Pravda.ru

Notícias » CPLP


Ucrânia: Relatório de Situação

27.07.2015 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Ucrânia: Relatório de Situação. 22615.jpeg

Interessantes desenvolvimentos linguísticos. Sempre quis criar alguma palavra nova em russo. Os leitores que falem russo sabem que não é empreitada assim tão difícil. Mas não se pode forçar o processo. Quando a situação está pronta, uma nova palavra sai naturalmente pela boca. A crise ucraniana tem dado muitas situações às pessoas, ideias, para que nasçam novas palavras e expressões. Se tudo mais fracassa, o teatro do absurdo ucraniano é, pelo menos, solo fértil para o enriquecimento do idioma russo.

24/7/2015, SITREPVineyard of the Saker (Scott redigiu)
No início da revolução ucraniana "pela dignidade", que aconteceu primeiro nos cérebros de analistas bem pagos de think tanks financiados pelo Departamento de Estado, não surgiram palavras novas por causa da total ausência de criatividade no espírito dos tais analistas. Tudo mudou quando voluntários bem pagos portadores do visto Schengen tomaram a praça Maidan em Kiev. Logo nasceu uma palavra nova: "майдановцы" ou "maidanovtsi", plural; e "maidanovets", singular, significando "membros do movimento Maidan". A palavra aparece muito, em frases como "Mulher assaltada por umMaidanovets". "Maidanovets, com granada de mão, ameaçou explodir um café." 

Na sequência, Maidanovets virou sinônimo de "Banderivets" ou "Banderovets" "бандеровец", que é termo de meados do século 20, para designar seguidor de Bandera.

Banderovets é sinônimo de "fascista" e de "colaborador de Hitler" há mais de 70 anos.

"Maidanovets" é apoiador de Maidan. "Maydanutiy" é apoiador de Maidan, que enlouqueceu completamente, perdeu absolutamente todo o controle sobre suas faculdades mentais. Acrescente o sufixo "-nutiy" a qualquer nome ou verbo russo, e você logo obtém a palavra para designar alguém totalmente fodido, louco, pirado, malucão, ou algum ato/ação/comportamento no qual nenhum ser humano respeitável gostaria de ser apanhado.

"Maydanutiy Banderovets" "майданутый бандеровец (бандеровка)" é o/a apoiador/a de Maidan que enlouqueceu, perdeu completamente o uso das faculdades mentais, de tanto ouvir e/ou praticar a ideologia dos extremistas nacionalistas fascistas. "Ucrânia Uber Alles".

Tão logo esfriaram os pneus queimados na praça Maidan, e começou a Guerra Civil da Ucrânia contra os antifascistas, uma antiga palavra, "ukrop" ("endro") ganhou novo significado. "Endro" agora designa participante recrutado pela Junta em Kiev, para a Guerra Civil. A descrição botânica do tempero (Anethum graveolens) como "erva anual, altamente perecível, de odor penetrante", também descreve, em mais de um sentido, os endro-soldados fedorentos.

Essa semana, encontrei uma palavra russa, nova para mim, para designar os neofascistas ucranianos armados: "щеневмерлики" "shenevmerliki" ou "últimas-horas-de-vid(a)-istas", espécie de 'comentário crítico' ao primeiro verso do hino nacional ucraniano "Ucrânia ainda não morreu". Duplo significado. Designa quem viva num mundo de fantasia, acreditando que a Ucrânia ainda vive. Designa também quem passa dia e noite cantando o hino nacional da Ucrânia e manda bala contra quem não cante com ele/ela.

Continua a ocupação da Ucrânia pelos países da OTAN, sem qualquer dificuldade

1. Gen. Philip M. Breedlove visita operações Rapid Trident 2015
 

"Soldados dos EUA exibiram aos comandantes militares as suas excepcionais habilidades, no trabalho de assumir o controle de comunidades e conduzir operações militares em terreno urbano. Segundo o general Breedlove, apesar da importante experiência de combate, os soldados ucranianos têm muito a compartilhar com os militares dos EUA. Habilidades e experiência ganhas no leste da Ucrânia são valiosas.

Na sequência, altos oficiais ucranianos e militares dos EUA tiveram contato com treinamento contra Dispositivos Explosivos Improvisados [ing. IED] que os militares ucranianos estão recebendo e observaram as ações das unidades ucranianas que aprendiam a detectar e desmontar IEDs.

