Pravda.ru

Notícias » CPLP


Banco do Brasil é condenado a pagar R$ 2 milhões

09.06.2013 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Banco do Brasil é condenado a pagar R$ 2 milhões. 18336.jpeg

Banco do Brasil é condenado a pagar R$ 2 milhões por demora no atendimento

BOA VISTA/RORAIMA - Em Roraima, extremo Norte do Brasil, a Justiça condenou o Banco do Brasil ao pagamento de R$ 2 milhões, por demora no atendimento aos clientes, em total descumprimento à época da Lei Municipal 848/2006. A legislação determinava que o atendimento aos consumidores fosse feito em, no máximo, 20 minutos em dias normais e em até 30 minutos em vésperas ou após os feriados e nos dias de pagamento.

 

Por ANTONIO CARLOS LACERDA

PRAVDA.RU

 

BOA VISTA/RORAIMA - Em Roraima, extremo Norte do Brasil, a Justiça condenou o Banco do Brasil ao pagamento de R$ 2 milhões, por demora no atendimento aos clientes, em total descumprimento à época da Lei Municipal 848/2006. A legislação determinava que o atendimento aos consumidores fosse feito em, no máximo, 20 minutos em dias normais e em até 30 minutos em vésperas ou após os feriados e nos dias de pagamento.

 

Com base em denúncias de clientes do Banco do Brasil à Promotoria de Defesa do Consumidor e da Cidadania, o Ministério Público estadual ajuizou Ação Civil Pública na 6ª Vara Cível de Boa Vista, capital, em janeiro de 2010. No decorrer das investigações, foi constatada a veracidade dos fatos.

 

Além da condenação por danos morais coletivos, o Banco do Brasil deve, ainda, pagar multa no valor de R$ 14 mil por cada reclamação formalizada pelos clientes junto à Justiça Comum ou ao Ministério Público e, também, R$ 20 mil por dia de descumprimento da decisão judicial. Os valores pagos a título de multa e indenização serão revertidos para o Fundo Estadual de Defesa dos Direitos Difusos, em consonância com o artigo 13 da Lei da Ação Civil Pública.

 

Para Ademir Teles Menezes, promotor de justiça do Consumidor e autor da ação, a decisão certifica a falha no atendimento bancário. "A Justiça reconheceu a conduta de desrespeito da instituição financeira aos usuários de seus serviços, sujeitando-os a longa espera nas filas, o que resulta na perda de tempo, sofrimento, angústia e constrangimento".

 

ANTONIO CARLOS LACERDA é correspondente internacional do PRAVDA.RU

 

 
2896
Loading. Please wait...

Fotos popular