Pravda.ru

Notícias » CPLP


Futuro enfumaçado

08.07.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Não sei bem quais são os atuais interesses da Philip Morris Brasil, mas é no mínimo interessante notar que os programas de treinamento em jornalismo dos dois maiores jornais de São Paulo - Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo - são patrocinados por esta indústria do tabaco.

Gustavo Barreto

Não sei bem quais são os atuais interesses da Philip Morris Brasil, mas é no mínimo interessante notar que os programas de treinamento em jornalismo dos dois maiores jornais de São Paulo - Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo - são patrocinados por esta indústria do tabaco.

Só para lembrar, a indústria do tabaco é uma das mais danosas para o planeta em termos de saúde humana. A Organização Mundial de Saúde (OMS) reforça que o tabaco, uma epidemia global, é mortal "em qualquer forma ou disfarce". Ainda segundo a OMS, "a indústria do tabaco continua a colocar os lucros à frente da vida; sua própria expansão antes da saúde das futuras gerações; seus ganhos econômicos à frente do desenvolvimento sustentável dos países".

A OMS destaca que a indústria criou falsas variantes do cigarro com nomes como "light", "mild" (suave) e "low tar", criando a ilusão de que os novos produtos são mais saudáveis. "Eles continuam a levar novos e antigos consumidores a níveis mais traiçoeiros de decepção ao promover e vender novos produtos disfarçados com nomes mais saudáveis, sabores diferenciados e pacotes mais atrativos", denuncia a Organização, em campanha no ano passado, durante o Dia Mundial Sem Tabaco .

Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) indicam que o tabagismo é diretamente responsável por 30% das mortes por câncer em geral, 90% das mortes por câncer de pulmão e 25% das mortes por doença coronariana. Um fumante introduz em seu organismo mais de 4.700 substâncias tóxicas com o consumo do cigarro. As mais conhecidas são a nicotina, o alcatrão e o monóxido de carbono.

Até que ponto a imprensa, supostamente responsável por aumentar a participação cidadã da população por meio da informação, deve fazer negócios com uma das indústrias de maior impacto social negativo para o mundo, com 5 milhões de mortes anuais e em crescimento?

Gustavo Barreto

editor de meios da imprensa alternativa

Email: gb@ufrj.br

 
2525
Loading. Please wait...

Fotos popular