O general Philip M. Breedlove agradeceu pela boa organização do exercício e prometeu mais cooperação OTAN-Ucrânia."

2. 2 mil soldados de 18 países participam das manobras da OTAN no oeste da Ucrânia 

Soldados da Bélgica, Bulgária, Canadá, Estônia, Geórgia, Reino Unido, Alemanha, Latvia, Lituânia, Moldávia, Noruega, Polônia, Romênia, Espanha, Suécia e EUA participam de manobras na Ucrânia.

3. EUA concluirão em outubro o treinamento de três batalhões da Guarda Nacional da Ucrânia - Comandante norte-americano

As manobras multinacionais "Rapid Trident" na região de Lvov na Ucrânia durante o corrente mês de julho envolvem um batalhão da Guarda Nacional da Ucrânia treinado por especialistas norte-americanos.

4. Opinião de um dos analistas políticos ucranianos mais respeitados, que teve de fugir da Ucrânia para a Rússia 
5. Os únicos territórios livres da ocupação por soldados norte-americanos ou comandados por norte-americanos são os territórios da República Popular de Donetsk e da República Popular de Lugansk (ing. DPR e LPR) - diz ativista finlandesa de Direitos Humanos 

6. Excelente novo documentário russo sobre a derrubada do voo MH17: "Os culpados são a Ucrânia e o Ocidente" 
Documentário sobre a derrubada do voo MH17: "Ninguém merece morrer desse jeito". 

"- Concordamos integralmente. Agora já está muito claro que os ucranianos derrubaram o avião, possivelmente em complô com agências ocidentais de inteligência. 

- A campanha que a imprensa-empresa lançou imediatamente depois de o avião ter sido atacado foi violência à parte, e se inscreve na lista das ações mais vergonhosas jamais construídas pelos/nos veículos supostos "de informação" - incluídas as de Goebbels, de William Randolph Hearst e guerra americano-espanhola."

7. Veículos da NewsCorp Australia de Murdoch expõem a mentira do ocidente sobre o voo MH17  - "Derrubado pelo próprio petardo"

• Vídeo distribuído para 'desmentir' acaba por comprovar que os rebeldes viram duas aeronaves: um avião de passageiros e um jato Sukhoi ucraniano
 
• E que eles viram que o Sukhoi derrubou o avião de passageiros e acreditaram que eles derrubaram o Sukhoi

8. Situação em torno de Donetsk cada dia mais tensa - relatório da Organização de Segurança e Cooperação da Europa (OSCE) 

23/julho - Na 4ª-feira, os monitores da Missão Especial da OSCE para Monitoramento da Ucrânia [ing.Ukraine SMM] registraram 76 explosões de morteiros e artilharia pesada na área em torno da estação ferroviária central de Donetsk - diz o relatório.

9. KIEV, 23 de julho/TASS/. A Ucrânia pode estar planejando mais uma campanha de alistamento militar para esse outono - disse à agência TASS, na 5ª-feira, um político ucraniano(noticiado por JJ dia 23/7/2015, às 3h52 PM UTC, com o seguinte adendo:) 

"Jovens menores de 18 anos podem tomar parte em hostilidades militares como membros dos batalhões voluntários" - disse Ruslan Bortnik, diretor do Ukrainian Institute of Analysis and Policy Management, ao comentar informação de reconhecimento obtida pela República Popular de Donetsk (ing. DPR).

"Há forte probabilidade de que uma sétima e talvez também uma oitava campanha de alistamento aconteçam na Ucrânia no outono ou no início do inverno. O presidente ucraniano deve assinar em breve o decreto correspondente" - disse Bortnik. O especialista descreveu a situação como estado lógico de coisas, porque a sexta campanha de alistamento estará encerrada dia 17/7." 

Ao considerar os esforços de alistamento na Ucrânia, tenham em mente que a Junta em Kiev é paga em rebanho pelo Congresso dos EUA. Em relatório anterior, já noticiei que esses pagamentos são parte da 'ajuda não letal' que os EUA dão à Junta, aprovada pelo Congresso dos EUA.

A Junta está alistando adolescentes para serviço militar ativo, em guerra, o que faz dos alistados "crianças-soldados" - alistamento absolutamente proibido em todos os cantos do mundo, mas absolutamente liberado na Ucrânia pelas autoridades de EUA-OTAN ocupante.

