Pravda.ru

Notícias » CPLP


Banco de Portugal nega investigar a actividade da Afinsa

10.05.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Em Espanha por suspeitas de envolvimento numa mega fraude de corrupção está preso Albertino de Figueiredo  que é proprietário da empresa Afinsa desde 1987, informa SIC.

 A sociedadade que investe sobretudo em bens de colecção como selos, obras de arte e antiguidades tem nesta altura, juntamente com o Fórum Filatélico, mais de 200 mil clientes, 1500 trabalhadores e centenas de escritórios em Espanha e Portugal. Um império que está nesta altura sob forte investigação da polícia espanhola.

Vítor Constâncio -o governador do Banco de Portugal, lembra que as actividades das duas empresas não são de tipo financeiro e por isso não podem ser investigadas pelo banco. Mas o negócio é de tal forma grande que em Janeiro o Banco de Portugal e a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários lançaram um alerta para este tipo de negócios.

 Esta manhã, em Lisboa, à porta do escritório da Afinsa, estava tudo calmo. A empresa tem sede no Porto e é de lá que saem todos os esclarecimentos aos clientes. O Fórum Filatélico emitiu esta manhã um comunicado.

A empresa nega todas as acusações dadas a conhecer pelos meios de comunicação social e garante que está a efectuar todos os procedimentos para escalrecer todas as acusações de que tem sido alvo. O comunicado lembra que a empresa foi reconhecida como uma das melhoras empresas espanholas e está entre as 70 maiores empresas de Espanha.

 
1437
Loading. Please wait...

Fotos popular