Pravda.ru

Notícias » CPLP


Carta Aberta de um cidadão brasileiro

26.06.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

É com muita satisfação, e também muita admiração, que faço chegar á Vossa preciosa atenção, esta simples correspondência, porém com palavras que desde já, peço sinceras desculpas, não só pela humildade como também pelo estilo, onde certamente, está muito a desejar, se comparado a um padrão literário de vosso cunho jornalístico.

Quanto ao conteúdo, este sim é de minha inteira natureza, vontade de expressão, onde irei procurar expor de maneira natural, dirigir minhas palavras procurando vosso entendimento. Sou um brasileiro, daqueles que se não for bem interpretado, poderia se denominar simplesmente de apenas mais um sonhador, moro atualmente em Rancharia, uma cidade do interior, distante da Capital de São Paulo, em aproximadamente 560 Kmts. Nascido em Presidente Prudente, interior de São Paulo, filho de pais de origem nordestina, vivendo abaixo da linha da pobreza, onde não mediram esforços para o sustento e criação de mim e mais seis (06) irmãos, onde apenas sobreviveram eu e mais dois irmãos, pois tanto meus pais, como os demais irmãos, infelizmente pela árdua e sofrida vida, muitas vezes sem ter o necessário alimento para matar a fome, e a assistência médica nos momentos de doença, vieram a falecer, sem antes ter o direito de usufruir de alguns momentos de felicidades, direitos tão singelos, como a posse de uma casa para morar, saber ler e escrever, ter uma condição de trabalho mais humana, ver os filhos crescerem, estudarem , enfim ter seus direitos pertinentes a uma vida mais humana.

Mas, como V.sa., tem um vasto conhecimento de mundo, deve saber que no Brasil, um país conhecido no mundo, como um país de alegrias (Futebol, Carnaval), fontes de riquezas (Ouro, Petróleo, Amazônia), também é um país de enormes desigualdades sociais, pobreza, violência, corrupção, má administração, e estamos num túnel escuro, onde a luz a seu fim parece nunca chegar. É triste e lamentável, nossos índios tendo seu habitat, suas raízes e suas tradições, desrespeitadas pela irresponsável atuação das autoridades governamentais administrativas face á ganância e atos criminosos de empresários, interessados apenas em destruir a natureza para abastecer suas contas bancárias, aqui, no exterior.

A indústria da prostituição infantil, claramente praticada nas regiões mais pobres de nosso país, região Nordeste, onde após tanto sofrimento a condições insuportáveis, as famílias migram para os grandes centros em busca de condições melhores de sobrevivência, defrontam com um quadro mais assustador, os grandes centros hoje sã modernos, o avanço tecnológico, quer no comércio, na Construção Civil e na Indústria, ficaram modernos, exigem quem tenha algo mais a oferecer, e quase sempre estes imigrantes são na maioria analfabetos, sem uma instrução básica, impossibilitando-os para uma associação positiva a fim de integrá-los ao modernizado e competitivo mercado de trabalho.

Quase que diariamente, nos grandes e médios centros, os telejornais, tem matéria abundante de roubos, homicídios, tráfico de entorpecentes, é assustador os altos índices destes incidentes de violência urbanas, onde a quase maioria é atribuída a pessoas de pouca ou nenhuma instrução escolar, e na maioria das vezes os envolvidos são sempre jovens e ou adolescentes das famílias pobres. Também são motivos de destaques quase que diariamente aos telejornais, os escândalos das autoridades governamentais (Vereadores, Prefeitos, Deputados, Policiais, Juizes, Delegados, empresários), onde desviam grandes somas de dinheiro público, tão necessário a amenizar e melhorar as condições de vida do povo brasileiro.