Economia ucraniana 

1. 24/7/2015 - A Ucrânia escapou de ter de ser declarada inadimplente em sua dívida externa, e pagou $120 milhões de euros, do serviço da dívida 

Com esse pagamento, as autoridades de Kiev qualificaram-se para receber, do FMI, dia 31/7, nova parcela emprestada de $1,7 bilhão.

Nosso/a comentador/a do blog, escreveu dia 20/7/2015, à 1h38 AM UTC


"Só hoje estou lendo o Relatório de Situação escrito por Scott, do dia 16/7, porque estava ocupado/a estudando as estruturas subjacentes da Nova Ordem Mundial, para poder explicar melhor a urgência de os países começarem a planejar meios para agirem organizadamente em bloco, e controlarem as próprias moedas. Agora, lendo os comentários e o RelSit, vejo que tratam exatamente disso.

Há um - só mais um - aspecto também muito importante da Nova Ordem Mundial que tem de ser demolido. Mas só falo dele aqui, porque imagino que ninguém mais estará lendo RelSit ou comentários de 16/7. 

O segundo aspecto de uma NOM/globalização econômica neoliberal é o "livre comércio". Livre comércio - política comercial que abre todos os mercados sem qualquer consideração ao autointeresse da própria nação - país menos desenvolvido que se abra para país mais desenvolvido sempre resultará em empobrecimento e perda de sustentabilidade do menos desenvolvido (Grécia e Sul da Europa).

Por quê? Porque as indústrias deles são menos desenvolvidas, não podem competir, são mortos pela concorrência. Até na agricultura: a dos EUA é pesadamente subsidiada. Quem consegue competir com isso? As nações pobres precisam de capital para industrializar-se para poder competir. Para impedir que consigam chegar lá, as nações ricas inventaram esse pesadelo chamado 'dívida externa'."


Exatamente por essa razão, vem aí o acordo de livre comércio entre Canadá e Ucrânia.[1]

Livre comércio para o ganso - O governo canadense está obrigando a Ucrânia a pagar dívida de $400 milhões, o primeiro-ministro Harper ganha os votos dos ucranianos e os canadenses-ucranianos ficam mais ricos à custa dos compatriotas (John Helmer)

Desde que começou a ocupação da Ucrânia pelos EUA, a desindustrialização do país é verdadeiro sucesso, para o planejamento central dos EUA. Depois de ter arruinado o que chegou a ser uma das indústrias mais desenvolvidas da União Soviética, a Junta em Kiev passou a dedicar-se empenhadamente para arruinar a agricultura ucraniana. "Deem especial atenção à esfera agrícola, como uma das principais plataformas de competitividade para o país em mercados globais" - disse Poroshenko em sua 5ª Mensagem Anual ao Parlamento da Ucrânia ("On the Internal and External Situation of Ucrânia in 2015").

É como a palavra senha para que a agricultura da Ucrânia também seja destruída, porque o Hegemon e seus aliados têm de agradar aos seus gigantes 'da agricultura'.

As férteis terras negras da Ucrânia (chernozem) estão sendo confiscadas e vendidas para a Europa. A Alemanha de Hitler fez precisamente a mesma coisa durante a ocupação da Ucrânia, de 1941-1943 

A União Europeia cancelou a manifestação de estados-membros que rejeitava produtos que contenham organismos geneticamente modificados [ing. GMO]

É assunto extremamente importante para a agricultura da Rússia. Primeiro, mesmo que a Junta seja substituída, a Ucrânia será obrigada a cultivar plantações de OGMs, o que envenenará e poluirá as colheitas nas fronteiras russas e bielorrussas e matará as abelhas. Segundo, depois que Ucrânia e Europa tiverem substituídos suas culturas orgânicas por OGMs, a Rússia será o único país daquela região do mundo que se oporá aos OGMs e ainda terá colheitas orgânicas.

Novorrússia

O comércio com a Rússia ajuda as repúblicas de Donetsk e Lugansk, no desenvolvimento de suas indústrias 

A República Popular de Lugansk convida especialista ucraniano desempregado a vir trabalhar para a república 

Dos cerca de 19 mil candidatos desde o início do ano, cerca de 35% conseguiram emprego. O número crescente de pessoas que procuram emprego nas Repúblicas Populares é sinal muito claro da instabilidade política e do colapso econômico da Ucrânia.

