Pravda.ru

Notícias » CPLP


Portugal: CDU com Confiança!

28.09.2013 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Portugal: CDU com Confiança!. 18919.jpeg

«Sempre no rumo certo» e do «lado sério da vida e da política», lema da campanha da CDU de Alpiarça, onde Jerónimo de Sousa foi recebido, no Largo dos Águias, por largas centenas de pessoas, que gritavam palavras, alegres, de «confiança» num resultado, que se espera esmagador, em resultado do bom trabalho realizado pela Coligação neste concelho.

Luísa Basto, abriu aquela grande iniciativa, onde Jerónimo de Sousa, dirigindo-se aos muitos portugueses que causticados por anos de política de direita - do PS, do PSD e do CDS - se sentem desanimados e sem vontade de fazer ouvir a sua voz, apelou: «Não desistam, têm nas vossas mãos a oportunidade de dar sentido à vontade de mudança e de esperança, de apoiarem aqueles que sempre estiveram ao vosso lado no combate contra as injustiças e as desigualdades».

Aqui, Mário Pereira e Fernando Louro são os cabeças de lista da CDU à Câmara Municipal, e José Miguel Carvalho o mandatário concelhio. Na sua intervenção o candidato, depois de saudar a presença do Secretário-Geral do PCP naquela iniciativa, dirigiu uma «palavra de reconhecimento para todos os candidatos e apoiantes da CDU, que ao longo de vários meses muito têm dado de si, do seu esforço, do seu empenhamento, para a enorme tarefa de contactos, de esclarecimento, de iniciativas variadas, marcadas pela participação em grande número dos alpiarcenses, que tem sido este processo de preparação das eleições».

Sobre os quatro anos referentes ao mandato que se está a concluir, salientou que foram marcados «a negro» no que respeita à situação do Poder Local, «reflexo das opções políticas e ideológicas que animam os sucessivos governos, e que têm conduzido ao empobrecimento dos portugueses e a enormes dificuldades».

«Nestes quatro anos difíceis, caminhou-se decididamente, com uma gestão rigorosa, para a recuperação financeira e para o restabelecimento da capacidade de realização, por meios próprios, pelos trabalhadores do município, de muitas das obras de recuperação e manutenção, de proximidade, que melhoram a imagem urbana e a vida das comunidades», salientou.

Mário Pereira deu ainda conta que o actual executivo realizou «obras importantes», atingindo altas taxas de execução do QREN. «Estamos em condições de continuar a lançar novas obras que serão fundamentais para a regeneração do espaço público, criando emprego e fomentando a economia local, preparando o concelho para o futuro», prometeu, adiantando, contudo, «continuar uma gestão realista, de recuperação do município, da sua credibilidade, aumentando a capacidade de resolver os problemas dos alpiarcenses, melhorando a qualidade de vida».

No final, deixou duas certezas, de que o programa eleitoral da CDU «vai ser levado à prática por gente séria e de confiança, com rigor, por gente que tudo faz para o programa da sua terra e para a construção de uma sociedade melhor e mais justa» e que «o voto na CDU é sempre um voto que contribui para a resistência para a ofensiva contra os trabalhadores e o povo, um voto pela defesa dos serviços públicos de proximidade, pela defesa dos direitos conquistados por décadas de luta, pelo aprofundamento da democracia».

CDU faz a diferença

Francisco Madeira Lopes, cabeça de lista à Câmara Municipal de Santarém, salientou, de igual modo, que o que faz falta na política são «mais pessoas que cumprem a palavra dada», ou seja, «mais eleitos da CDU», para «fazer a diferença, para dar voz às populações», para «fazer frente ao Governo e à sua política de subjugação do Poder Local», para «resistir às tentativas de converter as câmaras e juntas de freguesia em meras extensões de secretaria de estado da administração local, como assistimos neste último ano com a lei das finanças locais, que rouba recursos, a lei dos compromissos, que rouba capacidade de actuação, ou a cobarde lei da extinção das freguesias, nas costas das populações e dos autarcas, sem qualquer legitimidade ou moralidade política».

«Não há qualquer dúvida. Seja em maioria, seja na oposição, a CDU faz falta e faz toda a diferença. Em Alpiarça, só com o regresso da gestão CDU foi possível arrumar a casa e sanear as contas da autarquia. Em Santarém, a falta de vereadores da CDU na Câmara conduziu ao maior buraco financeiro de sempre», acusou, terminando: os eleitos da CDU são gente com quem se pode contar. O voto na CDU é um valor seguro e uma garantia de trabalho, exigência e competência, antes e depois das eleições.»

Agricultores em dificuldades

Jerónimo de Sousa, «em terras que produzem e podem produzir, ainda mais, bom vinho, tomate, arroz, melão, e o mais que se queira», falou, como não podia deixar de ser, na agricultura, numa altura em que o Governo anuncia êxitos extraordinários e os agricultores, «aqueles que deitam as sementes à terra, e que, durante meses, cuidam das plantas que ai germinam», vêm-se «a braços com as maiores dificuldades».

Ainda sobre este tema, o Secretário-Geral do PCP deu conta que «os preços dos factores de produção não param de aumentar» e que os combustíveis, as sementes, os adubos, os pesticidas, «custam o dobro do que custavam há pouco tempo atrás». «Ao crédito não chegam os pequenos produtores e quando o conseguem é a custos exorbitantes», criticou, informando que «os preços pagos à produção, especialmente pela grande distribuição, são esmagados em absoluto». «Sempre os mesmos processos de transferência de riqueza, de quem cria, de quem produz, para os grandes grupos económicos do agronegócio da indústria e da alimentação», denunciou.

Jerónimo de Sousa revelou ainda que a balança comercial de bens alimentares continua a ter «um saldo negativo de cerca de três mil milhões de euros, e que, no distrito de Santarém, por entendimentos entre os sucessivos governos do PS e do PSD com Bruxelas, «a produção de beterraba sacarina foi destruída» e a fábrica construída para o seu processamento «desaproveitada e os agricultores abandonados à sorte».

Apelo ao voto

A terminar, aos «milhares de eleitores, roubados nos seus salários e nas suas reformas», aos «milhares de desempregados a braços com dramáticas dificuldades», aos que «vêem retirados o direito à saúde ou à protecção social, e que agora se interrogam sobre o que podem fazer», Jerónimo de Sousa afirmou: «Apoiem a CDU, dêem mais força àqueles com que podem sempre contar para fazer valer os vossos direitos».

Aos muitos eleitores do PSD, que «enganados pelas falsas promessas e hoje indecisos sobre a forma de manifestar o seu descontentamento», o Secretário-Geral do PCP apelou: «Votem na CDU com a segura certeza de que aqui o seu voto não é traído, não se deixem iludir por aqueles que vos infernizam a vida».

Aos desiludidos com o PS, com o seu comprometimento com o Pacto de Agressão, Jerónimo de Sousa sublinhou: «Juntem-se à CDU, alarguem a corrente dos que não se rendem perante as dificuldades, dêem mais força à vossa esperança, numa vida melhor, votando na CDU».

 

CDU

 

 
9076
Loading. Please wait...

Fotos popular