Com total irresponsabilidade, estes senhores são tão criminosos que poderemos compará-los em igual semelhança aos terroristas mais cruéis do mundo, isto porque ao saquear o dinheiro público deixam muitos hospitais e postos de atendimento de saúde, sem condições de fornecimento de assistência a seus dependentes, onde morrem centenas e centenas de pessoas em filas de hospitais, em casa a espera angustiada de um atendimento ao menos humano. O dinheiro que deveria ser aplicado nas escolas, creches, e sistema penitenciário, são desviados, tirando, não dando condições destes estabelecimentos de educar (escolas) e até mesmo recuperar (Centros de recuperação, Presídios) o ser humano para uma vida digna de trabalho e conscientização para a prática do bem estar junto à sociedade. Pelo contrário, frente a tais atos onde os descaminhos das verbas públicas para interesse próprio, o acobertamento de tais fatos e a impunidade contra os responsáveis, deixa nosso país a mercê da violência, fruto das conseqüências da corrupção, da falta de ética associado á falta de caráter de nossos políticos e governantes de total falta de ética (estes sim na maioria das vezes, Doutorados, formados em cursos especializados, médicos, advogados), enfim, não é necessário citar exemplos, pois a mídia a nível mundial já coleciona em seus arquivos fartas e recentes matérias de tais procedimentos. Graças a Deus muito temos de agradecer ao interesse das ONGS, que não medem esforços no sentido de mostrar ao mundo, alertando e cobrando de nossas autoridades urgentes providências, no sentido de uma governabilidade autêntica, honesta, destinado a nação brasileira.

Eu, particularmente, tenho vergonha, onde se tem destacado a onda de violência á turistas que vem visitar nosso país, como também a brasileiros que de maneira inadequada, emigram para outros países, vindo a acarretar transtornos diplomáticos bem como sociais, como se tem observado recentes fatos nos E.U.A, Inglaterra além de outros, países. Conseqüências estas decorridas pela falta de oportunidades em face do desemprego e falta de incentivos do sistema de governo prestes a criação de postos de trabalhos e investimentos para o crescimento econômico de nosso país em face ao alto desemprego, falta de oportunidades e péssimas condições de vida, se aventuram, muitas vezes sacrificando a própria vida, a procura de apenas uma fonte de trabalho, tão necessária ao sustento de seus filhos, de suas vidas, para não passar fome e necessidades a ponto de roubar, preferem arriscar suas vidas nas aventuras fora de nosso país. Como bem acompanho os noticiários da imprensa internacional, sei que iguais condições impostas ao povo brasileiro, há também muitas outras nações que exponham seus cidadãos a condições iguais ou superior ás do povo brasileiro. Onde particularmente rezo e peço a Deus por dias melhores a todos nós de origens pobres, e uma busca intensa de esforços, criatividade , visando uma melhoria constante em nossa jornada de vida.

Sr. Timothy, desde já agradecendo o tempo e oportunidade , concedidos., Venho humildemente me apresentar junto a V.Sa., meu nome Edward Nazário dos Santos, tinha um grande objetivo em minha vida, ser um jornalista, porém as condições de vida , não me proporcionaram esta façanha, porém tenho minha filha Gabriele , que herdou de mim esta vontade , ela é uma moça (15 Anos), muito dedicada nos estudos e seu sonho será um dia formar-se em Telejornalismo, é uma jovem bastante dinâmica e com muita garra, sempre se destacando entre os alunos de sua escola, já está estudando o idioma inglês, e graças a Deus sinto que com sua dedicação, não está muito longe alcançar este seu objetivo. E quanto a mim Sr. Timothy, resta-me ajudá-la financeiramente em seus estudos. Desde jovem além do trabalho, sempre me empenhei em jogar futebol, fui jogador profissional em algumas equipes, como iniciei minhas atividades frente ao futebol um pouco tarde, não tive muita oportunidade em destacar-me e ter tido a oportunidade de sair de meu país para tentar minha sorte em outros países, porém ainda assim encerrei minha carreira como jogador e empenhei-me na coordenação técnica de algumas equipes de futebol de meu país, onde frente a um trabalho austero e com qualidade obtive muito sucesso nesta nova jornada de minha vida, vivo e trabalho no futebol como V.Sa., em sua área jornalística, com intensa dedicação e vontade de vencer.