Rússia

1. Ucrânia reclama que mais de 3.820 caminhões vindos da Rússia com ajuda humanitária cruzaram para a região do Donbass
 

2. Breve história do desenvolvimento da arma supersônica russa 

3. A Moscow State University (MGU) rejeita candidatura ao curso de jornalismo, de estudante que discordou da frase "a Rússia está em guerra contra a Ucrânia" 
Ao lado do setor de banking & finanças, a educação na Rússia, já há décadas, virou pasto para ultra-liberais. É hora de começar a varrer a casa, para livrá-la dos terroristas educacionais liberais.

4. Míssil Antibalístico dos EUA construído depois de firmado o acordo com o Irã confirma os temores da Rússia - Enviado da Rússia à União Europeia 

23/7/2015 - "A defesa aérea da Europa é projeto exclusivamente norte-americano", disse Vladimir Chizhov.

5. Mais uma vez, a entrevista com Aleksandr Bastrykin, chefe da Comissão de Investigação da Federação Russa [equivalente à Procuradoria Geral da República no Brasil (NTs)], que trabalha para mudar as partes introduzidas por grupos e agentes 'comprador'[2] na Constituição da Rússia e estabelecer o primado da lei russa sobre as leis internacionais.

Ver também outra entrevista anterior de Bastrykin, de abril de 2015, sobre o mesmo assunto [Fonte]

5. O jogo de poder nuclear no Oriente Médio do qual ninguém está falando , por Melissa Hersh via OilPrice.com,


"Com todos os olhos transfixados no futuro nuclear do Irã, aparentemente ninguém está dando qualquer atenção a outra importante tendência nuclear no Oriente Médio, que está sendo promovida pela Rússia.

O investimento estratégico que Moscou está fazendo no desenvolvimento nuclear do Oriente Médio está cimentando influência de longo prazo em capitais que vão de Teerã a Riad, Ancara, Cairo e Amã. Com o relacionamento de Washington com esses governos afundando, agora que se confirma a reaproximação com Teerã, e as relações com Moscou voltando a níveis da Guerra Fria, a falta de engajamento dos EUA nessa questão estará criando novas dificuldades para os objetivos da política externa dos EUA?"


Eurásia

Síria
A guerra em solo pode ter começado: tanques turcos disparam na direção da Síria 

Irã

Irã posicionado para tornar-se futura potência mundial 


"Com o acordo nuclear entre Irã e o P5+1, Teerã poderá continuar a desenvolver sua energia nuclear para finalidades pacíficas, e o acordo pode também ajudar a República Islâmica a converter-se numa das 'grandes potências' do futuro" - disse o jornalista brasileiro Pepe Escobar, citado pela Agência de Notícias Iraniana, IRNA."

Japão

O 'rescaldo' de Fukushima, resumido numa só imagem perturbadora - 
Espetacular e bem merecido fim da civilização ocidental. Em vez de trabalhar juntos para financiar, construir e finalmente limpar o desastre nuclear de Fukushima, o ocidente+Japão só cuidam de arruinar qualquer relacionamento com a Rússia.

UE - Estabelecida a agência para escravizar gregos [Eric Zuesse]

[...]


2. Opinião: A fissura entre França e Alemanha, já não pode ser disfarçada com mais uma demão de tinta 

[...]

Os EUA

OTAN continua constante e ininterruptamente aumentando sua presença em territórios do antigo Império Russo
. Estão treinando georgianos, ucranianos, moldavos e grupos bálticos para atacarem a Rússia, feito dono de rinha de galos clandestina, que treina os seus infelizes bichos para se atacarem uns os outros. Vale também para rinha de cachorros. Sei disso, porque salvei um daqueles cachorros. Cachorros são almas putas. Se essas criaturas de puro amor podem ser treinadas para odiar o seu próximo e matá-lo, o que não se pode fazer com as almas decaídas dos ainda mais infelizes humanos?

Não raras vezes, o único modo de salvar os cachorros da morte certa numa rinha, ou no lixo, é destruir o proprietário/gerente da rinha de briga.

Aí vão alguns dos tuítos da OTAN, hoje:

Agile Spirit 2015: 5 nações OTAN treinando na e com a Geórgia pela primeira vez

@OTAN_JFCBS Trident Juncture 2015 Vídeo-trailer-apresentação!!! TJ15

@OTAN [VIDEO] Documentário Ucrânia: A ameaça do terrorismo interno

OTAN retuitou a contagem regressiva de JFC Brunssum da OTAN, para o início das maiores e mais ambiciosas manobras da década: Trident Juncture 2015 TJ15

Mas tenham em mente que a ocupação pela OTAN do leste da Europa e de territórios que constituíram o Império Russo não visa só a conter a Rússia, ameaçar a Rússia e manter Rússia e Europa bem separadas. Trata-se também de manter todas as nações sob ocupação da OTAN presas no fogo cruzado... da OTAN. Porque - surpresa! - muitos já começaram a duvidar dos benefícios econômicos e políticos de viver sob ocupação militar do Hegemon.

