Pravda.ru

Notícias » CPLP


161 países apoiam a proposta do México sobre insumos contra Covid-19

17.04.2020 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
161 países apoiam a proposta do México sobre insumos contra Covid-19. 33056.jpeg

161 países apoiam a proposta do México sobre insumos contra Covid-19

 

México, 17 de abril (Prensa Latina) Um total de 161 países-membros das Nações Unidas já está co-patrocinando uma proposta do México para evitar especulações e garantir um fornecimento estável de suprimentos e vacinas contra o Covid-19.

 

Na conferência de imprensa da manhã no Palácio Nacional, o presidente Andrés Manuel López Obrador realizou uma teleconferência com seu embaixador na ONU, Juan Ramón de la Fuente, que explicou uma iniciativa levantada pelo presidente em uma recente cúpula do Grupo dos 20.

De la Fuente disse que a proposta visa evitar especulações, acumular e garantir uma distribuição equitativa dos suprimentos atuais e futuros, incluindo vacinas, para garantir acesso igualitário a todos os países.

A opção inclui vigilância de preços para evitar especulações e garantir que países com menos recursos possam acessá-los sem problemas ou obstáculos financeiros.

Era necessário, disse ele, dada a magnitude da pandemia, que a ONU se envolvesse na questão como garante para evitar anormalidades na distribuição que vão contra a saúde dos doentes em todo o planeta e impedir que eles lucrem com esses suprimentos.

Ele disse que, embora a ONU esteja trabalhando de maneira virtual, a resolução da assembleia geral será dada com a metodologia apropriada às circunstâncias. Os 193 países-membros já têm o projeto de resolução em mãos, patrocinado por 161.

Ele disse que o princípio mais importante do projeto é que os países-membros evitem ou eliminem especulações e acumulação de insumos, especialmente vacinas quando já estão na fase de implementação.

Ele indicou que essa situação de especulação e acumulação já ocorreu com as vendas e deve servir como experiência para que não se repita, muito menos com vacinas.

O Embaixador De la Fuente disse estar muito otimista de que a aprovação seja aprovada devido ao entusiasmo dos co-patrocinadores da resolução, e mesmo que pouco mais de 30 não participem, eles a apoiam e votam a favor de uma proposta que já é gigantesca.

Dessa maneira, um papel fundamental é concedido à ONU e, por meio dele, à Organização Mundial da Saúde, apesar da situação conhecida pela retirada dos Estados Unidos, para coordenar essa resposta global que sairá da Assembleia Geral.

O representante mexicano explicou que o Secretário-Geral da ONU, Antonio Guterres, coordenará esses esforços, mas não poderá fazê-lo até que a Assembleia Geral lhe dê um mandato nesse sentido.

Agora chega a apresentação em 72 horas da proposta de 161 países, caso algum membro queira dizer algo ou se opor a ela, um período que já começou na quarta-feira e expirará na segunda-feira, mas todos os sinais são de que a Assembleia Geral a adotará.

É uma fonte de orgulho para todos que o México, apesar da complexidade no contexto internacional, conseguiu fazer de quase todos uma proposta dessa magnitude, disse ele.

mem / lma / bm

 

 

 

 

 

 

 

 

 

https://www.prensalatina.com.br/index.php?o=rn&id=30664&SEO=161-paises-apoiam-a-proposta-do-mexico-sobre-insumos-contra-covid-19

 

 
4287

Fotos popular