Sr. Timothy, viria solicitar de V.Sa., uma ajuda no seguinte ponto, tenho um currículo que enviarei a sua atenção, e imensamente, ficaria muito feliz caso V.sa., traduzisse tal currículo para o idioma inglês, pois atualmente estudo inglês pela Internet e não disponho de uma condição para a tradução do mesmo para este idioma, onde pretendo enviá-lo para equipes de futebol , não importa o país, no sentido de conseguir uma ajuda de alguma equipe ou até mesmo país, que esteja interessado em modernizar e melhorar a performance de seu estilo de futebol, frente aos tempos atuais, pois como vem se notando muitos países, a estilo dos próprios africanos tem demonstrado interesse em melhorar e estar aptos a praticar um futebol evolutivo, como foi o caso de Ghana, Costa do Marfim, Togo e Angola.

Não existe impossibilidade, basta que seja colocado em prática uma evolução técnica e evolutiva no tocante a prática deste esporte. Como V.sa., observou no desempenho das equipes Africanas, bem como Asiáticas, preparo físico, nota 10, porém faltou coordenação tática, ou seja triangulação, passes coordenados, criatividade frente ao objetivo final, a marcação do gol, a caça de penalidade máxima, o chute certeiro frente á cobrança de faltas, não existiu, pois os técnicos europeus, não diversificaram estas características aos jogadores das equipes estreantes a copa do mundo, muitas vezes ocorreram lances onde a falta de entrosamento das equipes, por medo de erros, eram destinados passes para os mais experientes, para complementação, quando numa coordenação tática entre os atacantes, poderiam ser concretizados com mais eficiência, vindo até a atingir a meta do adversário, criando situações favoráveis a possíveis vitórias, ou placar mais favoráveis a estas jovens equipes.

Sr. Timothy, tenho profunda admiração pelo meu trabalho, e após muito diálogo com minha família, cheguei à conclusão que devo partir em busca deste meu ideal, vou me dedicar de corpo, alma e vida, para a concretização desta nova batalha em minha vida, vou enviar meu currículo, vou pedir ajuda a quem achar necessário, caso necessário, assumirei uma nova cidadania, para ter condições para o desempenho deste meu trabalho, quero ter uma oportunidade, mostrar minha condição de ser humano, não por questão de status, sim por uma questão de vontades e direitos, independente de quanto vou receber, pelos simples fato de estar passando conhecimentos a pessoas jovens, bem intencionadas, aptas a somar conhecimentos para evolução de suas vidas, seus clubes e quem sabe até seu país. Pode parecer um sonho, uma realidade impossível, porém como citei acima vou bater em muitas portas a procura de uma ou mais oportunidades para desempenhar meu trabalho, não importa o país, de preferência um país de língua irmã, não havendo esta condição muito de dedicarei para o aprendizado básico de outros idiomas na finalidade expressiva para uma comunicação para falar a língua do futebol.

Infelizmente por ainda não ter condição de elaborar meu currículo no idioma inglês, fluente, andei até enviando alguns currículos via e-mail para algumas equipes estrangeiras, porém não sei se não conseguem traduzir nosso idioma português, houve até quem solicitou o currículo no idioma inglês , como não tive condições de elaborá-lo, então decidi chegar até V.Sa., deixar a vergonha de lado, pois lendo sua biografia, muita admiração de minha parte tenho por V.Sa., pela sua dedicação e por seu talento como Jornalista, e solicitar sua ajuda neste sentido. Desde já muito obrigado fique com Deus, que esta característica fundamental de sua pessoa, em ajudar a todos, com seu talento sua imparcialidade, sejam atributos de muito sucesso e profundas realizações. Abaixo envio a sua atenção meus dados pessoais, bem como um esboço de minha vida profissional.

Edward Nazário Santos

E-mail: Edward_nsantos@hotmail.com

 
12038
Loading. Please wait...

Fotos popular