Na Ucrânia, "Uma nova rodada de pesquisas feitas pelo quase sempre confiável Instituto Internacional de Sociologia de Kiev acaba de ser divulgada. O que mostra é algo ao mesmo tempo esperado e extraordinário. O apoio dos cidadãos ao principal partido da coalizão governante encolheu para miseráveis 2.8%.

Entrementes, o dólar, lentamente, mas ininterruptamente, vai perdendo a antiga posição como moeda internacional de reserva - mesmo que  a imprensa ocidental noticie uma coisa e a imprensa chinesa noticie o exato oposto 

Pesadelo norte-americano: A tirania do Sistema de Justiça Criminal 
Os EUA já não operam sob um sistema de justiça caracterizado pelo devido processo legal, a pressuposição de inocência, provas, e a proibição clara que impeça abusos policiais, quebra de direitos pelo Estado. Em vez disso, as cortes de justiça foram convertidas em cortes de ordem, que só defendem os interesses do poder, em vez de defender os direitos dos cidadãos, como a Constituição as manda fazer.

Sem cortes que façam valer a Constituição, quando funcionários do governo a desrespeitam, e sem corpo de cidadãos suficientemente civilizados para que se sintam ofendidos quando a Constituição é violentada, a Constituição absolutamente mal protege alguém contra o Estado policial.

Em outras palavras, nessa era de justiça oca e rala, de cortes de polícia, não de justiça, e de tirania sancionada pelo governo, a Constituição não protege contra malfeitos do governo - como ataques por equipes da SWAT, escutas clandestinas dentro de nossas casas, Polícia que mata a tiros cidadãos desarmados, prisões sem prazo para acabar, confisco de propriedade dos cidadãos, justiça falha e o resto todo. *****

"O Canadá - deus abençoe aquele coração em formato de folha de bordo - deu à Ucrânia $400 milhões em dinheiro, desde setembro último, para ajudar o governo de Kiev a financiar sua guerra civil e respectivas dívidas. Essa semana, em Ottawa, com a assinatura de um acordo de livre comércio entre os dois governos, os canadenses querem passar a mão de volta no dinheiro deles. Para isso, estão obrigando Kiev a abrir as portas para um tsunami de cereais canadenses, carne, alumínio e outros produtos. Até agora, as indústrias ucranianas estavam conseguindo impedir a invasão de produtos canadenses, que acabarão com o que resta do mercado interno ucraniano" [15/7/2015, Dance with Bears (NTs)].

Sobre "grupos comprador" - "Em países oprimidos pelo imperialismo, há dois tipos de burguesia, a burguesia nacional e a burguesia 'comprador'. (...) A burguesia comprador é sempre o cão mandado dos imperialistas e é alvo da revolução.  A burguesia comprador também se divide em grupos que aderem a claques dos capitalistas monopolistas dos EUA, Inglaterra, França e outros países imperialistas respectivamente. Na luta contra os grupos comprador temos de explorar  as contradições entre os países imperialistas, para lidar primeiro com o mais próximo, o principal inimigo em cada momento. No passado, por exemplo, havia na China grupos comprador pró-britânicos, outros pró-EUA e ainda outros, pró-Japão. Na Guerra de Resistência contra o Japão, usamos as contradições entre Grã-Bretanha e EUA por um lado, e contra o Japão, por outro, para derrotarmos primeiro os agressores japoneses e o grupo comprador aderido a eles; só depois nos voltamos contra as forças agressivas de EUA e Grã-Bretanha e derrotamos os gruposcomprador pró-EUA e pró-britânicos"  (The Writings of Mao Zedong, 1949-1976: January 1956-December 1957, fragmento aqui traduzido) [NTs] .

Essa questão é complexa demais para ser resumida, mas tem a ver com a Rússia estabelecer legislação nacional, no contexto da legislação da União Europeia, que permita que se investiguem crimes de guerra cometidos na Ucrânia. Infelizmente, o assunto parece ser inacessível para nós, sem tradução qualificada das entrevistas citadas [NTs]. 

 

 
27525
Loading. Please wait...

Fotos popular