Pravda.ru

Notícias » CPLP


Nasrallah: "Israel segue trilha de suicídio em Gaza"

27.07.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Nasrallah:

O secretário-geral do Hezbollah, Hassan Nasrallah, elogiou nessa 6ª-feira a resistência palestina que defende Gaza contra o continuado assalto por Israel à faixa sitiada, dizendo que Israel começa a conhecer a derrota e segue trilha de suicídio em Gaza.


25/7/2014, al-Akhbar, Beirute
http://english.al-akhbar.com/content/nasrallah-palestinian-resistance-defeating-israel-gaza
"Gaza hoje acompanha procissões funerais em honra de seus mártires, depois de alcançar mais uma vitória na resistência" - disse Nasrallah em rara fala ao vivo num prédio no sul de Beirute, para marcar a comemoração anual do Dia de Jerusalém.

"Quando se chega ao 18º dia [do ataque de Israel contra Gaza], e nem todos os sionistas do mundo conseguiram ainda o que querem em Gaza, não há dúvida alguma de que a resistência é vitoriosa em Gaza."

"[Ex-ministro da Defesa] Ehud Barak disse que qualquer futura guerra que Israel fizesse contra Gaza levaria a vitória rápida e decisiva."

"Hoje, Gaza responde e diz a Israel: "Vocês são o povo covarde que se esconde dentro de aviões para matar crianças. Na guerra contra nossos heróis vocês são derrotados. O exército de vocês será vencido" - disse Nasrallah. - "Digo aos sionistas: vocês em Gaza trabalham presos no círculo vicioso do fracasso. Não avancem, em guerra contra Gaza, para o círculo do suicídio".

Mais de 800 palestinos, a grande maioria dos quais civis, foram mortos desde o início da campanha terrorista que Israel iniciou dia 8 de julho, contra Gaza.

"O exército israelense não foi à guerra como exército legal. O exército israelense foi à guerra como exército de homens e mulheres que matam crianças. É o mesmo exército que já conhecemos bem e derrotamos, no Líbano" - Nasrallah prosseguiu.

"No dia de hoje, saudamos as almas dos mártires de Gaza e os feridos de Gaza e os mujaheddin e heróis de Gaza e todo o povo de Gaza que luta com coragem e firmeza."

Os combatentes palestinos em Gaza juraram manter a guerra até que Israel ponha fim ao bloqueio que já dura oito anos, por terra, ar e mar, contra a Faixa de Gaza, que impede a entrada e saída de pessoas e a circulação de produtos, inclusive a importação de itens básicos de sobrevivência e de remédios. Nasrallah disse que as demandas dos palestinos são demandas justas.

"O sítio significa morte a conta-gotas para o povo de Gaza, não só há 18 dias, mas há anos. Repito: é indispensável apoiar a resistência palestina por meios políticos, financeiros, materiais e pela nossa mídia, e também temos de apoiar a resistência com armas" - disse Sua Eminência.

"Temos de recordar a todos aqui, que Irã, Síria e a resistência libanesa, principalmente o Hezbollah, cada um conforme suas capacidades, não poupamos esforços ao longo de muitos anos no apoio que damos à resistência palestina - politicamente, com a nossa imprensa, moralmente, financeiramente, do ponto de vista do suporte material, armas, apoio logístico e toda a nossa expertise."

Nasrallah disse também que, apesar de todas as tentativas de Israel para dividir os palestinos e forçá-los a abandonar sua causa, os palestinos continuam firmemente decididos a retornar à terra deles.

"Apesar da dor, dos sofrimentos, das feridas e massacres e de todos os fatores de desespero e frustração, os palestinos não se rendem e nunca esquecerão" - disse Nasrallah.

"O povo palestino dentro e longe da Palestina, e em campos de refugiados, apesar das duras condições de sobrevivência e dos incentivos para que emigrem para Canadá, Austrália e Europa, para dividir e fragmentar esse corpo de humanidade palestina, apesar de tudo, os palestinos continuam agarrados à própria terra, à causa palestina, aos campos e pomares e hortas palestinas, e não se renderão e não se curvarão." *****

 

 
4719
Loading. Please wait...

Fotos popular