praça da República do Memorial Doutor Antonio Agostinho Neto.

Depois do discurso, de quase uma hora de duração, os três componentes das FAA desfilaram diante de seu novo comandante em chefe.

Anteriormente Lourenço e o presidente que encerra o mandato, José Eduardo dos Santos, receberão no palácio presidencial de Cidade Alta os representantes estrangeiros presentes na cerimônia.

in

 

 
3514
Loading. Please wait...

Fotos popular