Pravda.ru

Notícias » CPLP


Funcionários consulares na Suíça - grave situação

20.01.2015 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

 

Funcionários consulares na Suíça - grave situação. 21476.jpeg

Taxas de Câmbio - Banco Central Suíço

A decisão de abandono do objectivo da taxa de câmbio mínima de 1,20 € no franco suíço pelo Banco Central Suíço, atirou todos os trabalhadores dos postos consulares e diplomáticos na Suíça para uma situação insustentável.

 O que lhes valeu nos três últimos anos foi precisamente a decisão agora revogada, que pôs fim à situação de variação cambial livre existente.

A alteração que ontem se verificou, pela sua radicalidade, agravou substancialmente a situação financeira de todos estes trabalhadores, em paralelo asfixiados por um injusto sistema de tributação fiscal, que persiste em considerar os trabalhadores residentes em Portugal. Mas não devemos esquecer a responsabilidade dos governantes portugueses que deixaram ao longo de demasiados anos arrastar uma situação salarial incompatível com a dignidade das funções exercidas.

 Existindo legislação laboral que estipula haver lugar à revisão intercalar das respectivas tabelas remuneratórias em caso de acentuada perda de poder de compra em qualquer país, pelo efeito isolado ou conjugada da inflação e da variação cambial, e tendo-se verificado a subida em cerca de 20 % do franco suíço face ao euro, a Comissão Executiva interpelou de imediato o MNE reclamando que sejam tomadas as necessárias e imediatas medidas a fim de accionar os mecanismos de equilíbrio que semelhante situação exige.

 Vamos denunciar esta situação junto dos grupos parlamentares, do Sr. Primeiro Ministro e do Sr. Presidente da República. Importa que todos os responsáveis tomem consciência do impacto negativo desta medida e da urgência da adopção de mecanismos de compensação.

 

Este final do mês de Janeiro vai ser muito difícil. 

 

Não precisávamos de mais um atentado à nossa profissão!

 

 

Dep. de Informação do STCDE 

 

 
2597
Loading. Please wait...

Fotos popular