Pravda.ru

Notícias » CPLP


Militantes sandinistas respaldam políticas de aliança

21.08.2012 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Militantes sandinistas respaldam políticas de aliança. 17144.jpeg

Manágua, (Prensa Latina) Bases da Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN) da Nicarágua respaldam as alianças com outras forças políticas e sociais para as eleições municipais do dia 4 de novembro, destaca hoje a publicação eletrônica El 19 Digital. 

À frente do Executivo, com ampla maioria parlamentar e simpatia popular, a governante FSLN ratificou no dia 15 de agosto que sua política continuará sendo de portas abertas, para dirigir a nação sobre a base do diálogo e do consenso com todos os setores, inclusive os adversários.

Um gerenciamento inclusivo, com respeito à divergência, essa foi uma das mensagens do V Congresso sandinista a favor da unidade nacional, do desenvolvimento econômico e sa redução da pobreza, que ainda afeta a quase metade da população.

As secretarias políticas adjuntas da Frente nos diferentes departamentos ratificaram "a mensagem de unidade, lealdade e continuidade do projeto revolucionário" exposto no Congresso pelo secretário geral da organização, o presidente Daniel Ortega, resenha El 19 Digital.

Nos fóruns territoriais, a militância sandinista considerou que o modelo de alianças e consensos também abre espaços de participação política e econômica aos jovens e ao setor feminino.

Na opinião da secretária adjunta no departamento de Estelí, Ayesa Balladares, as militantes do FSLN sentem-se identificadas com as resoluções do Congresso, porque reivindicam uma vez mais a complementariedade entre homens e mulheres.

O encontro aprovou as candidaturas da aliança sandinista para a eleição de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, em cuja composição as mulheres aparecem em proporção equitativa e com similares oportunidades para ocupar cargos de direção no governo local.

Para Liliet Mejía, secretária política adjunta de Chontales, os pronunciamentos do Congresso dão continuidade ao conceito de "o povo presidente"; isto é, à projeção do Executivo sandinista de entregar poder real aos cidadãos.

A FSLN, opinou, é um partido inclusivo, todos que queiram aliar-se a nosso Governo de Reconciliação e Unidade Nacional terá espaço hoje e sempre.

Na opinião de Sadrach Zeledón, prefeito do Poder Cidadão em Matagalpa, um valor das candidaturas da aliança sandinista para as próximas eleições é que não pretende benefícios para nenhuma pessoa em particular, mas sim impulsionar um projeto nacional, no qual o protagonista é o povo.

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=0913e2e6049a59306f85c213277a5253&cod=10190

 
3204
Loading. Please wait...

Fotos popular