Pravda.ru

Notícias » CPLP


Ecolojovem e situação eco-política juvenil

27.02.2013 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Ecolojovem e situação eco-política juvenil. 17935.jpeg

Ecolojovem - «Os Verdes» reuniu no Porto e analisou situação eco-política juvenil

No Sábado, dia 23 de Fevereiro, a Ecolojovem - «Os Verdes», juventude do Partido Ecologista «Os Verdes», esteve reunida no Porto para debater as várias questões que afetam hoje, a Juventude.

Os Jovens Ecologistas fizeram a análise da situação eco-política juvenil, e debruçaram-se sobre os elevados níveis de desemprego jovem, recentemente divulgados pelo INE, e que apontam para valores de 40%, afetando 165 mil pessoas entre os 15 e os 24 anos. A Ecolojovem considera esta situação incomportável, inadmissível e preocupante, e que resulta das gravosas políticas levadas a cabo pelos sucessivos Governos.

Considerando ainda o anúncio recente sobre as alterações ao Programa "Impulso Jovem", que em nada resolvem os problemas sentidos pelos jovens, nem são geradoras de mais e melhor emprego, os Jovens Ecologistas defendem que é fundamental existir investimento público que dinamize o sector produtivo nacional, o apoio às pequenas e médias empresas, e não medidas ilusórias tomadas "a avulso", e que apenas promovem a precariedade e os baixos salários.

A Ecolojovem debateu o facto de a Educação ser um alvo de ataques por parte sucessivos Governos, cujas políticas apenas se têm traduzido em cortes consecutivos, nos vários níveis de ensino, desde o pré-escolar ao superior, nomeadamente com a constituição dos agrupamentos e Mega agrupamentos, que levam ao despedimento de professores e profissionais de educação, aumentando as dificuldades e custos para alunos e pais, dando continuidade à ofensiva contra a escola pública, que tem como pilar ideológico do PSD / CDS a privatização dessa mesma Escola Pública.

Ao nível do ensino superior, grave é também o atraso no pagamento das bolsas de estudo, a quem tem direito, assim como a contratação de empréstimos para a conclusão dos estudos para quem não tem direito a qualquer apoio social, bloqueando o futuro destes jovens que, após a conclusão dos respetivos cursos, se deparam com a falta de emprego e com os respetivos empréstimos para liquidar. Também se discutiram as alterações ao "Estatuto do Trabalhador-Estudante", no âmbito do código do trabalho que, conjuntamente com a situação económica, têm levado à desistência de muitos estudantes do ensino superior, aumentando desta forma a taxa de abandono e insucesso escolar.

Neste encontro, foi ainda debatida a "privatização" das cantinas públicas que têm reduzido a quantidade e qualidade das refeições escolares, sobretudo quando há alunos que apenas fazem uma única refeição diária.

Outra das questões que os Jovens Ecologistas analisaram foi as alterações à Lei do Associativismo Juvenil, bem como o recente anúncio do Ministro dos Assuntos Parlamentares de concessionar a Rede de Pousadas da Juventude, medida que a Ecolojovem condena, pois vai limitar o acesso dos jovens ao usufruto destes equipamentos por um preço acessível.

A Ecolojovem - «Os Verdes» considera que estes constantes ataques aos Direitos da Juventude, consagrados na Constituição da República Portuguesa, prejudicam o acesso ao Emprego com Direitos, à oportunidade no acesso e frequência na Escola Pública e ao Associativismo, em suma, a uma efetiva emancipação juvenil.

Por tudo isto, os Jovens Ecologistas vão associar-se à jornada de luta dos jovens estudantes e às várias iniciativas previstas pelo país, na divulgação do documento do Partido Ecologista «Os Verdes», em Defesa da Escola Pública.

A Ecolojovem «Os Verdes»

 

www.osverdes.pt

 

 
4556
Loading. Please wait...

Fotos popular