Pravda.ru

Notícias » CPLP


Site terras indìgenas de cara nova

27.11.2016 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Site terras indìgenas de cara nova. 25530.jpeg

Maior plataforma digital sobre Terras Indígenas do mundo está mais bonita, informativa e fácil de pesquisar

O ISA lança, nesta quinta-feira (24), uma nova versão do site Terras Indígenas no Brasil. Reconhecido como a maior plataforma de informações sobre as TIs, o site mudou de nome, de design e ganhou novos conteúdos: mapas, gráficos, rankings, placares, textos e fotografias.
Acesse agora

Na nova plataforma, os usuários encontram informações atualizadas em tempo real de 703 Terras Indígenas, mas também podem acessar um painel com comparativos nacionais, com rankings e gráficos, relacionados a desmatamento, queimadas e mineração. Os dados estão apresentados de forma mais intuitiva e com suporte a dispositivos móveis, como celulares e tablets.

O site também conta agora com textos-chave para entender a importância das Terras Indígenas para todos os brasileiros - em especial os índios, que dependem dessas áreas para garantir sua sobrevivência física e cultural. Entre as novas funcionalidades estão ainda um novo mecanismo de pesquisa por terras e uma seção de "Perguntas frequentes", que explicam, entre outros, como funciona o processo de demarcação; o que é uma Terra Indígena; e por que elas são relevantes para a conservação ambiental de suas regiões, do Brasil e do mundo.

Como na primeira versão, cada uma das terras têm um perfil composto por dados e um mapa interativo. Através deles é possível descobrir, por exemplo, em qual estágio do processo de demarcação a terra está; quais são as principais pressões e ameaças ao povo para a qual vivem; e até como evoluiu o desmatamento ou o crescimento populacional ao longo dos anos.

Tecnologia a favor dos direitos indígenas

Para Tiago Moreira dos Santos, antropólogo responsável pela edição do site, a nova versão da plataforma tem um papel político importante: "Com o site, todo cidadão, indígena ou não indígena, tem à mão informações acessíveis e objetivas sobre as ameaças a cada uma das terras no Brasil, que são fundamentais para lutar pela garantia dos direitos dos índios no contexto político que estamos vivendo".

A nova versão foi desenvolvida por pesquisadores do Programa de Monitoramento de Áreas Protegidas do ISA, que sistematiza diariamente dados oficiais sobre Terras Indígenas desde a década de 1980 - quando essas informações, na forma de mapas, foram determinantes para inclusão dos direitos territoriais indígenas na Constituição Federal de 1988.

As TIs representam hoje cerca de 13% do território nacional, mas os povos indígenas ainda enfrentam grandes ameaças a seus direitos territoriais. É o caso da PEC 215/00, uma proposta legislativa que pode paralisar a demarcação de 228 terras em todo o país, e de decisões do poder Judiciário, que têm anulado demarcações já concluídas pelo Executivo. Essas medidas têm causado impacto especialmente fora da Amazônia Legal, onde o número e a área das terras reconhecidas é muito menor e a população indígena enfrenta graves situações de violência.

 

 
3889
Loading. Please wait...

Fotos popular